Mandarin Oriental Hyde Park: perfeito para lua-de-mel em Londres

Procurando romantismo em Londres para passar a lua-de-mel? O renovado e luxuoso Mandarin Oriental Hyde Park é uma escolha perfeita!

Nossa terceira vez em Londres, e voltamos novamente no Mandarin Oriental Hyde Park, mas desta vez para nos hospedar por dois dias. Nas palavras do Fábio, “fechamos nossa viagem com chave de ouro”, nas minhas palavras, “a melhor opção de hospedagem para lua-de-mel em Londres”! E o porquê, você vai entender neste post!

Quando conhecemos Londres pela primeira vez, em outubro de 2015, tivemos um chá-da-tarde no Rosebery Lounge, anexo ao Mandarin Oriental Hyde Park. Foi nosso primeiro contato com o grupo, e fiquei deslumbrada com nosso momento glamour. Desde nossa chegada, até nossa saída, ficamos realmente impressionados com o atendimento, estrutura, qualidade dos itens servidos no chá, o ambiente, a vibe.

O chá da tarde é uma experiência tipicamente britânica, e estando em Londres é algo que você não pode deixar de ter. É como se você for à Itália e não comer uma massa, por exemplo. E o chá da tarde do The Rosebery é uma experiência memorável!

The Rosebery – um maravilhoso chá-da-tarde em Londres

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para ler o post sobre nossa experiência no The Rosebery, clique aqui. Para fazer uma reserva, checar os menus, valores ou outras informações, clique aqui. A partir de 56 Libras por pessoa.

O Hotel:

O Mandarin Oriental Hyde Park está situado em um prédio do ano de 1887, que naquela época era um dos edifícios mais altos de Londres, com aproximadamente 30 metros de altura. Sua localização é extremamente privilegiada, em frente ao Hyde Park, a poucos metros do famoso Harrods, em pleno coração da Knightbridge.

Mandarin Oriental Hyde Park com frente para a Knightsbridge Road

Desde então, o prédio vem sendo utilizado como hotel e visitado por aristocratas, diplomatas, estrelas de cinema e socialites, o que consolidou sua reputação e referência para os membros da alta sociedade.

Apesar do Mandarin Oriental Hyde Park estar localizado em um belíssimo prédio com mais de 100 anos, apenas em 1996, o grupo Mandarin Oriental o comprou por 86 milhões de Libras, sendo que, pouco depois, o hotel passou por uma grande reforma de 57 milhões de Libras… pensem!

Em 2015, fizemos um tour pelo hotel e ficamos apaixonados com as dependências que visitamos. Um luxo, um charme, um bom gosto sem igual:

O charme dos porteiros do Mandarin Oriental Hyde Park, durante nossa visita em 2015

Mas não ficou por aí, em 2016, o Mandarin Oriental Hyde Park iniciou uma reforma multimilionária com objetivo de consolidar-se ainda mais como um dos melhores hotéis do mundo. E a designer internacional Joyce Wang se inspirou na tranquilidade do vizinho Hyde Park para repaginar este hotel que já era incrível. O resultado ficou ainda melhor:

Mandarin Oriental Hyde Park depois da reforma, em 2019

As cores suaves escolhidas por Wang buscam a tranquilidade em meio a agitação Londrina.

Detalhes do loby do Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

Mas antes de contarmos sobre os detalhes da nossa hospedagem, veja algumas curiosidades do Mandarin Oriental Hyde Park:

  • O prédio foi construído em 1887, para ser um clube residencial;
  • Em 1889, o edifício já foi o mais alto de Londres, após protestos mal sucedidos para reduzir as restrições de edifícios de 100 pés para 60 pés;
  • Em 1902, foi inaugurado como Hyde Park Hotel com 268 quartos de hotel;
  • Quando Mahatma Ghandi se hospedou no hotel, um cabra foi ordenhada todos os dias para servir à Sua Santidade;
  • Sir Winston Churchill foi um convidado muito presente no hotel. Conta-se que certa vez, ele estava retornando ao hotel por volta das 5a.m, quando sentiu muita fome. Então, como ainda era cedo e o café-da-manhã ainda não havia sido servido, ele ofereceu dois charutos ao Chef do hotel em troca de comida. 
  • A entrada principal do hotel era pelo Hyde Park. Entretanto, o hotel teve que alterar sua entrada para a Knightsbridge, pois o Rei George V não permitiu qualquer publicidade com vista para o parque. Entretanto, a entrada Real foi mantida para exclusivo da realeza ou àqueles que obtém permissão da família Real;
  • Durante a Segunda Guerra Mundial, muitos hóspedes deixaram de frequentar o hotel com medo de que alguma bomba pudesse atingir o hotel. Mas isso nunca aconteceu.
  • A Rainha Elizabeth e o Rei George VI foram convidados para uma bodas de casamento no hotel. Conta-se que o Rei George fora visto aproveitando bastante o salão de dança;
  • Em 26 de novembro de 1954, o hotel organizou o Baile da Batalha de Balaclava, e os convidados novamente incluíram a Rainha Elizabeth II, Príncipe Philip e a rainha mãe;
  • Em 1979, quando uma reforma era realizada no hotel, descobriram diferentes mármores de oito países escondidos por papéis de parede;
  • Depois da aquisição do hotel pelo grupo Mandarin Oriental, o hotel recebeu a Rainha Elizabeth por diversas vezes;
  • Em 2011, o Mandarin Oriental Hyde Park recebeu diversos membros da realeza para a celebração do pré-wedding do Príncipe William e da Duquesa de Cambridge Kate Middleton;
  • O hotel sofreu um incêndio no ano passado (junho/2018), ainda durante a reforma, e acabou ficando fechado por seis meses. E durante seu fechamento, os empregados doaram mais de 40.000 horas de trabalho para instituições de caridade em Londres (muito amor e respeito pelo grupo MO).
Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres, com vista para o parque

Chegando no Mandarin Oriental Hyde Park:

Chegamos de maneira simples e rápida pela própria estação de metrô Kinightsbridge, localizada ao hotel. Estávamos vindo de trem de Edimburgo e desembarcamos na King´s Cross Station. Pelo aplicativo, a forma mais rápida para chegar ao hotel era de  metrô. Então, depois de 6 paradas, desembarcamos na Kinightsbridge, e já fomos recebidos pelos porteiros do Mandarin Oriental Hyde Park.

Detalhes do Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

Os detalhes que fazem do grupo Mandarin Oriental especiais: nossa viagem durou em torno de 5 horas, acordamos muito cedo e estávamos bem cansados. Além do check in ser muito rápido, enquanto aguardávamos, foi servido um delicioso e reconfortante chá.

Chegada no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

Outro detalhe que faz a diferença e faz do hóspede do Mandarin Oriental um fã: meu nome foi perguntado uma única vez. Welcome Madame Teixeira! Depois disso, meu nome foi lembrando todas as vezes que entramos pela porta. Pode parecer tão simples isso. Mas você se sente especial! E olha que Teixeira não é um nome simples para falar lá fora.

Suíte Knightsbridge:

A primeira surpresa do dia que descobrimos ainda no check in, foi que ganhamos upgrade! Para qualquer casal em lua-de-mel, se hospedar nos hotéis do grupo Mandarin Oriental já é especial, romântico, confortável e aconchegante. Mas fomos encaminhados para a Suíte Knighsbridge.

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

A Suíte Knightsbridge possui 75m² e possui vista para a Knightsbridge Road. É composta por dois banheiros, uma sala de estar em o dormitório. 

Demorei muito tempo para processar cada detalhe, cada peça de decoração. Com a reforma, Joyce Wang se inspirou na Era do Ouro das Viagens do século XX. 

Detalhe para o lustre feito sobre medida, para a obra de arte feita em espelho dourado, para a poltrona, para as luzes da cabeceira, para o tapete com detalhes feitos à mão que remetem à beleza do Hyde Park.

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

Os tons utilizados para esta repaginada do hotel ficaram incríveis! E realmente trouxeram um ar mais luxuoso, mas que transmite tranquilidade, suavidade e conforto. 

Outro detalhe que chamou a atenção no Mandarin Oriental Hyde Park foi a quantidade de tomadas, tomadas USB, inclusive adaptadores de tomadas deixados à disposição dos hóspedes. Ao lado da cama, a tomada fica embutida. Na foto abaixo, é possível ver duas tomadas USB para um dos lados da cama. Do outro, outra disposição de tomadas da mesma forma.

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

 

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

A sala possui um sofá de veludo, que pode ser convertido em sofá-cama, uma cadeira de leitura, e é disponibilizado para os hóspedes cafeteira e chaleira. Confesso que foi um dos lugares que mais fiquei quando estava no hotel.

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

Depois de tomar um delicioso banho, vesti o confortável roupão e as pantufas disponibilizadas para os hóspedes, e fiquei lá, curtindo minha suíte de 75m² em Londres!

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

Cada suíte possui uma biblioteca de livros escolhidos a dedo por renomados editores da Mayfair, Heywood Hill, disponíveis para os hóspedes durante a hospedagem. 

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

 

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

O Mandarin Oriental Hyde Park também deixou uma caixa de chocolates belgas do Pierre Marcolini. Então… desculpe-me Londres! Mas preferi aproveitar cada segundo da nossa estadia neste glamouroso e icônico hotel na cidade.

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

Apesar de estar localizado em uma rua muito movimentada em Londres, a suíte é extremamente silenciosa – um verdadeiro refúgio! E como era o fim da nossa viagem, e já estávamos bem cansados das andanças da viagem, foi perfeito curtir os últimos dois dias lá!

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

A Suíte Knightsbridge possui dois banheiros, um que serve como um lavabo, e outro onde fica a ducha e banheira. Os banheiros são feitos em mármore Volaka, possui pia dupla, amenities da Miller Harris, uma grife Londrina de luxo. Achei bacana que os potes são bem generosos, diferente dos pequenos tamanhos que estamos acostumados.

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

 

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

 

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

 

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

E abaixo, só para terem ideia do tamanho da nossa suíte:

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

 

Detalhes para o tapete inspirado nos detalhes do Hyde Park

O Mandarin Oriental Hyde Park disponibiliza água como cortesia para os hóspedes. Muitas garrafas na sala de estar e no dormitório. E não é qualquer água! É uma água especial: proveniente da fonte de Bleiheim Palace, palácio onde nasceu Sir Winston Churchill, hóspede frequente e especial do hotel. 

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

Por fim, detalhe da placa de não pertube em couro do Mandarin Oriental Hyde Park Londres:

Knightsbridge Suite, no Mandarin Oriental Hyde Park, em Londres

Para ver mais informações sobre a suíte que ficamos hospedados, clique aqui e para ver as demais acomodações do Mandarin Oriental Hyde Park, clique aqui.

Café-da-manhã no Mandarin Oriental Hyde Park

O café-da-manhã é servido diariamente na sala de jantar do hotel, que possui vista para o Hyde Park. Os hóspedes (ou não hóspedes – a partir de 34 Libras) podem optar pelo buffet continental ou menu a la carte com café-da-manhã chinês, japonês e opções saudáveis. Veja o menu clicando aqui.

Café-da-manhã no Mandarin Oriental Hyde Park

Apesar do buffet ser mais compacto do que outros hotéis do grupo MO que já estivemos, ele é bem completo (frutas, pães, cereais, embutidos, tortas, croissants, queijos), tudo sob o cuidado e atenção do Chef Victo Ruiz, e claro, tudo muito delicioso! Eu fui de buffet continental, e o Fábio de English Breakfast.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O café-da-manhã no Mandarin Oriental Hyde Park além de possuir uma vista maravilhosa para o parque, todos os dias os hóspedes podem ver os Royal Horse Guards enquanto passam diariamente para o Palácio de Buckingham. 

Café-da-manhã no Mandarin Oriental Hyde Park

 

Vista do Café-da-manhã no Mandarin Oriental Hyde Park

E para nossa segunda surpresa do Mandarin Oriental Hyde Park (a primeira foi o grandioso upgrade), tivemos a experiência única de ver os guardas da Rainha passarem enquanto tínhamos nosso café-da-manhã. Foi sorte por que geralmente eles passam mais tarde, e neste dia, passaram mais cedo:

Vista do Café-da-manhã no Mandarin Oriental Hyde Park

Estrutura do hotel:

O Mandarin Oriental Hyde Park também possui SPA, centro de Pilates e Fitness Center com academia e piscina. Fábio aproveitou para se exercitar na academia e achou super completinha! 

Gastronomia:

Se você é daquele hóspede que gosta de usufruir de tudo o que o hotel oferece, você nem vai precisar para ter seu almoço, tomar um drink, ter um chá-da-tarde ou um delicioso jantar! 

O Mandarin Oriental Hyde Park possui o Dinner for Heston, restaurante estrelado do Guia Michelin (Duas estrelas); o Mandarin Bar, um bar de bebidas muito elegante com deliciosos petiscos; o The Rosebery, que serve café-da-manhã e chá-da-tarde; e o deslocado e informal Bar Boulud, que tivemos uma agradável experiência gastronômica.

O Bar Boulud é o único restaurante londrino do Chef francês Daniel Boulud, que é uma mistura de bistrô com bar de vinhos, tudo com um toque americano. 

Bar Boulud, em Londres

 

Interior do Bar Boulud

 

Detalhes do Bar Boulud

Foi uma experiência muito bacana e que podemos compartilhar aqui, porque é a do tipo acessível! Os valores do Bar Boulud são bem justos, e é uma excelente oportunidade de você ter uma refeição com a assinatura do chef Daniel Boulud.

Como fomos no nosso último dia em Londres, que já era domingo, a cozinha não oferecia massas. Mas foi ótimo porque, mesmo aqui do Brasil, eu já estava de olho nos famosos hamburgueres da casa. 

Para nossas escolhas, foi sugerido um vinho tinto francês, o Coudoulet de Beaucastel, e só posso dizer que foi uma harmonização perfeita! 

Barb Boulud

 

Bar Boulud

E nossas escolhas de hamburgueres foram: 

  • Frenchie Burger (19): pão de pimenta, beef de carne, rillon, mostarda Dijon, uma mousse de tomate e queijo Morbier. 
Frenchie Burger do Bar Boulud
  • BB Burger (24): beef de carne, foie gras, ribs desfiada, maionese e pão semeado de cebola preta. 
BB Burger do Bar Boulud

Ambos hamburgueres foram sensacionais! Super saboroso, farto e ingredientes diferenciados! Amei! Agora, destaque para as batatas fritas que são aquelas tipo caseiras, sequinhas e crocantes.

Veja o menu completo clicando aqui.

E as nossas sobremesas escolhidas foram: Tarte Bourdaloule (9), uma torta a base de pera, e Fondant au chocolat (10). Veja o menu completo clicando aqui.

Tarte Bourdaloule do Bar Boulud

 

Fondant au chocolat do Bar Boulud

Outro detalhe que faz toda a diferença: a equipe! A equipe do Bar Boulud possui atendimento impecável. Desde a hora que chegamos até a hora que deixamos o restaurante, o atendimento foi especial – típico e característico de todos os restaurantes anexos aos hotéis do grupo Mandarin Oriental.

E assim foi a nossa passagem pelo Mandarin Oriental Hyde Park em Londres: perfeita, romântica e ideal para um casal em Lua-de-mel em Londres.

Tentei neste post compartilhar detalhes que você possa compreender que, apesar de ser uma hospedagem cara, compensa cada centavo. Você não precisa ficar, necessariamente, na mesma suíte que ficamos. Existem outras suítes de excelente qualidade e confortável, mas com o preço mais acessível. 

Se você estiver indo em Londres, especialmente se estiver em lua-de-mel, vale a pena verificar a possibilidade de se hospedar pelo menos por uma noite no hotel. Você não se arrependerá! 

Finalizando o post com esta imagem do Mandarin Oriental Hyde Park com frente para o Parque.

 

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »