O que fazer em Belo Horizonte (com roteiro para um final de semana em BH)

Não sabemos explicar o motivo pelo qual até hoje não tínhamos escrito sobre Belo Horizonte no blog. Verdade seja dita: A Capital das Minas Gerais não é mundialmente famosa como Ouro Preto, ou outras cidades históricas como Tiradentes e São João Del Rei, etc. Fato é que BH é quase sempre ponto de partida para estas cidades, especialmente para visitas ao Inhotim, localizado na cidade de Brumadinho, cerca de 70 km da Capital. Viajantes e turistas em geral não sabem o que estão perdendo: Belo Horizonte possui programas e atrações que justificam uma visita, seja pelos seus pontos turísticos, pelos bares nacionalmente conhecidos, pelos festivais gastronômicos ou intensa vida cultural. Neste post, compartilhamos e sugerimos algumas dicas e roteiros para nossa querida Belo Horizonte durante um final de semana.

Seja Bem-vindo e: ENJOY!!

Aluguel de carro: Nossa sugestão é o aluguel de um veículo a partir do Aeroporto, seja de Confins ou Pampulha (alugue aqui). Belo Horizonte é uma cidade onde os principais pontos turísticos estão localizados a uma distância considerável uns dos outros e infelizmente o transporte público é muito deficiente. O veículo garante economia de tempo e independência para decidir o melhor roteiro. Dependendo do horário de chegada no aeroporto, é possível iniciar as atividades turísticas de imediato, visto que tanto o aeroporto de Confins quanto da Pampulha estão estrategicamente localizados a uma distância razoável da Lagoa da Pampulha, um dos principais pontos turísticos de Belo Horizonte e visita obrigatória para viajantes e turistas em geral. Só não se esqueça de deixando as malas no porta-malas, conferindo sempre que possível, e, de preferência, deixe o veículo em estacionamentos, pois a BH possui os mesmos problemas envolvendo furtos e roubos das demais capitais brasileiras. 🙁

Onde se hospedar: nossas sugestões de hospedagem em Belo Horizonte são:

Radisson Blu Belo Horizonte (Veja nosso review aqui):

Endereço: R. Lavras, 150, Bairro São Pedro, Belo Horizonte / MG – 30330-010 – Tel. (31) 3048-4250

IMG_0044
Foto Suíte Business Class

Mercure Belo Horizonte Lourdes

Endereço: Av. do Contorno, 7315 – Loudes, Belo Horizonte / MG – 30110-047 – Tel. (31) 3298-4100

IMG_0272

Promenade Toscanini:

Endereço: Rua Arturo Toscanini, 61, Bairro Santo Antônio, Belo Horizonte / MG, 30330-200 – Telefone: (31) 3064-2200

Suite Premium1

Uma opção mais em conta é o Ibis Budget (Endereço: Avenida Bias Fortes, 783 – Lourdes, Belo Horizonte – MG, 30170-011)

Roteiro (Chegada na Sexta-feira cedo e saída no domingo fim da tarde):

Sexta-Feira

Manhã

Ao sair do Aeroporto, como falamos anteriormente, você já pode iniciar seu roteiro.

1 – Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves: é a Sede do Governo de Minas e mais recente obra de Oscar Niemeyer em Belo Horizonte. Foi inaugurada em 2010, e o Palácio Tiradentes, além de belíssimo, impressiona por ser um dos maiores prédios suspensos do mundo. Endereço: Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/n – Serra Verde – Belo Horizonte/MG – Tel. (31) 98921-3796.

2 – Complexo arquitetônico da Pampulha: é uma das atrações mais visitadas em Belo Horizonte. O arquiteto Oscar Niemeyer projetou todo o complexo arquitetônico da Pampulha, que é composto por 4 edifícios (Igreja de São Francisco de Assis, Iate Tênis Clube, Casa do Baile e Museu de Arte da Pampulha – o antigo Cassino). De todos, o Iate Tênis Clube é o único que não pode ser visitado em seu interior, por tratar-se de um clube social particular, ou seja, o viajante/turista somente poderá admirar sua bela construção externa.

DCIM109GOPROGOPR9340.
Igrejinha da Pampulha
    • Igreja de São Francisco de Assis: Projetada por Niemeyer e construída em 1943, na verdade chocou a sociedade por tratar-se de uma construção tão moderna e arrojada. Naquela época, não conseguiram enxergar uma Igreja naquela construção, por incrível que pareça. Desta forma, somente em 1959, a Igreja realmente foi autorizada a realizar cultos religiosos. Os azulejos externos são obras de Portinari, os jardins de Burle Marx e as pastilhas de Luis Pedrosa. E a parte interna da “Igrejinha da Pampulha” possui um belíssimo painel de Portinari que representa a Via Sacra. Não deixe de visitar o seu interior! É belíssimo! Detalhe: o melhor lugar para fotos não é a parte frontal da Igreja, e sim o lado oposto da Lagoa da Pampulha. Entrada Gratuita. Horário de Funcionamento: de segunda a sábado e feriados, das 08h às 17h, e domingo, das 8h às 14h. Endereço: Av. Otacílio Negrão de Lima, 3000.
    • Iate Tênis Clube: projeto de Niemeyer, de 1942, construído com o objetivo de parecer um barco sobre as águas. Como falamos anteriormente, somente poderá ser apreciado na parte externa, pois trata-se de um clube social particular. Endereço: Av. Otácilio Negrão de Lima, 1.350.
    • Casa do Baile: Cerca de 500 metros à frente do Iate Tênis Clube, sentido Avenida Antônio Carlos, temos a Casa do Baile, que foi projetada em 1943, para ser um local de dança local. Em seu interior, frequentemente ocorrem exposições de arte e eventos culturais. Observem o painel com desenhos que foram feitos pelo próprio Niemeyer. Entrada: Gratuita. Horário de Funcionamento: de terça-feira a domingo, das 09h às 19h. Endereço: Av. Otacílio Negrão de Lima, 751. Tel. (31) 3277-7443
    • Museu de Arte da Pampulha: é o antigo Cassino da Pampulha e o primeiro da cidade. Foi fundado em 1942, e era palco de grandes atrações musicais. Na década de 40 e início da década de 50, tratava-se de um dos locais mais badalados de Belo Horizonte. Desse local é possível tirar as melhores fotos do Iate Tênis Clube. Entrada: Gratuita. Horário de Funcionamento: de Terça a Domingo, das 09h às 19h. Endereço: Av. Otacílio Negrão de Lima 16.585. Telefone: (31) 3277-7946.

13051729_1269416206419647_3621380306731325986_n3 – Mineirão: está localizado entre a Igreja da Pampulha e o Iate/Casa do Baile. Conhecido como “Gigante da Pampulha” estamos falando do famoso estádio Governador Magalhães Pinto, conhecido no mundo todo e palco do vexame do jogo entre Brasil e Alemanha (1 x 7), da Copa 2014.  Endereço: Avenida Antônio Abrahão Caran, 1001, Bairro São José.

A foto foi tirada durante um evento da Polícia Militar de Minas Gerais, no Estádio do Mineirão.

Ao lado do Estádio do Mineirão, temos o Estádio do Mineirinho, muito utilizado para shows musicais e jogos de Vôlei e Futsal. No espaço externo do Mineirinho, é realizada uma famosa Feirinha Gastronômica e de Artesanato, sempre as quintas-feiras e domingos.

Se tiver com crianças e com mais tempo, pode aproveitar para curtir os brinquedos e atrações do Parque Guanabara, localizado nas proximidades da Igrejinha da Pampulha. Endereço: Av. Otacílio Negrão de Lima, nº 3333-A.

Para experimentar as delícias gastronômicas de BH, abaixo algumas sugestões na região da Pampulha:

    • Na Avenida Fleming, próximo a Igreja da Pampulha (ver mapa abaixo), a avenida mais famosa da região, com diversos restaurantes e bares, onde você pode escolher desde os famosos “espetinhos” até “frutos do mar” ou comida japonesa  ! Ristorante Italiano Barolio, Filé Espeto e Cia, Surubim no Espeto, Burgueria Pampulha.
    • Para a deliciosa comida mineira, ou melhor, “jeito mineiro de ser”, recomendamos o Restaurante Xapuri , que desde 1987 é uma das referências da nossa Capital, com frequentes visitas ilustres, como artistas, jogadores de futebol e outras celebridades (preste atenção no quadro de fotos no local). Participa da Associação dos Restaurantes da Boa Esperança.
    • Perto da UFMG, para se esbaldar na típica comida mineira, outra dica preciosa: o excelente Restaurante Maria das Tranças Existem duas unidades: uma na região da Savassi, e outra no Bairro São Francisco, na Rua Estoril, 938. No site em destaque acima, está especificado apenas o endereço da unidade Savassi. Confirmados após contato telefônico que o restaurante do B. São Francisco está em pleno funcionamento. (31) 3441-1103.

Tarde:

4 – Check in no Hotel (ver nossas opções).

5 – Praça do Papa (Praça Israel Pinheiro): a praça ficou conhecida como “Praça do Papa” depois que o próprio Papa João Paulo II celebrou uma missa no local, realizada no ano de 1980. Inclusive, elogiou o “Belo Horizonte da cidade”. Depois da missa, foi erguido um monumento de homenagem ao ilustre visitante. Da praça, além do ambiente super agradável, tranquilo e espaçoso, tem-se uma bela vista da cidade, e, ao fundo, a Serra do Curral. Aproveite para observar as belíssimas casas do bairro Mangabeiras, que é considerado um dos bairros mais nobres de Belo Horizonte.

6 – Rua do Amendoim: ao lado da Praça do Papa, está localizada uma rua conhecida por uma “ilusão de ótica”: tem-se a impressão que os carros ali parados estão subindo uma leve ladeira, mesmo sem acelerar ou mesmo quando o carro está engrenado. Desperte seu lado de físico viajante! Algumas teorias malucas: a Serra do Curral possui um campo magnético, permitindo que os veículos se desloquem sozinhos!! A rua, que na verdade se chama Rua Professor Otávio Coelho Magalhães, ganhou até uma placa assumindo sua condição de “ponto turístico”, e é possível constatar com 5 minutos de observação: sempre um carro ou outro fazendo o “teste”. Na verdade, trata-se apenas de uma “ilusão de ótica!” O que parece ser uma subida, na verdade é uma descida!

7 – Mirante Mangabeiras: O Mirante Mangabeiras proporciona uma belíssima visão da cidade, do Bairro Mangabeiras e do Parque Mangabeiras. Tente visitá-lo no final do dia, para apreciar o belíssimo Pôr-do-Sol. Endereço: Rua Pedro José Pardo, 1000, Bairro Mangabeiras.

Ali perto, também, está a Praça da Bandeira que foi reinaugurada em 12 de dezembro de 1997, durante o aniversário de cem anos da cidade. Tornou-se o marco centenário de Belo Horizonte.

Aproveite para visitar o Néctar da Serra, famosos pelos sucos deliciosos e pela comida saudável! Para os belorizontinos, nada melhor que um suco do Néctar da Serra, pós caminhada na Av. Bandeirantes, ou até o café-da-manhã, simplesmente fantástico! Outra dica: visita obrigatória ao Fanny Bombons, muito famoso pela sua torta de chocolate e localizado a poucos metros do Néctar da Serra. Até hoje, não degustei torta de chocolate melhor que a da Fanny Bombons!!

Foto Divulgação da Torta de Chocolate da Funny Bombons!
Foto Divulgação da Torta de Chocolate da Funny Bombons!

Se estiver no clima de Happy Hour, não deixe de degustar algumas cervejas especiais na Confraria do Malte, loja especializada nesse segmento. Quase sempre acompanhado de um “food truck”, e frequentemente palco de vários eventos cervejeiros.

Noite:

Para finalizar seu primeiro dia em Belo Horizonte, nada melhor que uma Happy Hour, não é mesmo? E como diz o ditado, “se BH não tem mar, vamos para o bar!” E o que não falta são opções de bares na cidade. A região da Savassi possui inúmeros bares, pubs e restaurantes, dos mais simples aos mais sofisticados. Mas existem outras regiões (bairros) famosos pela vida boêmia e pela qualidade dos bares, onde destacamos o Prado, Sta. Tereza, Serra, São Pedro e Sion. São regiões que agradam o mais exigente viajante!!

Bem próximo ao Hotel Radisson Blu Belo Horizonte, é possível visitar os seguintes bares: Krug Bier, Statd Javer, Outback (no Pátio Savassi), Cervejaria Sátira, Redentor, Pinguim BH (choperia) e a  Walls Gastropub.

Outra excelente opção é fazer um pequeno tour pela Rua Pium-í, no bairro Sion, considerada atualmente uma das áreas mais boemias da cidade. São inúmeras opções e muito fácil de ser percorrido (dá para fazer um pub craw, como em Londres, ou seja, pular de bar em bar). Recomendamos os seguintes: Albanos (choperia), Bar da Neca (Rua Pium-í, 690), Cia do Boi, Itatiaia Radio Bar Gilboa.

Sábado:

Manhã:

Caso decida pelo café-da-manhã fora do Hotel ou mesmo um lanche no meio da manhã, anote na agenda: o melhor pão-de-queijo de Belo Horizonte fica na A Pão de Queijaria. São inúmeros tipos de PdQ, desde o tradicional, aos recheados, que são uma verdadeira refeição! Aproveite para tomar um café coado! Sinceramente: não existe coisa mais típica para os mineiros que pão-de-queijo e café coado na hora!!

IMG_0024

1 – Praça da Liberdade: além de tratar-se de uma praça muito charmosa e belíssima, está intimamente ligada com a história de Belo Horizonte. Sua construção foi iniciada no começo da fundação da cidade, entre os anos de 1895 a 1897, e foi construída para abrigar a sede do poder executivo mineiro, os famosos edifícios do Palácio do Governo (hoje simbólico, pois a sede do Governo foi transferida para a Cidade Administrativa em 2010), além das primeiras secretarias de Estado. No início de sua construção, abrigava o estilo neoclássico, mas com o passar dos anos, passou a se adequar a diversos tipos e estilos arquitetônicos.

Circuito Cultural Praça da Liberdade é um projeto do Governo de Minas, em que os prédios antigos da Praça da Liberdade e proximidade foram transformados em espaços interativos com grande diversidade: acervos históricos, artísticos e temáticos, centros culturais interativos, biblioteca e espaços para oficinas, cursos e ateliês abertos.

Em cada uma das atrações acima, colocamos um link redirecionando para o site com as informações sobre o local e visita. Talvez um dia seja pouco tempo para tantas atrações, ou seja, sugerimos que faça adequações de acordo com sua disponibilidade de tempo.

IMG_5585

Edifício Niemeyer:  é um dos prédios mais fotografados e conhecidos da cidade. Foi projetado por Oscar Niemeyer, e sua construção finalizada em 1960. Endereço: Praça da Liberdade, 153, Bairro Funcionários.

13051571_1269416229752978_3323794465859016265_n

Fome durante a visita às atrações? Parada obrigatória no Pizza Sur para as deliciosas empanadas!

2 – Basílica de Lourdes: aproveite para ver nossa belíssima basílica localizada na Rua da Bahia, 1596 (bem pertinho da Praça da Liberdade.

3 – Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem: ainda na mesma região, poucas ruas abaixo, fica uma belíssima igreja em estilo neogótico.

Veja o caminho entre estes três pontos:

Almoço: não poderíamos deixar de indicar o excelente Restaurante Dona Lucinha, localizado na região da Savassi, praticamente atrás do Radisson Blu Belo Horizonte (hotel que recomendamos por sua excelente localização e custo-benefício).

Ou se preferir, visitar a recém-inaugurada Hofbrauhaus Belo Horizonte. Dica: próximo ao horário do almoço a concorrência é menor e a possibilidade de entrar sem reserva é bem maior. De toda forma, prefira a reserva antecipada. Você pode fazê-la por aqui. Veja nosso post sobre a inauguração da casa aqui.

Outra dica: para visitar a HB, prefira táxi ou Uber, para depois continuar o tour de bar em bar na cidade. 😉

Noite: sugerimos um tour gastronômico/cervejeiro pelos bairros Prado ou Sta. Tereza (este também um bairro boêmio onde surgiu o movimento Clube da Esquina). Selecionamos algumas opções em ambos bairros da cidade:

    • Bar Patorroco (Prado): Sempre destaque no evento anual COMIDA DI BUTECO.
    • Agosto Butiquim (Prado): conhecido pelos excelentes eventos culturais.
    • Rima dos Sabores (Prado): excelente local com cervejas especiais e carnes exóticas!

13002355_1178914652143231_2739050729954237323_o
Romeu e Julieta Mineiro do Empório Viação Cipó
      • Bolão Santa Tereza: bar de fim de noite, cheio de comidinhas deliciosas! Sempre que passamos lá, pedimos macarrão à bolonhesa e omelete misto. O mexidão também é muito bom!
      • Empório Viação Cipó: delícia de “buteco” com cerveja gelada e muitos petiscos com toque de um chef. Experimente o Romeu e Julieta Mineiro! Delícia!
      • Bar Temático; típico “buteco” belorizontino.
      • Estação Parada do Cardosopizzas deliciosas e referência na cidade.

 

 

Domingo:

Manhã:

1 – Acorde bem cedo, e deixe para tomar o Café-da-manhã no Mercado Central de Belo Horizonte (abre às 07h, aos domingos). Nosso Mercado Central está entre os dez melhores do mundo! Você pode comer um pão-de-queijo recheado, ou uma deliciosa broa de fubá! Destaque para as delícias da Dona Diva. Lembrando que existem inúmeros outros estandes no local, e você pode comprar, ainda, produtos típicos de Minas, como queijos, doce de leite, fubá, etc. Endereço: Avenida Augusto de Lima, 744, Centro.

Praticamente ao lado, é possível visitar a Praça Raul Soares, as sedes do Atlético e Cruzeiro, os maiores clubes da cidade, além do Shopping Diamond Mall e outro edifício projetado por Oscar Niemeyer, o Conjunto JK.

2 – Feira de Artes e Artesanatos da Avenida Afonso Pena, ou como é mundialmente conhecida, Feira HippiePara ver o mapa da feira, acesse aqui.  Funcionamento: sempre aos domingos. Dica: chegue bem cedo e mantenha dinheiro, telefone e máquina fotográfica seguros. Aproveite inclusive para visitar o Palácio das Artes.

3 – Parque Municipal Américo Renné Giannetti (ou apenas Parque Municipal): é o principal parque da cidade. Projetado em estilo romântico inglês, com uma área de 182.000m², foi inaugurado em 1987. Entrada: Gratuita. Horário de Funcionamento: de terça a domingo e feriados, das 6h às 18h. Endereço: Av. Afonso Pena, 1377, Centro.

4 – Praça da Estação (Praça Rui Barbosa): é uma belíssima praça com o prédio que foi a Estação de Ferro Central do Brasil, hoje, é o Museu de Artes e Ofícios, e palco de eventos e shows da cidade.

Veja também:

Fique ligado nos eventos, shows e novidades de BH, no Guia BH, e no site de turismo de Belo Horizonte.

Confira também as feiras e alguns eventos anuais da cidade:

Se alguém tiver uma dica da nossa cidade, compartilhe aqui nos comentários, e vamos deixar este post rico em informações para outras pessoas!

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

2 thoughts on “O que fazer em Belo Horizonte (com roteiro para um final de semana em BH)

  • 24 de abril de 2016 em 20:02
    Permalink

    Adorei o roteiro! Vou aproveitar as dicas no nosso encontro de bloggers e vai ser ótimo reecontrar você! Beijos

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »