Programando uma Road Trip pelos Estados Unidos

Como comentei no Post anterior, recentemente realizamos uma Road Trip pelos Estados Unidos, que entrou na minha lista de viagens prediletas. No total foram 6.000km de trajeto, incluindo as locomoções dentro das cidades que permanecemos mais tempo. 
O que você precisa saber e fazer para realizar uma viagem destas pelos Estados Unidos?
1º Passo – Estabeleça o Trajeto:
Não adianta tentar fazer um roteiro maravilhoso, mas que seja impossível de se realizar. Tem que ser algo viável, que seja confortável para o motorista e que traga diversão, em conjunto. 
Estabelecemos um limite de rodar no máximo 700km por dia, ou no máximo 8 horas por dia. Mais que isso, acredito que tornará a viagem bastante cansativa.
Desta forma, traçamos nosso roteiro de acordo com as cidades que gostaríamos de visitar. Mas encaixamos a rota de forma que contornássemos o Golfo do México, e conhecêssemos os Estados Unidos de forma diferente. E posso dizer que valeu a pena.

Nosso trajeto foi confeccionado de forma que partimos de onde foi a chegada do nosso Voo, com término na mesma cidade.
2º Passo – Estabeleça a quantidade de dias em cada Cidade:
Nossas cidades “âncoras” foram: Miami, Tampa, New Orleans, Atlanta, Orlando e Miami. Entretanto, como apenas algumas das Cidades permanecemos mais dias, como New Orleans, Atlanta e Orlando, as demais apenas dormimos para descansar e a viagem não ficar pesada demais.
Depois de estabelecida a quantidade de dias em cada Cidade, o ideal é que sejam realizadas as reservas dos Hotéis.

3º Passo – Reserva de Hotéis:
Depois que inventaram a tal da Decolar.com, infelizmente não utilizamos os agentes de viagem, apenas para alguma modalidade especial, ou que a circunstância exija. 
O site da Decolar.com é pratico, rápido e seguro. Até hoje, não tivemos qualquer problema nas reservas e pagamentos realizados. Diferente do que todo mundo acredita, eles prestam assistência! E em alguns dias anteriores à viagem, eles lhe encaminham uma cartilha com dicas do local, telefones para contato do Exterior, ou seja, vale a pena! 
– Em Miami (cidade que visitamos pela terceira vez), ficamos no mesmo Hotel da primeira vez, cujo custo benefício é excelente: o Thunderbird Beach Resort. Localizado na Collins Avenue, de fácil acesso, quarto com duas camas de casal, cozinha integrada, piscina, bar, restaurante, estacionamento e alguns quartos fazem frente para o mar.

Em ambos os dias, estávamos bem cansados (chegada e partida), então, acabei me esquecendo de tirar fotos. As fotos acimas são do Google. 
As diárias no Hotel são a partir de U$ 109.
– Em Tampa, escolhemos a rede Red Roof Inn, que é um estilo dos conhecidos “Motéis” Americanos (Hotéis de beira de estrada). As diárias variam a partir de U$ 46, com estacionamento:

As fotos também são do site do Hotel. Para permanência de um dia, como foi nosso caso, também recomendo esta rede.
– Em Bainbridge, já no Estado da Georgia, caminho para New Orleans, ficamos em outra rede Americana, a Jameson Inn, o qual achei super fofo! Estava um frio tão gostoso, e o hotel bastante aconchegante, mereceu até mesmo algumas fotos nossas:

As diárias variam a partir de U$ 69, com café da manhã. O hotel também conta com estacionamento, piscina, e recomendo a estadia nesta rede. Bem aconchegante!
– Em New Orleans, já no Estado da Louisiana, ficamos em outra rede conhecida nos EUA, o Super 8. E de todos foi o mais fraquinho. Bem básico, com estacionamento, estilo Red Roof Inn, apesar de ter um café da manhã estilo americano, o que poucos hotéis lá oferecem. 

Ele está a 15 minutos de carro do “miolinho” de New Orleans, da famosa French Quarter. E apesar de ser bem básico, nosso objetivo foi atingido: tomar banho e dormir, já que ficamos praticamente o dia todo fora até bem tarde da noite.
As diárias variam a partir de U$ 59.
– Já em Atlanta, na Georgia, foi a melhor de todas as estadias: ficamos na rede Marriot, que na verdade fica na cidade de Norcross, a 40 minutos do Centro de Atlanta.

Esta cama é dos sonhos!!!!! De todos os hotéis que já ficamos até hoje, esta cama foi a melhor de todas! Imagine um colchão que tem vários edredons? É mais ou menos assim a sensação.

Apesar de a diária estar em uma promoção bem bacana, pagamos em torno de U$ 45 (o único que reservamos através do Hotéis.com), o valor não incluía café da manhã. O valor do café da manhã é bem salgado, em torno de R$ 40,00 por pessoa. 
– Em Orlando, ficamos em um Hotel diferente da primeira vez que visitamos. Da rede Americana Rodeway Inn Maingate, o hotel é básico, como a maioria nos arredores. O preço é absurdamente barato: em torno de R$ 53,00 a diária, sem café da manhã. E para aqueles que se interessam em apenas curtir os parques temáticos, vale a pena! #hotelparadormiretomarbanho!

Compartilhando uma dica: eu sempre confiei nos Hotéis que ficamos, mas sem exageros. Sempre deixo minha mala fechada, com as coisas mais caras. O Fábio gosta de colocá-las no cofre. Nesta viagem, uma brasileira de Natal/RN, nos contou que sua máquina semi profissional foi furtada no Hotel, além de outras coisas como cremes, perfumes, etc. Então, fica a dica: todo cuidado é pouco.

4º Passo – Reserva de Veículos:

Nossa última tarefa da programação desta viagem, foi a reserva do veículo. Lembre-se sempre que, em viagens para os Estados Unidos, cujo limite de bagagem é de 2 malas por pessoa no peso de até 64kg, para despacho, e uma de mão, você vai ter muita bagagem! E como éramos 4 pessoas, seriam, no mínimo 8 malas grandes. Então, decidimos alugar uma Minivan, Dodge Gran Caravan, com 6 lugares. Mas na verdade, os dois últimos bancos foram utilizados para bagagem. Gente é perfeito!

Imagem da Internet

Durante o check in na Locadora, fique atento porque eles oferecem inúmeros serviços que você acha necessário. O único na verdade que é necessário é o seguro total. Além do GPS, claro. Para uma Road Trip é extremamente necessário!

Outra dica é para você sempre conferir o código PIN do GPS. Ele geralmente fica no contrato da locação. Em caso de Reset no GPS, você precisará dele.

O aluguel de veículo nos EUA não é caro, comparado com o Brasil. Mas vale a pena fazer uma cotação.

5º Passo – Cheque sua Carteira de Motorista:

A Carteira de Motorista é sempre exigida durante o check in, e com exceção da Flórida, que aceita a carteira de motorista dos Brasileiros, os outros Estados exigem a PID – Permissão Internacional para Dirigir (R$ 114,15). Ela é bem simples de retirar, quando solicitei a minha, em menos de 15 dias, ela já chegou pelo Correio. Ela é exigida em conjunto com a Carteira de Habilitação e Passaporte.

Conduzir sem habilitação nos EUA, gera uma multa de U$ 500, além de processo.

Maiores detalhes acesse aqui.

****

Estes são os procedimentos que você deve checar antes de realizar sua viagem. Agora quero compartilhar com vocês sobre a questão das estradas Americanas e sobre a Rest Area.

As Estradas Americanas:

Durante toda a nossa viagem, ficamos impressionados com as estradas Americanas. São perfeitas, o que viabiliza que você faça uma viagem bem mais rápida que o normal. Não vimos um buraco sequer, e em todo o percurso, apenas um “remendo” no asfalto, no Estado do Mississipi.

As rodovias “Interstates” são compostas de no mínimo 5 pistas para cada mão. Sem falar de um extenso canteiro que divide as pistas, causando um grande conforto e segurança, pois você não corre o risco de se deparar com um veículo na contra-mão de direção.

Postos de Combustível e Restaurantes:

Não é comum você visualizar Postos de Combustíveis, ou restaurantes na Estrada. Eles sempre ficam nas saídas. De tempo em tempo, você visualiza a placa informando quais restaurantes e Postos de combustíveis você encontrará naquela saída. Não precisa seguir com a esperança de que você encontrará alguma na estrada, porque você não encontrará! #fizemosisso!

A Rest Area

De 50 em 50 milhas, você encontra o melhor de tudo na estrada: a Rest Area.

A Res Area é uma área de descanso para o viajante. Você pode utilizar os banheiros (super limpos), telefones, contém mapas da região, máquinas de lanches e bebidas, além de bebedouros públicos. É tudo de bom e super bem cuidado!!!!!



As Rádios:

Durante toda a viagem, ouvimos as rádios via satélite. Ou seja, não tem aquele risco de você ficar sem ouvir um som, porque a rádio não atinge a transmissão.

***

Por enquanto é isso que tenho a dizer sobre nossa Road Trip pelos EUA. E adianto que gostamos tanto, mas tanto, que já estamos pensando na próxima!

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

14 thoughts on “Programando uma Road Trip pelos Estados Unidos

  • 28 de dezembro de 2013 em 17:21
    Permalink

    Oi fabi! Parabéns pelo blog!
    Estou programando roadtrip de new orleans até miami…. E adorei suas dicas. Quantos dias foram sua viagem? Tem alguma dica imperdível para esse trajeto?
    Abç
    Sarah

    Resposta
    • 29 de dezembro de 2013 em 19:07
      Permalink

      Que bom que gostou do Blog, Sarah!
      Volte sempre!!!!
      Bem, não deixe de passar em Tampa, e em Destin, uma praia fofa da Florida.
      Acho dois lugares imperdíveis pelo caminho de Miami a New Orleans…
      Boa viagem!

      Bjs

      Resposta
  • 21 de maio de 2013 em 19:32
    Permalink

    Oi Fabiane!

    Tô fuçando o seu blog em busca das suas experiências com road trips nos EUA!
    A impressão que eu tive ano passado foi a mesma que a sua… Estradas boas, infra estrutura ótima para os viajantes…
    Tenho apenas uma dúvida, aproveitando que você falou disso aqui… Ano passado dirigimos de NY-DC e pela Florida (pegamos o carro em Tampa e devolvemos em Miami). Esse ano a nossa viagem vai ser mais abrangente, vamos de Mineápolis até Nova Iorque. Uma das minhas dúvidas é sobre a PID, a permissão internacional. Eu li em vários blogs que nos EUA eles não pedem nunca, mas vi que vocês fizeram. Em algum momento ela foi pedida? Tanto nessa viagem sua do ano passado quanto nessa do Canadá desse ano?
    A gente até quer fazer a nossa PID, mas como nossas carteiras de motorista vão vencer no meio do ano que vem, a gente queria esperar renovar para fazer (aqui em SP a taxa é de 200 reais para emissão, que vai ser válida até o meio do ano que vem só…)

    Beijos!

    Marcela

    Resposta
    • 22 de maio de 2013 em 11:56
      Permalink

      Marcela,
      Primeiro, que delícia de viagem!!!!
      E estou achando ótimo ter encontrado pessoas que dividem desse hobby de realizar Road Trip.
      Bem, em Chicago, eu só retirei o veículo da locadora, porque apresentei a PID. Na Florida nunca nos exigiram, até porque, eu acredito, seja o Estado mais turístico dos EUA, onde muitos brasileiros vão diariamente. Vi uma notícia onde uma Lei foi editada exigindo a PID para conduzir veículos na Florida, agora em fevereiro de 2013. Pouco depois, a Lei foi suspensa. Leia aqui (http://viajeaqui.abril.com.br/materias/permissao-internacional-para-dirigir-florida-atualizacao-noticias)
      Eu realmente sugiro que um de vocês tire a PID, para não correrem o risco. Mesmo com a situação da vigência da carteira de vocês no próximo ano.
      No link abaixo, também informa os países onde você pode conduzir no Exterior, e que é necessário a PID.
      http://geo5.net/viagem/dirigindo-no-exterior
      Espero que tenha ajudado.

      Beijocas e boa viagem!!!!!!!!!!!

      Resposta
    • 22 de maio de 2013 em 12:34
      Permalink

      AAAi meu Deus!
      Pois é, ano passado eu retirei um carro na Flórida e o outro em NY que tem muito brasileiro né… Eles estão acostumados!
      Agora, esse ano vamos retirar em Mineápolis e devolver em Chicago e depois retirar em Chicago e devolver em NY… Que são cidades com bem menos brasileiros, especialmente em Mineápolis!
      Acho melhor providenciarmos mesmo… Estragar a viagem por causa de R$ 200,00 não vai compensar!
      🙂
      Beijos!

      Resposta
  • 26 de dezembro de 2012 em 20:32
    Permalink

    Querida Fabi,
    Como foi de Natal? Tudo bem?
    Passei para te desejar um Ano Novo com muita saúde, paz, amor, amizade, sucesso e prosperidade!!! Tudo de BOMMMM, amiga!!!
    Grande beijo, Irene

    Resposta
    • 27 de dezembro de 2012 em 19:32
      Permalink

      Natal foi ótimo, Irene!
      Tive um super presente… mãe estava internada e saiu antes do Natal. Passamos juntinhas!
      Obrigada e tudo de bom para vc tbm! Vou lá no Danni e Lype me atualizar…. rsss.
      Bj

      Resposta
  • 17 de dezembro de 2012 em 17:32
    Permalink

    Olá Fabi,
    fiquei de boca aberta com as fotos, tudo perfeito!
    Obrigada pelas dicas!

    Beijos, ótima semana!

    Resposta
  • 13 de dezembro de 2012 em 01:05
    Permalink

    Querida Fabi,
    Que viagem INCRÍVEL!!! AMEI!!!
    Hoje é 12/12/2012 e é uma data muito ESPECIAL carregada de energias boas conforme a numerologia (a soma dos números é 11). Nesse dia quero desejar muitas energias positivas para você e para toda sua família.
    Tudo de bom, amiga!!!
    Grande beijo e fica com Deus, Irene

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »