Quer muita diversão? Vá para New Orleans, no Louisiana

Engraçado que quando a gente ouve falar nos Estados Unidos, é sempre sobre New York, Las Vegas, Orlando, Miami… e New Orleans? Confesso que quando o Fábio escolheu por New Orleans, como uma de nossas cidades âncoras da Road Trip pelos EUA, eu fiquei meio sem graça. Pensei: “fazer o quê lá?” Não conseguia ver nenhum atrativo que justificasse nossa viagem. Sabe quando você faz um roteiro sem qualquer entusiasmo? E assim viajamos para lá. Dizem que “a primeira impressão é a que fica!” E a nossa foi péssima! Chegamos já no finalzinho do dia, depois de quase 10 horas de estrada (paramos em Destin, na Florida, e em Biloxi, no Mississipi, além de contornar grande parte do Golfo do México). Fizemos o Check in no hotel, tomamos um banho, e já partimos para o tal de French Quarter, o miolinho onde tudo acontece em New Orleans. Digitamos uma rua qualquer no GPS, e seguimos a direção. Quando fomos chegando, aquele tanto de moradores nas ruas, no estilo Rapper (sem preconceitos!), achei tudo estranho e esquisito! Não estava acostumada com aquilo. Sem contar dos bonequinhos de Vodoo espalhados por todos os lados das vitrines. Mais uma vez, pensei: “O que é que eu vim fazer aqui?” Andamos apenas em uma rua, na mesma que estacionamos o carro, e com muita dificuldade, encontramos um restaurante italiano para jantarmos. Apesar da comida ser boa (mas um tanto apimentada), o atendimento foi péssimo!!!!!! Sentamos e eles já vieram falando que a gente deveria pedir a comida porque a cozinha fecharia em breves minutos. Comida caríssima! Conta amarga! E no Hotel ainda percebemos que os 20% do garçom, de gorjeta, já estava incluso na conta, e nós pagamos mais 12%, o mínimo que demos pela casa! Ficamos irados, com vontade de voltar lá e pedir de volta! Voltamos para o carro, e aquela mesma situação de estranheza… Fui dormir decepcionada, sem nem querer tirar fotos para registrar o momento e mostrar para vocês.

No outro dia, começamos o dia bem cedo, andando sem rumo para conhecer a cidade, e ver se aquela péssima impressão do dia anterior melhorava. E não é que comecei a gostar? Os nossos amigos e o Fábio também!


Magazine Street

Em todos os sites de dicas de viagem a New Orleans, recomenda os bares da Magazine, uma rua gigantesca, com quase 10km de extensão, calma, charmosa, uma excelente opção de passeio durante o dia.

Partimos para lá e a escolha foi absoluta para o Tracey’s, um Pub Irlandês, instalado em plena New Orleans desde 1949! Ele conta com 20 televisões, nas quais ficam passando os jogos de Futebol Americano, ou Basquete, ou Tênis… e neste dia, estava uma loucura! Quase um jogo distinto em cada tela, e a galera vibrando pelo seu time, sem insultos, sem brigas, sem confusões! E nós piramos junto!

Localização: 2604, Magazine Street, New Orleans, LA 70130
Aberto das 11h a.m. em diante.

Bourbon Street/French Quarter

Saímos da Magazine já era fim de dia, e no caminho passamos pela Bourbon, o “inferninho” de New Orleans! Lá você encontra turistas de diversas partes do mundo e os próprios baladeiros da região se divertindo, bebendo e perambulando por todos os cantos da rua mais barulhenta e folclórica do sul dos Estados Unidos. É possível ver uma Portela de um bar, e seu interior, uma música estridente! E a diversidade vale tudo! Tem lojas, restaurantes, bares, pubs, e inúmeros clubes de strip-tease. Ai sim, nós descobrimos, naquele momento, que New Orleans é a terra da balada, e que aquela sensação da primeira vista, já não tinha nada a ver com o que presenciávamos ali. E ali, também, vimos o contraste entre o novo e o velho:

Lá, não se cobra pela entrada no Bar, mas você, logo na entrada, já troca seu copo de bebida, pelo do estabelecimento. A maioria também faz a promoção 3 x 1, ou 2 x 1 de bebidas. Você paga por um, e ganha uma outra igual. E então, é só se divertir!

É muito comum ver shows de jazz por artistas de rua

Agora curtam o vídeo abaixo de uma das casas de show que passamos na Bourbon/French Quarter…

O legal da Bourbon Street é que se você não gostou do lugar que entrou, é só sair e entrar em outro. Então, perambulamos em quase todos que vimos. Passamos pelo Hard Rock Cafe, para eu degustar meu fabuloso Drink Bahama Mamma, e o Fábio uma das cervejas de lá…

Para quem não sabe, eu e o Fábio colecionamos copos e taças de todos os Hard Rocks que visitamos, e já temos mais de 30 taças/copos. Qualquer dia desses mostro a coleção aqui.

E o jantar, deixamos para um restaurante na Bourbon Street (não me lembro o nome! Rsss), para experimentar o famoso prato Jambalaya, comida típica de New Orleans, que é oferecido na maioria dos restaurantes de lá…

Eu preferi a Pasta Jambalaya, que ao invés de arroz é composto com o macarrão penne (se você não é fã de pimenta, como eu, seja taxativo em pedir que seu prato não seja com pimenta. Este dia, mesmo pedindo, meu prato veio muito apimentado.)

E este foi o prato do Fábio, o típico Jambalaya com arroz (para que não sabe, este prato é uma mistura de arroz, com linguiça defumada, frango e camarão. É delicioso! Tanto, que neste final de semana, no nosso Momento Gourmet, fizemos este prato, o qual vou compartilhar a receita depois.)

E a conclusão que tiramos sobre New Orleans é que a cidade é tudo de bom!!!!! Das poucas cidades que voltaria, ela é uma delas (para se ter ideia). É diferente de tudo que já conhecíamos dos Estados Unidos. O povo é extremamente recepcionista e amoroso e a gente não parou um minuto! Se você procura por diversão, siga o caminho para New Orleans, no Estado de Louisiana.

Depois volto com outras dicas de New Orleans…

Até logo!

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

5 thoughts on “Quer muita diversão? Vá para New Orleans, no Louisiana

  • 1 de janeiro de 2019 em 20:43
    Permalink

    Ola Fabiana,sabe me dizer se aum passeio turistico numa carroça que se movimenta atravez de pessoas a pedalar e beber cerveja,ando a procura disso,diga-me se souber e se tiver fotos envie-me por favor.obrgada.

    Resposta
  • 2 de fevereiro de 2013 em 15:56
    Permalink

    Lugar bacana e casa do jazz! Faz me lembrar do filme "Entrevista com o vampiro", rodado em New Orleans. Dá para ver que a diversão foi a temática deste trecho da viagem!

    Resposta
  • 30 de janeiro de 2013 em 16:48
    Permalink

    Oi, Fabi,

    Para mim, o mais incrível foi saber que New Orleans já está com tudo normalizado, depois de ter sido arrasada pelo furacão Katrina em 2005 (acho que foi em 2005, não tenho certeza, rsrs).
    Foi bom saber que há diversão para valer lá! rsrs.
    Ah, já fiz o jambalaya e achei delicioso.

    Beijoca!

    Resposta
    • 30 de janeiro de 2013 em 19:02
      Permalink

      Pois é, Marly! Foi isso mesmo! 2005 o Katrina devastou grande parte da Cidade. Falarei sobre isso no próximo post.
      Jambalaya é tudo de bom! Amei o prato e vou fazer de novo!
      Beijos

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »