Glenfinnan Viaduct: o viaduto do Expresso Hogwarts de Harry Potter, na Escócia

Glenfinnan Viaduct: um dos viadutos mais famosos no mundo, localizado em plena Highlands na Escócia

Nota: este post foi escrito durante a pandemia de Covid-19, sendo que nossa viagem em outubro de 2019. Logo, antes de programar sua viagem (ou se você estiver na Escócia agora, ler este post e desejar fazer o passeio, verifique as condições de fechamento do local em face da pandemia.

Confesso que não sou tão fã da série Harry Potter como sou de Outlander, por exemplo 🙁 Apenas gosto, mas não sou apaixonada a ponto de ver e rever, decorar falas, ser fã de atores, procurar visitar locações, etc. Mas uma das locações de Harry Potter que fiz questão de visitar é justamente um viaduto localizado na Escócia, em meio a um cenário simplesmente surreal e cheio de história!

Na verdade, acabei descobrindo que o viaduto era localizado na Escócia, depois de ver inúmeras fotos de blogueiros e digital influencers sobre o local. E em um primeiro momento, eu fiquei apaixonada apenas pela paisagem, e nem sabia que tinha sido cenário em “Harry Potter e as Câmaras Secretas” e em outros filmes da saga. Veja um trecho da cena no filme abaixo: 

Um pouco da História do Viaduto de Glenfinnan:

O Viaduto de Glenfinnan é um viaduto exclusivo para ferrovia, localizado nas Highlands, que liga Glasgow a Mallaig, na Escócia. Ele ainda continua em funcionamento, inclusive com o famoso The Jacobite Steam Train:

O Viaduto de Glenfinnan foi construído a partir de 1897 até 1901, possui 380 metros de comprimento e 21 arcos, sendo que o mais alto ultrapassa 30 metros de altura.

Apesar de ter ficado ainda mais famoso depois de aparecer em um dos filmes da saga Harry Potter, ele também foi cenário de vários outros filmes e séries como, por exemplo, o queridíssimo seriado “The Crown”.

Para terem ideia das distâncias até o viaduto Glenfinnan

De Edimburgo até Glenfinnan: 60 milhas

De Glasgow até Glenfinnan: 125 milhas

De Inverness até Glenfinnan: 80 milhas

De Portree até Glenfinnan: 74 milhas

De Fort William até Glenfinnan: 17,3 milhas

Apesar de existirem diversas hospedagens em Glenfinnan, veja clicando aqui, nós ficamos hospedados em Fort William, no charmoso Cruachan Hotel. Que hotel mais charmoso, confortável e aconchegante! Possui estacionamento e está localizado a poucos metros da rua principal da cidade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Se você estiver de carro, como nós estávamos, compensa muito se hospedar em Fort William, a cidade é fofa, e é ponto de parada para várias outras atrações nas Highlands, especialmente na região de Glencoe.

Passeio no trem Jacobite ou assistir a passagem do trem?

Isso é algo que você deve saber e definir com antecedência. Se você estiver com tempo, sugiro que faça tanto o passeio de trem, quanto assista à sua passagem por algum dos view points. Mas se estiver com pouco tempo, então, veja o que seria mais importante para você. Nossa viagem coincidiu com o último dia da temporada das viagens do trem Jacobite. Então, a gente não tinha tempo! Ou fazia o passeio de trem, ou assistia à sua última passagem pelo viaduto. Optamos por apenas assistir à sua passagem, pois nosso tempo de viagem e a logística não ajudariam para fazer ambos.

Uma sugestão para se você quiser fazer os dois: você pode comprar/reservar com antecedência o passeio de trem, no trajeto Fort William a Mallaig, aproveitar para visitar a Ilha de Skye. No retorno, faça o inverso, pare apenas para assistir a passagem do trem – de acordo com os horários. Ou vice versa, assista primeiro e faça o passeio depois.

Outra dica importante para quem for apenas assistir à passagem do trem: você precisa saber com antecedência o horário do trem, e de Fort William até o view point de Glenfinnan é em torno de 20 a 30 minutos. Eu tentei chegar quase 1h antes, porque você precisa calcular que deverá: estacionar o carro, fazer a caminhada até o view point – que é de 15 a 20min (você vai parar para tirar fotos), e ainda garantir de pegar um bom lugar! Eu fiquei impressionada a quantidade de gente que assiste à passagem do trem Jacobite. Eu não sei se foi por se tratar do último trem da temporada, antes do inverno. Mas estava muito cheio:

Pessoas chegando no Viaduto Glenfinnan, na Escócia (depois ficou bem cheio)

Para conferir os horários que o trem Jacobite parte de cada cidade, clique aqui. Lembrando que de Fort William até Glenfinnan é em torno de 20 a 30 minutos o trajeto. 

Onde assistir a passagem do trem Jacobite no Viaduto Glenfinnan?

Existem basicamente três view points para assistir a passagem do trem pelo viaduto. Como assistiríamos a passagem dele de Fort William a Mallaig, ou seja, pela imagem abaixo, ele surgiu da direita com destino a esquerda. Então, ele passaria de frente para onde escolhemos ficar, que é no local indicado pela seta. Agora se você for assistir ao retorno dele de Mallaig para Fort William, você deve ficar no ponto contrário.

O traçado em azul é a caminhada que a gente fez do estacionamento onde deixamos o veículo até o view point.

Logo que chegar no Centro de Visitantes de Glenfinnan, se tiver dúvidas de como chegar ao View Point, pergunte aos atendentes ou funcionários no estacionamento. Eles são muitos solícitos. Ah! E uma vez estacionando o carro, não esqueça de pagar por ele e deixar o recibo a vista no painel do carro. A máquina para realizar o pagamento fica na própria área externa do estacionamento. 

Depois de estacionado o veículo, e identificar o local que chega ao point view, só seguir as indicações. Além do caminho com outros turistas, existem várias indicações ao longo do caminho. E o próprio caminho já valeria a viagem!

Este dia, foi um dos mais frios que a gente passou durante nossa viagem na Escócia. Tinha nevado nos pontos mais altos das montanhas (veja na foto acima), e a sensação térmica estava bem mais baixa que a temperatura. 

Depois que passa o viaduto, a trilha já fica na terra. Não há o caminho pavimentado na montanha. Então, melhor ir com um calçado próprio, seja uma botinha de trilha, ou um tênis confortável e impermeável. Mas são poucos metros que andamos na trilha da montanha… 

Eu não sei descrever para vocês a minha emoção quando vi a paisagem abaixo:

O ideal é subir um pouco, ao ponto que você fique acima da linha do trem. Assim, a vista é melhor!

Na Selfie o viaduto ficou invertido 🙂

 

Na Selfie o viaduto ficou invertido 🙂

Depois que “tomar” o seu lugar para o grande show, só aguardar a fumacinha da locomotiva surgir atrás das montanhas… Minha outra sugestão é que continue no seu lugar. Não saia até o momento que passar o trem. Quanto mais próximo do horário que o trem for passar, mais vai enchendo de visitantes/telespectadores. Então, se chegar cedo e pegar um bom lugar, fique nele! Rsss 

Agora, para que vocês sintam pelo menos um pouquinho da emoção que senti ao ver a fumaça da locomotiva surgir, compartilho uma sequência de fotos e depois o vídeo:

Gente! É emocionante ver o trem passando, as pessoas acenando do seu interior. Senti como se estivesse no filme do Harry Potter despedindo das crianças/adolescentes que seguiam para a escola dos bruxos. É uma sensação de magia indescritível!

Agora assistam ao vídeo que gravamos do momento: 

Depois que o trem passa, as pessoas começam a voltar para o estacionamento e Centro de Visitantes. E neste momento, era possível observar que a neve caía novamente sobre as montanhas ao fundo. Confesso que tive uma esperançazinha de que teríamos neve na cidade… mas não! Ficou só para os pontos mais altos mesmo! 

 

——– 

Endereço: A830 Rd, Glenfinnan PH37 4LT, Reino Unido

Para assistir a passagem do trem no view point é gratuito

Para adquirir tickets para algum dos trajetos do Jacobite Train, clique aqui.

Valor do ticket: a partir de 48 Libras. Veja os preços atualizados clicando aqui.

Geralmente, a temporada de Jacobite Train vai de abril a outubro, funciona os 7 dias da semana, e apenas dois horários por dia, na parte da manhã e na parte da tarde, de cada ponto de partida.

A viagem pelo Jacobite Trem é “descrita como a maior viagem ferroviária do mundo, esta viagem de ida e volta de 135 km leva você a uma lista de extremos impressionantes. Começando perto da montanha mais alta da Grã-Bretanha, Ben Nevis, ele visita a estação ferroviária do continente mais ocidental da Grã-Bretanha, Arisaig; passa perto do lago de água doce mais profundo da Grã-Bretanha, Loch Morar, e do rio mais curto da Grã-Bretanha, o Rio Morar, chegando finalmente ao lado do lago de água do mar mais profundo da Europa, Loch Nevis!” 

 

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »