Conhecendo Praga

Praga foi mais uma das cidades escolhidas para nossa road trip, em maio de 2014, quando passamos por Viena, Salzburg, Hallstatt, Munique, Fussen, Dachau, Landsberg am Lech, Praga e Cesky Krumlov. Cada uma destas cidades tem seu charme especial, e é difícil escolher a que mais gostamos. (Viena, Salzburg e Hallstatt já tem posts aqui no blog).
Praga é uma cidade que encanta os turistas, especialmente nós, brasileiros, pelos preços totalmente diferenciados do restante da Europa, já que eles não aderiram ao Euro. Além disso, tem cervejas e uma gastronomia deliciosas! E apesar de parecer uma cidade pequena, desbravando as ruas você vê que não é bem assim. Mas fizemos tudo a pé, em caminhadas leves, sem nenhum problema!
Praga, por ser sobrevivente de guerras e inúmeros conflitos políticos, foi chamada de “joia de pedra”, e é considerada uma das cidades mais bonitas do leste europeu, motivo pelo qual, tornou-se patrimônio histórico da humanidade pela Unesco. 
Como dá para ver do mapa abaixo, Praga situa-se às margens do Rio Vltava, motivo pelo qual existem inúmeras pontes lindas, em especial, a mais conhecida e visitada, a Ponte Carlos, ou Karlúv Most, que liga a cidade velha (Staré Mesto) e a cidade pequena (Malá Strana). 
Onde se hospedar?
Como estávamos de carro, então todas as nossas pesquisas foram direcionadas para hotéis com estacionamento incluso. As hospedagens variam a partir de 50 Euros, e o melhor local para se hospedar é na área do mapa abaixo, pois você pode deixar o carro no hotel (se estiver de carro), e fazer tudo a pé, tranquilamente, já que a cidade não tem morros, apenas a caminho do Castelo de Praga e do Monte Petrin:
Infelizmente, reservamos a estadia em Praga muito próximo da nossa viagem, motivo pelo qual tinha pouquíssimas opções (e a cidade estava bem cheia!). Assim, ficamos hospedados no Iris Congress Hotel, que está a 15 minutos de transporte público do centro. O hotel não teve nenhuma desvantagem: estacionamento gratuito, limpo, confortável, internet e café da manhã bem farto. O transporte público está a apenas duas quadras do hotel (muito perto mesmo!). E o hotel é bem interessante porque fica no complexo de uma arena de futebol! Alguns dos quartos tem vista para o campo (já viram isso?), além do complexo possuir atividades desportivas, pagas a parte (nota 8.2 no Booking.com)
Mapa da locação do hotel até o centro
Iris Congress Hotel

Iris Congress Hotel
Idioma:
O idioma oficial na República Tcheca é o Tcheco. Não queira entendê-lo se você não tem qualquer experiência, ou nunca teve contato com a língua. É muito difícil. Mas como o país é muito receptivo, eles falam em inglês também, e os tchecos são muito gentis e educados. 
Apesar das placas serem também no idioma tcheco, eles sempre colocam a placa em inglês também:
Moeda
Apesar da República Tcheca fazer parte da União Européia desde maio de 2004, o país ainda não aderiu ao Euro. Então sua moeda oficial é a Coroa Tcheca CZK. Como estávamos indo da Alemanha para Praga, estávamos com Euro e não ficaríamos muitos dias no país, decidimos trocar só um pouco para a moeda local. Lembrando que é sempre bom perguntar nos locais, se aceitam cartão de crédito. É muito comum não aceitarem cartões de crédito na Europa.
Dirigindo na República Tcheca:
Para quem ainda não leu, fiz um post falando sobre andar de carro pela Europa, inclusive sobre o selo pedágio, que é exigido em alguns países, como na República Tcheca. 
Se você estiver de carro pela Europa, logo que cruzar a fronteira, compre o Vignette, ou confira se a sua locadora de carros já incluiu no valor do contrato (o nosso já estava incluso). 
Em Praga, o trânsito é bem intenso! Então, não dá muito para circular de carro pelo centro. Sem falar que muitas das ruas são apenas para o trânsito de pedestres. 
Os estacionamentos em Praga seguem três zonas: zona laranja, zona verde, e zona azul. Verifique em qual delas está estacionando para não ter seu carro multado ou até rebocado, já que elas variam de 1 hora, 6 horas, e o dia todo (que é reservada para moradores da cidade e empresas localizadas naquele distrito). 
Meio de Transporte:
O melhor meio de transporte em Praga é o transporte público. Você vê muitos bondes pela cidade, além de ter o metrô que é bem eficiente. Andamos somente de bonde, e eles ficam bem cheios! Mas, apesar de ser mais lenta a locomoção, as pessoas descem em diversos pontos, o que faz com que alguns lugares vaguem.
Os bilhetes são comprados nas estações de metrô, bancas de revista e algumas lojinhas. Depois de adquirido, a primeira vez que você entrar em uma estação de metrô, ou em um bondinho, você deve introduzi-lo na máquina registradora (elas costumam ser amarelas), uma única vez. Depois do registro, você deve apenas portá-lo consigo durante a validade. Caso não esteja com ele, mesmo que tenha comprado, você estará sujeito a multa da fiscalização. Nós fomos fiscalizados uma única vez em Praga.
Comida: 
A comida em Praga é bem saborosa! Fácil de degustar, e quase impossível dizer o nome do prato. Não espere por arroz ou feijão! Para acompanhar quase sempre é pão e batatas. Para sobremesa, a cozinha tcheca sugere uma espécie de biscoito (bolacha) gigante.
De tudo que se tem pro lá, dois nomes ficarão na sua cabeça enquanto estiver por lá: Goulash e Trdelnik ou Trdlo. O Goulash é uma espécie de carne picadinha (pode ser de boi ou porco), com um molho mais forte, acompanhado de knedliky, que é uma massa cozida que se parece com um miolo de pão, e uma cebola picadinha. É delicioso!!!!

Já o Trdelnik é uma espécie de pãozinho doce muito bom! Só que é um pouco enjoativo e grande! O que pedimos daria perfeitamente para nós dois! Ela é uma massa que eles passam em um rolo, e depois de assada, é servida com açúcar e canela. Ela fica uma casquinha oca, como nas fotos abaixo, e é vendida em diversos pontos da cidade (numa espécie de quiosque):

 

Cervejarias imperdíveis:
Um lugar que você realmente não pode deixar de ir em Praga é na cervejaria mais antiga da cidade, de 1499, a U-Fleku. O ambiente é super bacana, descontraído, bom para jovens, terceira idade, casais, família com criança. E enquanto você degusta uma excelente cerveja tcheca, curte o som de uma sanfona ao vivo. Conta-se que é a U-Fleku é a única cervejaria da Europa Central que produziu a bebida por 500 anos ininterruptos. 

A cerveja escura de confecção da U-Fleku é muito boa! E este copinho na frente é um digestivo servido durante um ou outro copo de cerveja. Inclusive o digestivo é tão famoso na cidade que tem até museu, com direito a tour e degustação.

O local tem muitos pratos, mas não resistimos ao Goulash!

Outro local que nós adoramos foi o U Pinkasu, que é um bar bem antigo, com boas cervejas, e comidas deliciosas! Foi lá que experimentamos o primeiro Goulash! O bar conta com dois ambientes, sendo que ficamos em um descoberto, no interior do local. Excelente e recomendamos!
Para quem sentir saudade da comida brasileira, tem o Ambiente Brasileiro, localizado bem atrás do Orloj (relógio Gastronômico) – End. U Radnice 8/13, Praga.

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

2 thoughts on “Conhecendo Praga

  • 15 de outubro de 2015 em 13:35
    Permalink

    Хочу выразить Вам огромную благодарность за эту полезную информацию! Я уверена, что она внесет большой вклад к подготовке к экзамену и поможет написать его хорошо.
    gioielli cartier replica [url=http://www.bestcalove.com/it/]gioielli cartier replica[/url]

    Resposta
  • 2 de novembro de 2014 em 12:45
    Permalink

    Nossa Fabi, e essas comidas?? Babei aqui!!!
    E Praga, que linda!! Já ouvi muitas pessoas dizendo que deveria ser o último lugar a visitar, pois depois dela todas as cidades não parecerão tão lindas…..não sabia que eles n aderiram ao Euro, bom saber!!!!
    Beijoss

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »