Road Trip pela Costa Oeste do Canadá e Estados Unidos

Acabamos de retornar de uma Road Trip espetacular pela Costa Oeste do Canadá e Estados Unidos. Ao todo foram 8 Cidades e um total de quase 5.000km, rodados no decorrer de 21 dias. 

No caminho para Crater Lake, no Estado de Oregon (EUA)

O nosso objetivo era realizar uma Road Trip, ou seja, percorrer todo este trajeto de carro, conhecendo as belíssimas paisagens que a Costa Oeste destes países oferece. Então, em algumas cidades, a estadia foi muito curta, menor que o recomendado. Na hora do Check out, a perguntava que pairava era: “será que dá para diminuir um dia ali, e aumentar aqui?”
Mas ao final, não conseguimos caracterizar qual das cidades foi a mais especial. Gostamos de todas, e com certeza todas foram muito bem colocadas no roteiro.
Por falar em roteiro, acho que foi o mais difícil de todos! Foram quase 6 meses de confecção! Disponibilizarei oportunamente aqui no Blog.

Vancouver, British Columbia (Canadá) é um destino que atrai principalmente estudantes em busca de intercâmbios. Possui excelente infraestrutura e um dos melhores níveis de segurança do mundo. Lá, você encontra um pouco de tudo! Praias, parques, montanhas, e no inverno, belíssimas estações de esqui. Como fomos no final do outono, começo de inverno (novembro/2013), degustamos as mais belas paisagens de outono que se possa imaginar! As cores das árvores variavam entre amarelo, alaranjado e vermelho. A temperatura é amena durante quase todo o ano, e quase nunca neva. No verão, as temperaturas variam de 20ºC, podendo chegar a 30ºC. Já no inverno, varia de 0º a 5ºC. O ponto negativo da época que fomos foi o fato do sol se pôr por volta das 4pm (16horas), enquanto no verão, o sol se põe por volta das 10pm (22h). Então, nosso dia era bastante corrido. Acordávamos muito cedo, por que o dia também acabaria mais cedo. 
Bairro residencial de Vancouver em pleno outono (novembro/2013)

Whistler, British Columbia (Canadá): uma cidade muito aconchegante, que tem como ponto forte os esportes de inverno. Em 2010, a cidade dividiu palco com Vancouver para as Olimpíadas de Inverno. Como Whistler é próximo a Vancouver (em torno de 126 km), é possível conhecê-la em um dia, nas modalidades bate-e-volta. Mas caso pretenda ficar mais tempo, a cidade possui acolhedores hotéis. Passamos por apenas um dia em Whistler, e tivemos a sorte de encontrar a cidade em um dia de neve e muito frio. Mas não tivemos sorte com o Peak to Peak e outras atrações que se encontravam fechadas. 
Foto de Whistler Village.
Seattle, WA (Estados Unidos): situada em uma região de clima rigoroso, e aparentemente longe de tudo, a cidade nos surpreendeu. Para começo de conversa, tivemos a sorte de passar por dias de sol com um céu azul sem nenhuma nuvem, apesar de frio intenso! Seattle foi palco do movimento grunge, que surgiu no final da década de 80, e portanto, tudo é sinônimo de música por lá! Um dos museus mais interessantes que já visitamos está em Seattle, o EMP Museum. E como não era de se surpreender, a cidade conta com outras inúmeras atrações interessantíssimas, o que fez com que nossa estadia fosse curta demais! Mas inesquecível! 
Vista de Seattle da Elliot Bay
Portland, OR (Estados Unidos) foi outra cidade que nos deixou impressionados! Conhecida como “o segredo mais bem guardado da América”. Não é pequena, nem grande. Downtown é super charmosa, e é o local certo para degustar cafés e cervejas especiais. A cidade valoriza o ecologicamente correto, e os moradores são extremamente gentis. Outro ponto interessante é que Portland está no Estado do Oregon, onde o Tax é free! Ou seja, aquele imposto de percentual diferenciado em todos os Estados Americanos, que é acrescentado ao final de sua conta, não existe por lá! Pense num dos melhores lugares para fazer compras: chama-se Oregon! Ah… e ainda, para enfeitar a Cidade, um vulcão de cartão postal ao fundo, ou quem sabe, um guardião da cidade. Dizem que a cidade é quase sempre nublada. Mas também tivemos sorte por pegar dias de sol.

Mount Hood, o guardião da cidade de Portland.


Crater Lake, OR (Estados Unidos): não tinha ouvido falar até que li o livro de Cheryl Strayed, Livre. A autora relata sua experiência de ter caminhado desde o deserto de Mojave a Portland, pela Pacific Crest Trail. E em determinado momento, ela relata sua passagem pelo Crater Lake. E desde então, tornou-se um desejo por lá, também. A paisagem abaixo fora formada pelo colapso do vulcão Monte Mazama, em torno de 7 mil anos atrás (não consegui precisar a data, diante das divergentes informações). Tal colapso é considerado um dos maiores pelo período de 10 mil anos. Para se ter ideia da extensão deste colapso, as cinzas do vulcão alcançaram até mesmo o Canadá. Após sua extinção, uma enorme cratera se formou, em torno de 8 x 10 km. E por tratar-se de um local que recebe muita neve, seu derretimento ao longo dos anos formou um extenso lago, um dos mais profundos do mundo (com quase 600m de profundidade). O interessante é que se trata, também, de um dos lagos mais puros do mundo, e sua transparência atinge até 26 metros de profundidade, o que faz com que a água limpa e transparente, reflita o azul do céu, causando uma das mais belas paisagens que se possa imaginar! O monte que se vê ao lado esquerdo da imagem, trata-se do Wizzard, que é o cone de cinza que cresceu após a formação da caldeira. O local é sagrado e indescritível!

Vista do Crater Lake, em novembro de 2013, já com o acúmulo de bastante neve, antes mesmo da abertura do inverno.

São Francisco, CA (Estados Unidos): a cidade encanta em todos os aspectos que se possa imaginar. As colinas, a Golden Gate, o Cable Car, a arquitetura, o clima, as ladeiras… em cada canto um pouco de romantismo. Dizem que “a vida é curta demais para não viver em São Francisco.” E entendemos bem o que esta expressão quis dizer. O clima sempre é mais frio, além de variar significativamente. Possui inúmeras atrações para o ano inteiro, e uma das que caracterizamos como imperdível é a visita a Ilha de Alcatraz, onde abrigou a famosa, temida e já extinta prisão dos Estados Unidos, conhecida como A Rocha.

Vista para a Golden Gate Bridge, linda e imponente!

Highway 1 (San Francisco to Los Angeles): considerada uma das estradas mais belas do mundo. É uma rota cênica que te leva por caminhos a beira do Pacífico, com inúmeros mirantes de paisagens estonteantes. Passa por cidades conhecidas como Monterey, Carmel-by-the-sea, 17 Mile Drive, Pfeiffer Beach, Big Sur e outras mais.

Na região de Big Sur, a famosa Bixby Bridge.

Los Angeles, CA (Estados Unidos): é uma excelente opção de viagem em família, já que possui atrações para todas as idades. Não tem só o famoso letreiro com a palavra “Hollywood” como único atrativo da cidade. Além de te deixar em constante estado de atenção, com a esperança de se deparar com um famoso pelas calçadas, você vai querer mergulhar nos studios das grandes gravadoras, e estar de frente com o set do seu filme ou seriado favorito. Sem falar das praias com paisagens de cair o queixo, como Venice Beach, que possui um pôr do sol inigualável.

Sign Hollywood, em Los Angeles.

Las Vegas, NV (Estados Unidos): última cidade de nossa Road Trip. Conhecida como a Capital Internacional do Entretenimento, abriga Resorts com estrutura impressionante, Cassinos e muita diversão. Cada um dos gigantescos hotéis que enfeitam a Strip, fornece uma atração visitada por inúmeros turistas dia-a-dia, como a fonte do Belaggio (palco do filme Onze Homens e um segredo), o vulcão do Hotel Miriage, que literalmente cospe fogo, os passeios de gôndola pelas réplicas dos canais de Veneza, no Hotel Venitian, ou a cópia da Big Apple no Hotel New York New York, que tem até mesmo uma Estátua da Liberdade, e com todo o encantamento de você poder se hospedar na réplica do Empire State Building.

Vista da Strip, em Las Vegas, para o Hotel Paris Las Vegas.

Foi uma viagem maravilhosa! E como sempre, superou todas as nossas expectativas.

Em breve, compartilharemos todas os detalhes, dicas e vivências desta viagem inesquecível!

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

12 thoughts on “Road Trip pela Costa Oeste do Canadá e Estados Unidos

  • 21 de julho de 2017 em 22:57
    Permalink

    Vocês precisaram de visto de transfer de Seattle para o Canada? Como fizeram para tirar?

    Resposta
    • 22 de julho de 2017 em 14:18
      Permalink

      Avana,
      tínhamos o visto de turismo tanto para entrada nos Estados Unidos, quanto o visto do Canadá.
      E a gente estava no Canadá com destino a Seattle.

      Resposta
  • 10 de abril de 2015 em 18:12
    Permalink

    Boa tarde, Fabiane…

    Eu e minha noiva, fizemos uma road trip recentemente (2014) atravessando os EUA, de Nova Iorque até São Francisco, passando pelos grandes parques nacionais à norte dos EUA. Rodamos um total de 8.000 km, em 21 dias!
    Temos grandes planos de fazer esta rota da costa oeste, chegando até Vancouver, me identifiquei com sua trip…
    Deixa perguntar, vocês rodaram 5.000 km contando outras regiões ou com ida e volta também? Retiraram o carro em Las Vegas e devolveram aonde?
    A minha rota estava muito parecida, mas tinha grandes vontades de achar forças para retornar, passando novamente pelo Yellowstone, Salt Lake City, Grand Canyon e Death valley…. e também teríamos algo em torno de 20, 21 dias…

    Obrigado e tenham ótimas viagens!

    Resposta
    • 12 de abril de 2015 em 19:09
      Permalink

      Olá, Thiago!
      Que bacana que vocês também gostam de Road Trip! Tenho encontrado muitos casais que amam este tipo de viagem!
      Quanto à quilometragem, não mesmo!
      Foi tudo o que percorremos entre passeios, deslocamentos, etc… Então foi a quilometragem do carro mesmo, não efetivamente entre as cidades, que não dá nem 3 mil.
      Nós queremos voltar para conhecer os parques centrais dos Estados Unidos. Mas não sei se será possível neste ano e no próximo…
      Abs, e boa viagem a vcs também!

      Resposta
  • 14 de outubro de 2014 em 18:45
    Permalink

    Olá Fabiane,
    Estou planejando uma viagem bem parecida, mas pesquisando o aluguel do carro vi que para devolvê-lo na Califórnia, após ter pego em Washington, se tem que pagar uma taxa bem alta, dependendo da locadora. Vc poderia me informar se pagou essa taxa, e em qual locadora alugou o carro? Muito obrigada!!

    Resposta
    • 16 de outubro de 2014 em 11:31
      Permalink

      Olá, Laís!
      Amo estas road trips! Vcs vão gostar muito!
      Pois é… pagamos esta taxa sim… é bem amarga né?
      O ideal é alugar e devolver no mesmo lugar!
      Não consigo me lembrar em qual locadora… ou Avis ou Hertz. Não lembro mesmo!
      Vou procurar arquivos, e se achar te respondo.
      🙂

      Resposta
  • 16 de fevereiro de 2014 em 21:13
    Permalink

    olá Fabiane !!
    achei super interessante seu roteiro e estou planejando meu Natal e Ano Novo em familia , estou querendo passar o Natal em Vancouver e Ano Novo em Seatlle o que acha?? nesta época é muito chuvoso ??

    Resposta
  • 17 de dezembro de 2013 em 18:55
    Permalink

    Viagem super rica em belas paisagens e bagagens emocionais. Adorei todas as cidades que vocês escolheram! E você está uma deusa na última foto!!!

    Resposta
  • 16 de dezembro de 2013 em 14:02
    Permalink

    Aee Fabi!! Tava super esperando por notícias dessa viagem…
    🙂

    Eu tenho um roteiro bem parecido com esse na cabeça… A única diferença é que eu quero incluir Calgary e Banff Park no começo e deixar Las Vegas para outra oportunidade (junto com o Grand Canyon e parques nacionais…).
    Tenho MUITA vontade de conhecer Seattle, ainda to impressionada com a sua sorte de pegar esse céu tão lindo! Fiquei feliz por você! E Crater Lake entrou no meu roteiro, OBVIAMENTE! Aliás, continuo lendo o livro e adorando!

    Tô esperando pelos posts!

    🙂

    Beijos!

    Resposta
    • 16 de dezembro de 2013 em 14:17
      Permalink

      Marcela,
      Inicialmente, eu também queria fazer as Rochosas. Mas depois acabei desistindo, e deixando para um roteiro exclusivo das rochosas, como o pessoal do Vamos Pra Onde. Confesso que fiquei com o coração partido! Mas pelo tempo que tínhamos, não restou outra alternativa.
      Grand Canyon eu também deixei para outra oportunidade… pretendo fazer um percurso pelos grandes parques dos Estados Unidos. A proposito, já assistiu a este video? http://www.youtube.com/watch?v=X_HQd4Xm9HY
      Quanto a Seattle é legal demais!!!!!!!!!!!!! Você vai amar, por que, pelo que vi, você ama música boa como eu….
      Crater Lake ficou no coração. Lugar incrível!!!!
      Beijos…

      Resposta
    • 16 de dezembro de 2013 em 19:48
      Permalink

      Tantos lugares pra conhecer né? Não adianta, não cabe tudo numa mesma viagem… E a vontade de ganhar na mega sena e sair viajando por aí, sem precisar voltar? Ou melhor, voltar, matar a saudade de família e dos amigos… e botar o pé na estrada de novo? #sonharnãocustanada hahahaha

      Gente, acredita que eu nunca tinha visto os posts do Vamos Pra Onde dos parques canadenses? Já tá salvo!! Deve ser muito incrível né?
      Adorei o vídeo dos parques nacionais… Ainda não conhecia… Essa parte dos EUA deve ser surreal e vale mesmo uma viagem só pra eles!

      Beijos!!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »