A Receptividade de Curitiba – Parte I

Como já havia comentado com vocês, voltamos da viagem ao Peru, mal deixamos nossas malas e embarcamos para Curitiba, onde reencontramos nossos queridos amigos Marcos e Daiana.
A Daiana, minha amiga-irmã, é gauchinha de nascimento, mineirinha de coração, e junto com o Marcos, também mineiro, foram parar em Curitiba, por destino, há mais de um ano.
Como o Fabio sabe que a amo de paixão, me deu o presente de aniversário antecipado: ir para Curitiba encontrar nossos amigos, e comemorar meu aniversário juntinho deles.
Então, comunicamos nossa decisão, horário de chegada e de partida, eles prepararam o roteiro, e embarcamos para lá numa sexta-feira.

Estes são meus amigos lindos, numa foto que eu “pentelhava” o romântismo dos dois:

Fomos super bem recepcionados por eles, que nos aguardavam no aeroporto. E assim, nos direcionamos para a Orignale Cucina e Pizzeria, sugerido e indicado por eles para colocarmos a conversa em dia. Vejam que graça é o lugar:

Como também foi sugerido por eles, comemos a pizza originale (mussarela, lombo, champignon, palmito, bacon e cebola crocante), que custou apenas R$ 31,90, uma pizza gigante, com 12 fatias!!!

O lugar também serve muitas cervejas importadas, as quais foram degustadas pelo Fábio e Marcos… as cervejas ficaram mais caras que a pizza.

O endereço deste achado é Av. Munhoz da Rocha, 665, Cabral, Curitiba/PR – Tel: (41) 3019-0909.
No sábado, depois de dormir apenas seis horas, acordamos bem cedo, e fomos conhecer a Ópera de Arame

A Ópera de Arame é um dos símbolos emblemáticos de Curitiba e foi inaugurada em 1992. Recebe espetáculos do popular ao clássico e tem capacidade para 1.572 pessoas, já percebe-se que é bem grande, não é mesmo? Ao redor, tem um lago com muitas carpas, tartarugas… Tem uma cascata linda e uma paisagem de puro verde.

Endereço: Rua João Gava, s/n, Abranches. Tel.: (41) 3355-6071 / 3355-6072
Horário: Terça a domingo, de 8h às 22h.
Gratuito.

Depois de nos maravilhar com este lugar, partimos para outro ponto turístico de Curitiba, o Parque Tanguá, que fora inaugurado em 1966. Vejam que perfeição!

Localização: Rua Dr. Bemben, s/n, Pilarzinho
Tel.: (41) 3352-7607 / 3352-5404
Horário: Diariamente.
Gratuito.
Logo em seguida, passamos pelo Parque Tingui, que faz parte do maior parque ambiental do país.

Localização: Av. Fredolin Wolf, s/n°. Rua José Casagrande, s/n°. – São João
Tel.: (41) 3240-1103 (Memorial) / (41) 3338-2909 (Artesanato).Horário:
Parque – diariamente
Memorial – terça a domingo, das 9h às 18h.
Loja de Artesanato – terça a domingo, das 14h30 às 18h.
Gratuito

Agora foi a vez do Bairro Santa Felicidade, onde os imigrantes italianos se dedicaram à produção de vinho e queijo. Aliás, aí começou o nosso turismo “calórico”, que eu não imaginava que estava me aguardando.

Passeamos pela avenida e conhecemos várias lojas de artesanatos. Vontade de comprar tudo! É o local ideal para comprar móveis, artigos de decoração, souvenirs…

Uma das lojas que merece destaque é a Casa dos Bonecos, http://www.casadosbonecos.com/, que literalmente é uma casa de bonecos, com várias decorações para datas festivas, como: natal, páscoa, dentre outras. Merece destaque também porque além de ser uma loja específica para datas festivas, também tem todo tipo de decoração para casa e cozinha, peças que são difíceis de achar em qualquer local.

Uma loja de muito bom gosto!

Após esse passeio, almoçamos em um dos restaurantes indicados pela Revista Veja 2010 como o melhor restaurante em Santa Felicidade, o Velho Madalosso.

A casa serviu um delicioso rodízio de massas, acompanhados de carne vermelha, polenta, maionese, risoto de carne, frango e uma limonada que refrescou nosso dia.

O Bairro Santa Felicidade é conhecido como o bairro gastronômico de Curitiba. Além de ter um grande número de restaurantes, ainda tem as Vinícolas e Cantinas de vinho. É claro que passamos por lá!

Conhecemos o Empório Durigan, com uma infinidade de vinhos, queijos, massas, temperos, doces. Eu e o Fábio, que somos amantes de um bom vinho, não perdemos a oportunidade de degustar as especialidades da adega.
Apaixonei pelo Cooler de Maracujá e pêssego, e trouxemos um bom estoque para casa.

Quando achei que o passeio tinha acabado, e já exausta de tanta novidade e comidas gostosas, passamos pelo Shopping Estação, onde encontra-se o Museu Ferroviário de Curitiba.

Todos os móveis e peças da estação (que foi inaugurada em 1885) estão no local, resgatando a memória da época. Parece realmente que estamos dentro de uma Estação Ferroviária, e não de um Shopping.

Telefone: (41) 2101-9202 e (41) 2101-9355

Horário de funcionamento: Terça a sábado: 10h às 18h
Domingo: 11h às 19h
Segunda: não abre

Não imaginava eu, ainda, que depois do Shopping da Estação, aguentaria mais um parque sob um calor de mais de 30ºC, e para minha surpresa, era o mais belo de todos: o Jardim Botânico.

Inaugurado em 1991, é um dos pontos turísticos mais visitados de Curitiba. Recebe os visitantes com um tapete de folhes e verdes por todos os lados. Um encanto! Foi criado à imagem dos jardins franceses.

A estufa confeccionada em estrutura metálica é maravilhosa. Com espécie botânicas e uma fonte de água. Lá dentro, a sensação é de muita natureza, um ar puro delicioso. É só respirar fundo, e conhecer.

Localização: Rua Eng°. Ostoja Roguski, s/n°. – Jardim Botânico.
Tel: (41) 3264-6994 (Administração) / 3362-1800 (Museu).Horário:
Das 06h00 às 21h00 > durante o horário de verão.
Das 06h00 às 20h00 > durante o horário de inverno.

Bom, até aí, estava feliz demais! Comemos horrores no almoço, mas tanta caminhada já teria perdido grande parte das calorias… até que eles pararam neste oásis! Padeci!

A Família Farinha foi eleita por três vezes, pela Revista Veja, a melhor padaria de Curitiba. É só olhar as fotos para entender o porquê:

A noite, depois de uma pequena pausa para descanso, no aconchego do apartamento da Daiana e do Marcos, que é lindo, harmonioso e decorado do jeitinho dos dois, voltamos ao turismo calórico.

Para comemorar meu aniversário, nossos amigos nos levaram para conhecer um lugar bem diferente, o Soviet Vodka Bar, onde a especialidade, além de comida russa, é drinks de vodka.

Seguindo o conselho e sugestão dos nossos amigos, viciados nesta perdição, escolhemos o prato “roleta russa”, que é uma mini demonstração de todas as entradas da casa. Serve de 2 a 4 pessoas e custa apenas R$ 45,00 

Querem ficar com água na boca antes de ver o prato? Nele tem desfiado de carne bovina, servido com blinis e torradas; Canudos de Salmão, Catupiry e Fondue de queijo; batatas rústicas servidas com fondue de queijo; mini sanduíche de pão de queijo com pernil desfiado e frito com cebola e provolone; Iscas de peixe; Mini quibe com queijo; Carne bovina em cubos, na mostarda; Polenta e Mandioca fritas, acompanhadas de bacon e queijo; E ainda para acompanhar o prato, molho cheddar e barbecue.

E como não podia faltar: a surpresinha do meu parabéns!

Para finalizar: perceberam que tudo isso foi em apenas um dia?

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

10 thoughts on “A Receptividade de Curitiba – Parte I

  • 7 de abril de 2011 em 14:09
    Permalink

    Amei as fotos pois nelas pude reviver minha visita a Curitiba! Parabéns! Saudades desse belo lugar!

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2011 em 22:03
    Permalink

    Que viagem linda!!! E que comilança louca!

    Tá vendo as receitinhas que eu estou pondo para nós, não é? Bandeirantes + suco + folhas de alface! KKKKK

    Nossa, mas, lindos demais os lugares que vocês foram! Que delícia é viajar!

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2011 em 20:53
    Permalink

    oi de novo…
    menina…minha ansiedade nunca deixaria eu ver o ap só qdo estivesse pronto…kkkkk
    bj e bom fds

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2011 em 04:08
    Permalink

    Eu já fuuuuuuuuuui! HAHA só não fui nesses restaurantes :O ótimoooo! Vem me visitar aqui em Fortaleza FAbiiii! Vem pro meu bazar :@@@@@@@@

    Resposta
  • 3 de fevereiro de 2011 em 17:35
    Permalink

    ô amiga, só de olhar para as comidas engordeiii!! kkk…mentira, achei tudo lindo demais! Claaaro que vc merece tudo e mais um pouco disso… pq é linda e especial. Beijos, Fá…

    Resposta
  • 3 de fevereiro de 2011 em 14:02
    Permalink

    gentch, que maratona gastronomica hein… mas tbem, para vistar tantos lugares lindos assim,'é bom estar bem alimentado, hehehe… eu fui para Curitiba uma vez a trabalho, mas não deu pra ir visitar esses lugares lindos… vendo as fotos e seus comentários a respeito, fiquei com vontade de voltar lá…
    ainda sinto muito enjoo e agora não posso pensar em esfirra.. posso com isso? =)
    parabéns para a sua amiga e que ela tenha uma gravidez saudavel… bjos

    Resposta
  • 3 de fevereiro de 2011 em 12:57
    Permalink

    Fabi,
    Vou para Curitiba no carnaval e fiquei muuiiito interessada de conhecer este bar temático,já que os demais locais já conheço…adorei as dicas!

    Bjs

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »