Dicas Gerais sobre St. Maarten/St. Martin (Caribe)

Fiz uma apanhado geral sobre algumas dicas da nossa viagem a St. Maarten/St. Martin, no Caribe. E demais dicas, serão compartilhadas separadamente nos próximos posts.

Localização:
A Ilha de St. Maarten/St. Martin está localizada no extremo norte, ao leste, em um conjunto de arquipélagos do Caribe:

St. Maarten/St. Marteen possui dupla colonização: Francesa e Holandesa. O lado sul, St. Maarten, é de colonização Holandesa, e o lado norte, St. Marteen, ou St. Martin, é de colonização Francesa. 

Como pode se verificar do mapa acima, existe uma linha divisória, que divide o lado Francês do lado Holandês. Entretanto, esta divisão é praticamente no papel, uma vez que não possuem barreiras para se passar de um lado a outro. Trata-se apenas de uma placa de boas vindas ao Lado Francês da Ilha:

Visto:
Para permanência de até 3 meses, não é necessário o visto de entrada no País para os Brasileiros. Li em alguns sites sobre a necessidade de visto para aqueles que se hospedarem no lado Francês. Entretanto, como não nos hospedamos no lado francês, não tenho como precisar esta informação.

Idioma

No lado francês, é bastante usual o idioma francês. Entretanto, é bastante comum ouvirmos o Inglês. Já no lado Holandês, é oficialmente utilizado o Inglês.

Moeda:

O Dólar é a moeda utilizada oficialmente no lado Holandês. Já no lado Francês, tem-se o Euro e em alguns estabelecimentos o Dólar. A maioria dos lugares aceita Dólar. Mas caso realizar o pagamento através de Cartão de crédito, a cotação é do Euro. Ou seja, é muito mais vantajoso pagar em dinheiro no lado Francês, uma vez que a cotação do Euro é bem maior que a do Dólar.

Quando ir:

O tempo mais seco vai de de dezembro a maio, que é a alta temporada da Ilha (isso significa que os preços são exorbitantes!). Já de junho a novembro é a época do verão oficial do Hemisfério Norte, então a possibilidade de chuvas é maior. Durante nossa estadia, em julho, tivemos apenas algumas pancadas de chuva, mas que não duravam muito tempo, em 3 dias. Demais dias, o sol e calor foram intensos.

A possibilidade de furacões ocorre a partir de julho, com a maior possibilidades a partir de agosto. Entretanto, é bastante remota, e pouquíssimas foram as as vezes que um furacão incomodou a região.

Aluguel de carro

Extremamente útil e necessário. Locomover-se pela Ilha sem carro, é quase impossível! Não se trata de uma ilha para você dar alguns poucos passeios. St. Maarten/St. Martin possui infindas oportunidades de divertimento e exploração. Sem falar que aluguel de carro é bem em conta (o aluguel de um Corolla é em torno de U$ 70 dólares a diária, com seguro e quilometragem livre).

Onde se Hospedar:

Há grande variedade de hospedagem em St. Maarten/St. Martin.

A hospedagem que podemos sugerir é do Divi Little Bay Beach Resort, localizado na península de Little Bay, com o melhor custo benefício na nossa opinião (Diárias para apartamento de luxo, de frente para o mar, a partir de U$ 227 (preços para alta temporada).

Vejam as fotos do paraíso que ficamos hospedados durante 10 dias no Caribe:

Uma das piscinas do Resort

Banheira de Hidro na área da piscina

Outra piscina do Resort

Praia praticamente privativa do Resort

Então, está recomendado a hospedagem no Divi Little Bay Beach Resort, localizado no lado holandês, a poucos minutos da famosa Front Street, em Philipsburg, com excelente infraestrutura e atendimento.

Para não ficar um post muito extenso, comentarei em outra oportunidade sobre as praias, restaurantes, agito, etc…

Até lá!

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

One thought on “Dicas Gerais sobre St. Maarten/St. Martin (Caribe)

  • 6 de novembro de 2012 em 23:38
    Permalink

    Querida Fabi,
    Que lugar é esse, amiga? Que PARAÍSO!!! AMEI!!!
    Desculpa pela minha ausência… Estou bem enrolada… Mas, é sempre DELICIOSO passar por aqui… É uma forma de restabelecer as energias mesmo sem sair de casa…
    Grande beijo, Irene

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »