Visitando o Vaticano – Parte I

Educada nos moldes do catolicismo, participando ativamente como membro do coral de músicas da Igreja Católica do meu antigo bairro, sempre tive vontade de conhecer o Vaticano, apesar de, atualmente, seguir a doutrina Espírita.
O Vaticano ou Cidade do Vaticano é uma cidade-estado que existe desde 1929, e é sede da Igreja Católica. Possui, aproximadamente, 0,44km, o que o torna o menor Estado do mundo, com pouco mais de 800 habitantes, segundo o site de pesquisas Wikipédia.
Fonte: Wikipédia.
Quando escolhemos Roma, como nossa terceira cidade do roteiro de viagem à Europa, sabia que realizaria um grande sonho, não só meu, mas de muitos familiares e amigos católicos que também sonham em conhecer a sede da Igreja que seguem. Entretanto, fomos em Roma, e não vimos o Papa!
Aparentemente, conforme visão da foto acima, tem-se a impressão de que o Vaticano é apenas uma praça. Triste concepção de algumas pessoas de visão pobre da grandiosidade deste lugar. Acreditem: o Vaticano é uma cidade, que como tal, tem muitos pontos interessantes, que lhe trazem vasto conhecimento e muita cultura.
Meio de Transporte:
O meio de transporte para o Vaticano é muito eficiente (como em toda a Europa). Existem muitos ônibus que fazem o trajeto Roma/Vaticano/Roma, além do metrô, sendo que tivemos o contratempo de encontrar uma paralisação do serviço no dia, diante de uma manifestação dos trabalhadores, e assim, fomos de taxi, pelo valor de aproximadamente 30 Euros.
Curiosidade:
A guarda do Vaticano é realizada pela Guarda Suiça Pontifícia, desde 1506, que mantém seus curiosos uniformes típicos e tradicionais, de design de Michelangelo:
Tickets: 
Daqui do Brasil, reservamos a visita ao Ufficio Scavi, que é uma visita especial à Necrópole da Basílica, que abriga o túmulo de São Pedro, e adquirimos o ticket de entrada para o Museu do Vaticano.
Para visitar o Ufficio Scavi, é necessário enviar um email ao escritório ([email protected]), ou pelo fax +39 06 69873017, ou comparecer diretamente ao Escritório, situado à esquerda da “colunata de Bernini, com bastante antecedência.
No pedido, você deve indicar: número de participantes com precisão; nomes dos participantes; indicar o idioma para o guia que realizará a visita; período que estará em Roma, para que o gabinete melhor organize sua visita. Abaixo, segue nosso modelo de solicitação:
Good Afternoon,
I would like to visit the Necrópole.
– 2 people:
Fabiane Teixeira
Fabio xxxxx
Possible days to visit:
– November 16, 2011, from 1pm;
– November 17, 2011;
– November 18, 2011.
Languages: English or Spanish.
Thank you.

 

No mesmo dia, eles me responderam com o seguinte email:

 

 

Tão logo recebemos o email, com a informação acima, respondi com os dados do cartão de crédito (Visa, Mastercard e American Express), para pagamento do valor de 12 Euros por pessoa, observando as solicitações/considerações repassadas, e instantes depois, recebemos  a confirmação da visita, com as orientações do dia: vestimentas adequadas (não aceita mulheres com ombros descobertos), você deve chegar com antecedência mínima de 10 minutos no local, juntamente com o email de confirmação, não pode tirar fotos, e se sua bolsa for grande, deverá ser guardada em um armário no local. (Falarei melhor adiante).
Para visitar o Museu do Vaticano, adquirimos o ticket pela internet, no site do Museu (aqui), sendo que aceita a maioria dos cartões de crédito, e o preço do ingresso é de 15 Euros por pessoa.
Tivemos a informação de que a compra pela internet, evita as filas no Museu. Mas no dia, tivemos sorte e não tinha qualquer fila de turistas para a visitação. E logo que você entra no Museu, já visualiza o guichê para aqueles que adquiriu o ticket pela internet.
Outra informação importante, é que adquiri o ticket do museu, depois da confirmação da visita ao Ufficio Scavi. Como esta ocorreu às 11:15h, am, e tem prazo de duração em torno de 1:15minutos, agendei a visita ao Museu para as 14h, pois assim, teríamos tempo para almoçar.
Tempo para conhecer a cidade: 
O ideal é que você reserve um dia para conhecer o Vaticano, incluindo a visita ao Ufficio Scavi, à Basília de São Pedro, ao Museu do Vaticano, e redondezas. Fizemos assim, e foi suficiente!
Clima/Tempo:
A cidade tem invernos chuvosos (de Setembro a meados de Maio) e verões quentes (de Maio a Setembro).
Fomos em Novembro de 2011, e estava muito frio (cerca de 2 graus). Mas o céu estava em um azul incrível.
O que você pode fazer no dia? Nosso Roteiro:
Como agendamos tudo do Brasil, foi fácil organizar nossa visita ao Vaticano e redondezas:
– 08h: Tomamos café em uma Lanchonete próxima ao Vaticano (super caro! Não vale a pena!!!!);
– 09:00h – Visitamos o Castel San’t Angelo e Rio Tevere;
– 10:00h – Visitamos a Piazza San Pietro, a Basílica de San Pietro;
– 11:00h/12:15h – Visitamos o Ufficio Scavi;
– 12:30h/13:30h – Almoçamos;
– 14:00h/16:00h – Visitamos o Museu do Vaticano, Capela Sistina, Jardins do Vaticano e Biblioteca Vaticana.
– Logo depois do nosso café da manhã que valia ouro, partimos para a visitação ao Castel San’t Angelo:
Vista do Castela, da Ponte San’t Angelo.
Construído em, aproximadamente, 123 d.C., para ser o túmulo do Imperador Adriano e sua família, ainda continua impecável em sua estrutura e edificações.
Endereço: Lungotevere Castelo, 50, Roma
Horário de abertura: Fechado às segundas-feiras, demais dias 09h às 19:30h.
Valor da Entrada: 8,50€
Acesse o site do local aqui.
– Aproveite para ver as belas paisagens do Rio Tibre (Fiume Tevere), que corta a cidade de Roma:
Fiume Tevere (Rio Tibre), início do dia.
Rio Tevere, final do dia.
– Então, depois de conhecer o Castelo e observar a beleza do Rio Tevere, partimos para o Vaticano, começando pela Piazza di San Pietro:
A Praça de São Pedro situa-se em frente à Basílica de São Pedo, e foi desenhada por Bernini, no século XVII, em estilo clássico com barroco. Observa-se, ao fundo, um Obelísco de 40 metros erguido, em 1585, com uma cruz no topo.
É o primeiro ponto de encontro dos turistas com o Vaticano.
As cadeiras acima, em frente à Basílica, são para aqueles que se interessam em assistir à Audiência com o Papa (Udienza Papale), os quais deverão preencher o formulário do site, seguindo as orientações expostas lá. Não posso precisar mais detalhes, pois não consegui participar da audiência, devido à nossa incompatibilidade de horários e dia da mesma.
Segue abaixo, o mapinha da região do Vaticano, útil para você entender o local.
Basílica de San Pietro:
A Basílica de São Pedro é a maior igreja do Cristianismo, além de ser um dos locais mais visitados do mundo. Sua área é de 2,3 hectares, com capacidade de abrigar cerca de 60 mil fiéis.
Sua cúpula possui característica dominante do horizonte de Roma, adornada com 340 estátuas de santos, mártires e anjos, fonte de inspiração de Bramante, Michelangelo, Rafael e Bernini.
Seu interior é de extrema grandeza e requinte:
Justamente abaixo deste grandioso altar, está situado o Túmulo de São Pedro:
A Pietá, por Michelangelo.
E aqui, finalizou nossa visita à Basílica, e para não ficar muito extenso, continuarei as dicas e relatos da visita aos demais pontos do Vaticano em outro post.
Aguardem!!!!

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

5 thoughts on “Visitando o Vaticano – Parte I

  • 21 de março de 2012 em 16:15
    Permalink

    Oi, Fabi,

    O post resultou ótimo! Não bastassem o registro
    das atrações artísticas e turísticas, você deu
    o serviço completo, rsrs.

    Beijoca e boa tarde!

    Resposta
  • 21 de março de 2012 em 01:40
    Permalink

    Querida Fabi,
    MARAVILHOSO!!! ADOREI!!!
    Parabéns pelo dia do blogueiro!!!
    Quero aproveitar para escrever que ADORO você D+++ e que o seu cantinho é muito ESPECIAL!!!
    Grande beijo virtual, Irene

    Resposta
  • 20 de março de 2012 em 01:32
    Permalink

    O clima parecia ótimo, um dia lindo d+!!! E as fotos internas (externas tb, ora!) estão deslumbrantessssssss! Lindíssimas!

    Resposta
  • 20 de março de 2012 em 00:23
    Permalink

    Querida Fabi… Seu blog é um verdadeiro guia… Fiquei maravilhada com seu passeio… Quero ir também… Beijos!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »