Niagara Falls e Niagara on-the-Lake, no Canadá

Quando programávamos nossa viagem ao Canadá e decidimos passar por Toronto, o roteiro foi estendido para passarmos um dia em Niagara Falls. E então, começamos as pesquisar sobre o que fazer, onde ir, os passeios imperdíveis por lá, etc. E foi então descobrimos Niagara-on-the-Lake, a vinícola, além do caminho pela Niagara Pky
Vista para o lado Americano

Sobre Niagara Falls
Niagara Falls trata-se de um conjunto de três cachoeiras que passam na fronteira internacional entre Estados Unidos e Canadá. A maior delas é a Horseshoe Falls, que está situada no lado Canadense, com uma queda de aproximadamente 50 metros, enquanto as menores, American Falls e Bridal Veil Falls, estão situadas no lado Americano. Uma das curiosidades, é que as quedas de água formadas pelas três cachoeiras formam o maior fluxo de água do mundo, sendo que a maior taxa deste fluxo é da Horseshoe Falls, no lado Canadense. 
Quando se vê as três cachoeiras, a impressão que se tem é de que o lado americano é mal cuidado, mas talvez seja pelo fato de que as cataratas do lado americano contém inúmeras rochas ao pé da queda, o que torna o outro visual mais belo e agradável.
Uma curiosidade sobre as Cataratas que me deixou bastante impressionada foi o fato de um garoto de sete anos, Roger Woodward, ser considerado o único sobrevivente da queda, apesar de na internet você encontrar outros supostos casos (este caso de Roger Woodward foi o único que encontramos registrado nas histórias do Journey Behind Falls).
Em 1960, Roger Woodward realizava um passeio de barco pelo rio Niagara com um amigo de seu pai e sua irmã de 17 anos, quando um acidente aconteceu com o barco e ambos caíram nas fortes corredeiras do Rio. A irmã de Roger conseguiu ser salva por turistas a menos de 10 metros da queda de Horseshoe, entretanto, Roger e o amigo de seu pai que os conduzia pelo passeio caíram pela queda de 51 metros da catarata. Pouco tempo depois, encontraram o garoto, que trajava apenas uma roupa de banho e um colete salva-vidas, boiando sobre as proximidades da queda. Ele foi socorrido pelo pessoal do Maid Of the Mist e vivo pode contar a história para todos os que, incrédulos, presenciaram o resgate. O homem que os levou para o passeio foi encontrado morto três dias depois.
A história ficou conhecida como “O Milagre de Niagara“, e acredito que todos que virem de perto a “violência” daquela queda, somente poderá acreditar em um milagre.  
Quando ir? Visitamos Niagara Falls na primavera, que na verdade estava mais para um final de inverno, e não pudemos desfrutar de todos os passeios que são oferecidos. Acredito que uma boa época para conhecer Niagara Falls é no verão. 
Quanto tempo ficar? Um dia é mais do que suficiente para conhecer Niagara Falls, pois a cidade gira em torno das cataratas.
Qual o meio de transporte devo utilizar? Partimos de Toronto para Niagara Falls em um veículo próprio que alugamos para nossa road trip, apesar de existirem empresas que realizam o passeio turístico. Utilizamos o estacionamento ao lado do Planet Hollywood, e seguimos a pé conhecendo toda a área. 
Quanto custa os ingressos? Todo o observatório que margeia Niagara Falls é gratuito, apenas as atrações de Maid of the Mist, Journey Behind the Falls, White Water Park e Niagara´s Fury, são pagos. O ticket individual custa em média 15CAD, mas se você pretende realizar todas as atrações, vale a pena comprar o passe por 46,95CAD, que dá direito às 4 atrações. Visitamos apenas o Journey Behind The Falls, pois como a visibilidade estava muito ruim, devido ao tempo, e também deixamos de visitar o Skylon Tower. Então, para maiores informações acesse o site.
É preciso comprar capa de chuva? Toda a extensão do observatório (deck) que margeia Niagara Falls fica com gotículas de água, devido às fortes quedas de água, e é algo tolerável. Confesso que quando chegamos, devido ao mau tempo, pensei que fosse um chuvisco muito fraquinho, até perceber que se tratava das gotículas de águas da forte queda das cachoeiras. Vê-se muitas pessoas com capas de chuva, além de lugares para comprar, mas como disse, é tolerável. Mas se isso te incomoda, leve uma capa de chuva.
Obs: a maioria dos passeios em Niagara Falls, que possui contato direto com as cachoeiras, fornece capa de chuva para aqueles que adquirirem o ingresso. 
Sugestão de roteiro para um dia de passeio:

A – Toronto; B – Diamond Winery; C – Niagara on-the-Lake; D – Niagara Pky; E – Niagara Falls.
– Saia de Toronto com destino a Niagara on-the-Lake, o percurso dura em torno de 01h30 (você pode digitar no GPS o endereço da Vinícola: 1067, Niagara Stone Rd, Niagara on-the-Lake);
– Visita à vinícola Diamond Estates the Winery: possui uma vasta exposição e venda de vinhos, sendo que você pode degustar os vinhos por 1 ou 2CADs, antes de adquiri-los. Ela fica localizada em Niagara on-the-Lake, e abre diariamente das 11am – 5:30pm. Como sugestão de um dos vinho os que adquirimos tenho o Dan Aykroyd Fumé Blanc, reserva 2007. Foi um dos vinhos mais deliciosos que já degustei em toda a minha vida! 
– Digite Niagara Pky no GPS, e curta um dos caminhos mais belos da região, que é cercada por casas de arquitetura inglesas, com belíssimos jardins, margeados pelo rio Niagara. É conhecida como a estrada bucólica para Niagara Fallsç
– Digite 5705 Falls Avenue, e estacione no Fallsview Casino, que antes era gratuito, e atualmente é cobrado um valor razoável para estacionamento. Obs: apesar deste ser o estacionamento recomendado, estacionamos ao lado do Planet Hollywood, motivo pelo qual começamos o passeio da ponte para os EUA, e não do meio. Resumindo, ficou mais fácil o trajeto. 
– Desça a pé, começando da ponte Rainbow Bridge (que é a ponte que vai para os Estados Unidos) com destino a Horseshoe Falls. Veja a primeira das cachoeiras, American Falls, depois a Bridal Veil Falls, caminhe pelo Parque Rainha Victoria e depois Horseshoe Falls.
Obs: no decorrer do caminho, você encontrará pontos de vendas dos tickets para os passeios.
Os passeios:
Como disse anteriormente, o tempo estava nublado, e um frio absurdo! Então, como as condições climáticas não permitiam, conseguimos realizar apenas os passeio ao longo do observatório público, que se estende por toda a área de Niagara Falls, e o Journey Behind The Falls.
– O Maid of the Mist é um passeio de barco pelo Rio Niagara que se aproxima bastante das quedas d´água. Para quem não gosta de passeios que molham, fique longe deste! 
Journey Behind The Falls é um passeio por um túnel construído atrás das Cataratas. Foi o que realizamos. Apesar de ser bem simples, ou seja, inclui apenas  o passeio no túnel, é interessante você observar e ouvir a agressividade das águas! O barulho é estrondoso!!!!! E foi lá que lemos sobre a queda do garoto de 7 anos, o único sobrevivente de Niagara Falls.
– A Skylon Tower possibilita uma belíssima visão das Cataratas e até de Toronto, em dias de visibilidade, que não foi o nosso caso.
– E no verão, eles fazem a iluminação noturna das Cataratas, além do show de fogos.
Se você vai viajar pelo Canadá, não deixe de passar em Niagara Falls. Vale muito a pena! Seguem as fotos:

É importante lembrar que o Canadá também possui normas rigorosas que proíbem dirigir sob o efeito de álcool. Como o Fábio era o motorista, eu me esbanjei na degustação dos vinhos:

Niagara on-the-Lake

Pelo caminho bucólico em Niagara Pky

Niagara River

Isso era neblina com gotículas de água das cataratas

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

10 thoughts on “Niagara Falls e Niagara on-the-Lake, no Canadá

  • 20 de março de 2017 em 17:59
    Permalink

    Boa tarde. Muito legal o blog, está sendo muito útil na programação da minha viagem ao Canadá em julho 2017. Será que você poderia me ajudar. Gostaria de saber como é o processo (e se vale a pena – pois após vou retornar para Niagara-on-the-lake) para passar para os EUA (tenho visto Americano) – tenho receio de perder muito tempo na aduana. Vi que você deixou o carro e passou a pé para o lado americano. Você não recomendaria passar com o carro?

    Resposta
    • 30 de março de 2017 em 17:20
      Permalink

      Olá, Gilson!
      Na verdade a gente não passou não… só mencionei que poderia passar. Mas também ficamos só do lado canadense. Preferimos não perder tempo.

      Resposta
  • 16 de agosto de 2015 em 12:59
    Permalink

    Estou pensando em ir de trem para Niagara Falls pra fazer o bate-volta. Saberia me dizer se é possível pegar um ônibus de Niagara Falls para Niagara on-the-lake para poder conhecer rapidinho a cidade e visitar uma vinícola?

    Resposta
  • 9 de maio de 2015 em 18:57
    Permalink

    Fabiane, boa tarde
    Farei esse trajeto descrito no seu post (por sinal muito bom, parabéns).
    Onde recomendaria hospedar: Niagara Falls ou Niagara on the lake?
    Há mais atrações recomendadas em Niagara On the Lake?

    obrigado

    Resposta
    • 13 de maio de 2015 em 17:50
      Permalink

      Olá, Lorenzo!
      Que bacana que fará este trajeto! Você vai amar tanto Niagara Falls quanto Niagara on-the-lake.
      Porque decidiu se hospedar lá?
      Não dormimos na cidade. Fomos bem cedinho e fizemos os passeios durante todo o dia.
      Em Niagara-on-the-lake, não me lembro de ter visto hotel por lá. E dei uma pesquisada agora, e vi a maioria B&B.
      Já em Niagara Falls tem mais opções de hospedagem. Se for realmente se hospedar por lá, recomendo que seja em Niagara Falls.
      Niagara on-the-lake é apenas uma estrada cênica linda! Um caminho lindo para percorrer… no máximo um café no centrinho da cidade!
      🙂
      Se tiver uma experiência diferente por lá, por favor, compartilhe conosco para ajudar outros viajantes!
      Abs e boa viagem!

      Resposta
  • 22 de outubro de 2013 em 02:39
    Permalink

    Obrigado pelas dicas. Estou indo amanhã com a familia nim carro alugado e por acaso a previsão do tempo é tempo fechado também. Abraço. Cristiano Arndt SC

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »