Visita ao Estádio Rose Bowl – Pasadena – Los Angeles (Brasil Tetra/1994)

Fábio Almeida
E aqui estamos mais uma vez no Blog Viagens e Vivências… E mais uma vez compartilhando nossa experiência numa visita a um Estádio de Futebol.
Hoje não vamos falar de um Estádio qualquer, e sim da Arena onde o Brasil sagrou-se Campeão do Mundo de futebol em 1994, com aquele time até certo ponto burocrático, com uma defesa forte e um ataque avassalador com Romário e Bebeto.
Lembro como se fosse hoje daquele 17 de julho de 1994, quando em companhia de alguns amigos assistimos àquela final num bar localizado na região do Bairro Coração Eucarístico, cidade de Belo Horizonte/MG, e logo após, a comemoração no alto da Avenida Afonso Pena noite adentro, com direito inclusive a trio elétrico, muito comum na época.
E depois de muitas idas e vindas, praticamente 20 anos depois…
20 anos depois, no local do TETRA
Durante nossa última Road Trip pelos EUA e Canadá, tivemos a ótima ideia e a felicidade de incluir no nosso roteiro a belíssima cidade de Los Angeles, e como óbvia consequência, a visita ao Estádio Rose Bowl, localizado no subúrbio da cidade, cerca de 45 minutos de carro.
A capacidade oficial do Estádio é de 92 542 espectadores, e possui esse nome devido as mais de 100 variedades de rosas plantadas em volta do Estádio.

A arena é um importante palco do futebol americano, onde foram realizadas cinco edições do Super Bowl e onde acontece anualmente a partida mais prestigiada da liga universitária. Além disso, o local recebeu a decisão da medalha de ouro do Torneio Olímpico de Futebol Masculino em 1984, quando 101.799 pessoas viram a França derrotar o Brasil por 2 a 0.

Chegamos ao Estádio por volta das 12hs e tivemos sorte, pois não sabíamos se realmente existia visita guiada pelas suas dependências, e conseguimos comprar os tickets para o tour das 1230hs, ao preço de $ 17,50.
Um pouco de história do futebol num dia nublado
Aos poucos, outros aficcionados foram chegando, e iniciamos as atividades no horário marcado, com num pequeno grupo de cerca de 12 pessoas, guiados por uma americana muito simpática e comunicativa.
Início das atividades do dia
Fato interessante: no entorno do Estádio, tivemos a confirmação que na verdade, os Estados Unidos são o verdadeiro país do futebol…FEMININO!! Veja o vídeo e comprove!!
Após uma pequena apresentação da guia sobre o Estádio, que nos relatou as informações básicas descritas no início deste post, iniciamos a visita pelas arquibancadas inferiores. Em comparação com os novos Estádios brasileiros construídos para a Copa do Mundo/2014, digo sem qualquer medo de errar: trata-se de um colosso sim, mais um colosso ultrapassado, seja pela qualidade das cadeiras (ou a falta delas em alguns locais), seja pelo conforto (ou a falta dele em boa parte do Estádio) ou ainda pela estrutura deficiente. É fácil constatar pela foto que o Estádio encontrava-se em reforma na data de nossa visita, inclusive com a troca do gramado.
Viva o Brasil!!
What time is it?
Vista privilegiada para os jogos
O Estádio possui extensa área destinada aos bares e lanchonetes. Ao contrário da maioria dos Estádios Brasileiros, fica localizado praticamente fora do Estádio.
O Estádio possui uma área específica onde estão registrados para toda eternidade os grandes jogos de sua história.
Galeria dos jogos históricos
Rose Bowl na imprensa

O tour continua pelas arquibancadas em direção aos camarotes.

Nesse momento não resisti!! Na área reservada para a imprensa, no local onde encontravam-se o narrador Galvão Bueno e o Rei Pelé em 1994 durante a final da Copa do Mundo 1994, e no exato momento em que o craque italiano Roberto Baggio isolou a bola na última cobrança de pênaltis, repeti as palavras inesquecíveis emitidas pelo narrador: “É TEEEEETRAAAAA, É TETRAAAAAA, É TETRAAAAA…”
 
Impressionante reviver aquele momento!!
Por alguns minutos fiquei olhando para o gol onde o Baggio errou o último pênalti…Afinal de contas, ver o Brasil Campeão do Mundo era um dos meus maiores sonhos quando criança…
Camarotes com vista privilegiada e muitas regalias
Vista privilegiada dos camarotes
Lado externo do Estádio. Vista do alto dos camarotes
Última parte de nosso tour: área reservada para a imprensa e os vestiários dos jogadores.
Área reservada para a imprensa
Parte externa do Estádio
Vestiários
E assim encerramos nossa visita pela casa do Tetracampeonato Mundial, obrigatória para os amantes do futebol. Relembrando que os tuors ocorrem sempre de quinta a domingo, às 10:30h e às 12:30h com a duração de cerca de 1h30min.
 

 

Fábio Almeida

Major, 43 anos, conhece 38 países, viajante inveterado, cinéfilo, apreciador de vinhos e cervejas especiais, fotógrafo amador, viciado em natação, corrida e quadrinhos! Força na Luta! Sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »