Explorando os principais pontos turísticos de Praga – Parte 1

 

Praga é uma cidade maravilhosa para andar a pé!!!Como disse no outro post, nosso carro ficou no estacionamento do hotel, e de lá partimos de transporte público até Staré Masto (Old Town ou cidade velha), onde nos encantamos e revivemos tudo que foi dito nas aulas de história, sobre a Idade Média: imagine uma cidade murada, castelo, praças com igrejas de torres altas, ruelas, pórticos e pontes! E apesar de ser uma sobrevivente de guerras e inúmeros conflitos políticos, é até hoje muito bem conservada!

Staroměstské
náměstí

 

Old Town
Nada melhor que começar o passeio pela cidade da Staromestské námest, que é a Praça Central de Praga. A praça está sempre cheia de turistas e moradores locais, além de possuir a famosa Catedral de Tyn (em estilo gótico), a Catedral de São Nicolau (em estilo barroco), e o Orloj (relógio astronômico). Lá você encontrará alguns restaurantes, que são mais caros que os mais afastados da praça.
Orloj ou Prague Astronomical Clock é um relógio astronômico que foi criado em 1410, depois, reformado em 1552. e continua como é até hoje.

 

 

O relógio, que se tornou atração imperdível em Praga, foi construído na parede lateral da Prefeitura/Câmara Municipal da cidade velha de Praga, e se destaca por três elementos: o mostrador astronômico, que representa a posição do sol e da lua no céu; a “Caminhada dos Apóstolos”, que se dá através de um show mecânico que acontece a cada hora cheia, com as figuras dos apóstolos e outras esculturas como bonecos, um soldado que toca trombeta, e até uma caveirinha muito simpática, que representa a morte; e o terceiro é um calendário com medalhões representando os meses ou os signos do zodíaco. Para ser sincera, achei o show da Prefeitura de Munique muito mais interessante! Mas não pode deixar de ir assistir, já que um ponto memorável de Praga.
Uma dica que vale muito a pena é subir na torre do Orloj, já no finalzinho do dia, para assistir ao pôr do sol. É belíssimo, e vale muito a pena a visão que se tem da cidade! E para isso, dirija-se a um guichê ao lado direito do relógio (Cash Desk – The Tower), de frente para a igreja, compre seu ticket (220 Czk, em maio de 2014), e volte na entrada à esquerda do relógio (tem elevador e escadas).

 

O observatório da torre é muito pequeno. Eu li alguns comentários que no começo da manhã é melhor, pois era mais cheio no final do dia. Mas valeu tanto a pena assistir ao pôr do sol de lá, que preferimos tolerar o local mais cheio mesmo. De lá, você avista diversos locais em Praga, como o Castelo, Igrejas, etc, conforme as fotos abaixo:

 

Castelo de Praga

 

 

 

Ainda na mesma praça, fica a charmosa Church of the Virgin Mary Before Tyn (Kostel Panny Marie pred Tynem): trata-se de uma igreja em estilo gótico, com torres bem altas, que se tornou um dos cartões postais de Praga. Foi construída por volta do ano de 1385, e uma curiosidade é que a Igreja parece não ter porta de entrada, já que existem restaurantes à sua frente. Como a igreja foi tomando um ponto importante na cidade, ela foi se expandindo até o ponto máximo do limite de seus vizinhos (literalmente limite!). Descobrir a porta de entrada é um grande desafio! Nós mesmos demos quase duas voltas até descobrir sua entrada.

 

Para quem não quiser descobrir por si só, o Blog Viagens e Vivências conta para facilitar a sua vida (em frente à igreja, a foto abaixo dá para ver dois arcos na frente da igreja, é o arco da esquerda. Siga-o até o final, entre os restaurantes!).
A Igreja de São Nicolau, de 1702, é uma belíssima construção barroca em Praga! Está cotada entre uma das mais belas da Europa Central. Seu telhado e cúpula destacam-se entre os demais da Cidade Velha. Sua história está vinculada com Mozart, que tocou diversas vezes o órgão monumental da Igreja, quando estava na cidade. Conta-se que, em dezembro de 1791, depois da sua morte, uma missa requiém foi organizada em sua homenagem.

 

A Torre de Pólvora, construída em 1475, é a única que restou das 13 que faziam parte da muralha que protegia a Cidade Velha, no sécula XVII, quando deixou sua função e virou apenas um armazém de pólvora. É possível subir em sua torre.

 

 

Outro ponto muito visitado em Praga é a Karluv Most, ou a Ponte de Charles. Também em arquitetura gótica, é exclusivamente para pedestres, e utilizada para chegar ao Castelo de Praga, ou para o outro lado da cidade.
Sua construção iniciou-se em 1357, a pedido do Rei Carlos IV. Era o principal ponto que ligava a cidade velha à cidade nova. A Ponte tem 516 metros de cumprimento, por 10metros de largura, e se encontra apoiada em 16 arcos, além das 30 estátuas ao longo do caminho, de ambos os lados da ponte.
Para quem quiser tirar uma foto aérea bem bacana da ponte, suba na Torre, logo no começo da Ponte, do lado da cidade velha.
Na foto, dois pontos de interesse: O Castelo de Praga e a Ponte de Carlos

 

Ponte de Carlos

 

Uma das estátuas que mais chama a atenção dos turistas é a de John Nepomuk (São João Nepomuceno). Conta-se que João Nepomuceno foi jogado da ponte por ordem de um rei, por não revelar um dos segredo confiado pela rainha. Depois de então, virou ritual atravessar a ponte, e tocar na estátua do Santo, que supostamente traz boa sorte e garante um retorno à Praga.

Por via das dúvidas, tentamos garantir nosso retorno à cidade!

Um passeio que sugiro em Praga é de barco pelo rio Vltava e canal Certovka, conhecido como a Veneza de Praga. Infelizmente não fizemos, mas parece ser incrível!
Foto PhotoPrague,net
Veja mais sobre o passeio neste link.
No próximo post, falaremos sobre o Castelo de Praga. Aguardem!

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

2 thoughts on “Explorando os principais pontos turísticos de Praga – Parte 1

  • 10 de novembro de 2014 em 05:41
    Permalink

    Olá!
    Li um post no blog só que do ano passado, falando de st maarten porém só encontrei a parte 1. Você chegou a escrever a parte dois? Vou pra lá mês que vem e fiquei super curiosa em saber o nome da sua praia preferida!! Se puder responder, agradeço muito 🙂
    Ótimo seu blog, parabéns!!
    Veronica Freitas

    Resposta
    • 10 de novembro de 2014 em 10:15
      Permalink

      Olá, Verônica!
      Menina, que vergonha!
      Acabou que fiz outras viagens, e fui deixando para trás o restante de St. Maarten! Vou tentar escrever nos próximos dias, ok?
      A minha praia preferida é Mullet Bay! Hahahaha!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »