Uma volta pela Ilha de San Andrés e um passeio incrível a Cayo Bolivar

Quem não viu nosso post anterior, falamos das dicas gerais para quem deseja conhecer San Andrés, um paraíso caribenho, na Colômbia. Agora, vamos revelar detalhes de todas as atrações e passeios que são imperdíveis por lá. Vamos fazer em partes para não ficar um post cansativo e extenso!
Alugue um carrinho de Golf para dar uma volta na Ilha:
Volta à Ilha de San Andrés. Foto de Fabiane Teixeira
A ilha tem ao todo 27km de extensão. E um dia é o bastante para dar uma volta na ilha com os famosos carrinhos de Golf. Na Ilha, não é muito usual alugar veículos comuns, é muito comum ver turistas com estes carrinhos de Golf. O valor varia entre o tipo, e vai desde o mais simples, com dois lugares, até o que possui quatro lugares e a extensão para bolsas (valores de R$ 80,00 a 150,00). Preferimos o com 4 lugares e extensão, porque estávamos em 4 adultos e um bebê. Existe um tipo que é para 4 pessoas, entretanto, um dos bancos é de costas para o outro. Não sei vocês, mas acho super desagradável andar de costas, costumo ficar até enjoada.
Para alugar estes carrinhos, não é necessário ter carteira de habilitação, basta que seja maior de idade, e tenha noções de direção. O combustível na ilha, por mais incrível que parece, é bem barato. Por exemplo: andamos o dia inteiro com o carrinho, percorremos toda a ilha, no final reabastecemos e pagamos 20.000 COP (em torno de R$ 26,00). Estes carrinhos podem ser alugados em quase todos os hotéis da Ilha, ou seja, existem muitos pontos.
Dar a volta na Ilha, não foi o que fizemos em nosso primeiro dia. Mas acho interessante fazer esta volta no primeiro dia, porque você poderá ter uma visão geral da Ilha, e até saber em quais pontos parar. Mas nós aproveitamos para ir nas atrações mais distantes do nosso Hotel, como West View e Piscinita, o que acabou nos atendendo muito bem.
A estrada é boa, não tem buracos, e seguindo a direção da mesma estrada, é possível contornar a ilha com precisão e sem se perder!
Durante este passeio na Ilha de San Andrés, você vê quatro atrações que são oferecidos pelos nativos no decorrer da estrada: a Island House ou Casa Museo Isleña, a Cueva de Morgan, Ojo Soprador (ou Olho Soprador), e a Laguna Big Pond. Fomos apenas no Museu da Ilha e a Cueva de Morgan.
O Ojo Soprador é um buraco na pedra, que acaba soprando a água do mar que passa por debaixo das pedras. Estávamos até animados em conhecer o local, mas quando passávamos, vimos um nativo dizendo “Venham conhecer o Olho Soprador que não sopra mais…” Imediatamente perdemos a vontade de conhecer o local, ainda mais diante do assédio dos guias que oferecem o passeio.
Quando a Laguna Big Pond é uma lagoa de água doce formada no meio da Ilha de San Andrés. Chegamos a parar no local para conhecer, mas mesmo de longe, não sentimos tanta atração pelo local, e como estávamos com bebê e um guia oferecia o trekking, acabamos desistindo também.
A Island House ou Casa Museo Isleña é a primeira casa de San Andrés, habitada pelos primeiros habitantes ingleses que descobriram a Ilha, há 200 anos, e lá mantém alguns pertences pessoais desses moradores. O ingresso custa em torno de R$ 10,00, é acompanhado por um guia, e foi bem interessante ver o estilo da casinha, dos objetos, e ao final, tem uma apresentação de dança da cultura local. O lugar é muito limpo, conservado e organizado.
Cueva de Morgan nós não gostamos. Trata-se da visita a casa de um Pirata do Caribe, além de um barco, no Museu do Coco, numa galeira de arte e na própria Cova, ou caverna, onde o Pirata Morgan guardava seus tesouros. O lugar estava muito mal cuidado e sujo! Infelizmente, achamos que o passeio não valeu a pena, apesar de sermos muito bem recebidos por cada um dos guias que mostra o local. O valor do ingresso foi de 15.000 COP por pessoa.

 

Cayo Bolivar:
Cayo Bolivar é uma pequena ilhota a menos de 40 minutos, em lancha rápida, de San Andrés. Só que a dica é de reservar este passeio logo no primeiro dia que chegar em San Andrés, pois o lugar tem números determinados de visita por dia, e é um passeio super procurado pelos turistas. Custa 180.000 COP (em torno de 250,00), o que não é barato. Mas é passeio de um dia inteiro, incluso transporte em lancha rápida, bebidas, lanchinhos e almoço. A lancha sai de San Andrés às 08:30h, e deixa a ilha por volta das 15:30h/16h.
O objetivo do passeio é te levar a um lugar sem qualquer infra-estrutura, mas paradisíaco e de extremo relaxamento e contato com a natureza. Não tem bares, restaurantes, barraquinhas, nem tampouco banheiro! Nem mesmo sombreiros ou espreguiçadeiras… Cayo Bolivar tem algumas árvores que você pode se proteger do sol, a própria areia para se sentar, uma piscina infinita para nadar, e um lugar perfeito e extenso para prática de snorkel.
Só percebemos um único inconveniente para visitar este lugar: por ser necessário uma lancha rápida para fazer o transporte até o local (de escuna fica praticamente inviável fazer este passeio, não haveria tempo hábil), há muitas batidas da lancha com o mar, que dá um impacto não aconselhado para gestantes, pessoas com problemas na coluna, e até mesmo crianças ou bebês (apesar deles acomodarem estas pessoas em lugares de menos impacto). O passeio é muito seguro, e realmente não precisa ter medo. Todos os passageiros da lancha vão com colete salva-vidas, e apesar da rapidez do percurso, a lancha é conduzida com muita segurança.
As fotos abaixo são da parte da ilha que se pode nadar (não colocamos nenhum filtro para mostrar a realidade da cor da água neste lugar.)

 

Esta parte, bem na pontinha da ilha, a correnteza é bem forte!

 

 

 

E há o outro lado da ilha para se fazer snorkel:

 

 

Neste local, durante o snorkel, o Fábio teve um encontro inesperado com um tubarão!!! Mas era uma espécie que não ataca seres humanos (não sei se era o Tubarão Gato)… e apesar dessa informação, de que não precisava ter medo, foi difícil manter a tranquilidade anterior e permanecer vendo os corais em Cayo Bolivar! Lá é possível ver inúmeros peixes de todas as cores. É aconselhável o uso das sapatilhas.
Aguardem pelo próximo post!

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

29 comentários em “Uma volta pela Ilha de San Andrés e um passeio incrível a Cayo Bolivar

  • 18 de janeiro de 2017 em 15:43
    Permalink

    Boa tarde Fabi! Parabéns pelo blog, estou amando cada dica.
    Tenho duvidas referente ao dinheiro. Compensa levar o Real e trocar por pesos ou levar dólar e troca por pesos?
    Desculpe a pergunta, mas quanto mais ou menos deve-se levar de dinheiro para passar a viagem tranquila?

    bjinhos :*

    Resposta
  • 13 de abril de 2016 em 15:44
    Permalink

    Olá Fabiane,
    Estou com viagem marcada para San Andres para o mês que vem e seu blog está ajudando muito a planejar a viagem (e aumentar a ansiedade!).
    Eu vi que você recomenda levar o snorkel e sapatilhas. Eu não tenho esses itens. Será que não vale a pena alugar lá (apesar que usa em vários passeios)? Ou seria melhor comprar aqui ou comprar lá? Existe alguma marca que recomenda e que não seja muito cara, pois não sei se vou usar muito mais além desta viagem….
    Muito obrigada pelas dicas!

    Resposta
    • 14 de abril de 2016 em 10:02
      Permalink

      Oi, Maria! Que bom que as dicas estão ajudando!
      Eu comprei porque sempre viajamos para lugar que usamos snorkel.
      Tenho um pouco de nojo (e até receio) de alugar, porque sabe-se lá como eles lavam….
      Mas comprar lá na Ilha é muito baratinho também… acho que vale a pena comprar!
      Agora se você não se importar em alugar, pode alugar lá sim!
      Beijos,
      Fabi

      Resposta
  • 27 de janeiro de 2016 em 12:04
    Permalink

    Boa tarde. Vou viajar com minha filha de 6/7 meses. Dá para ir a Cayo Bolivar com ela? Vi que tem a opção de catamarã também.

    Resposta
    • 30 de janeiro de 2016 em 12:18
      Permalink

      Oi, Marcos! Olha…. a minha prima que foi com uma bebê, disse que soubesse não teria ido. Não tem nada de risco, mas a lancha é muito rápida (eles cuidam para pessoas crianças ficarem em um lugar melhor), e acaba sendo meio tenso! De lancha acho que demora muito, e não deve valer a pena! Pois vocês vão ficar pouco tempo na ilha!

      Resposta
  • 5 de fevereiro de 2015 em 18:37
    Permalink

    Oie Fabiane!
    Sensacional as fotos.
    Tenho duvidas com relação ao dinheiro será que consegue me ajudar.
    Tenho dolares e não sei se compensa troca-los por peso ou se troco real por peso.
    Minha conexão é no Panamá, sera que seria melhor trocar lá ou deixar pra trocar no Banco de Bogotá la na ilha?
    Obrigado!

    Resposta
    • 11 de fevereiro de 2015 em 23:19
      Permalink

      Olá!!!!!
      Que bom que gostou! Mas o lugar ajuda muito! 🙂
      Pois é… sempre é bom utilizar a moeda do país. Pois a conversão para o outro, pode não ser vantajosa. Em San Andrés não era… acabava que usar o peso fica mais em conta.
      Sobre onde trocar, se vale a pena em Bogotá ou Panamá, fica meio dificil de falar com precisão, porque sempre mudam as cotações. Aí, um dia pode ser melhor em Bogotá, outro no Panamá… Tente entrar em contato com as casas de câmbio lá e veja onde estará melhor!

      Resposta
  • 2 de fevereiro de 2015 em 15:48
    Permalink

    Oi Fabiane, tudo bem?
    Maravilhosas as fotos… adorei…
    Estamos indo pra lá em abril e queria te perguntar uma coisinha…
    Vi que vc comprou o passeio no seu hotel.. vc sabe me dizer se no mesmo dia mais de uma agência/operadora faz o passeio? Te pergunto isto pq fui pra Saona (Rep. Dominicana) e cada agência fazia um roteiro diferente, parando em diferentes pontos da ilha… e olha que a diferença é muito grande…. queria fotos nos mesmos pontos das suas, pois me parece ser as mais belas que já vi até agora =]
    Obrigada!!!

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2015 em 17:23
      Permalink

      Olá, Aline!
      Que bom que gostou das fotos!
      O passeio a ilha de Cayo Bolivar não tem como ser muito diferente… Pelo meno na ilha, porque o lugar é minusculo! E vc vai andar em tudo por si mesma, pode ter certeza!
      Mesmo se fechar em outro local, pode ter certeza de que verá tudo isso aí em cima!

      Resposta
  • 17 de janeiro de 2015 em 17:31
    Permalink

    Olá
    belo post.
    No passeio de lancha vocês levaram o bebê?
    Estou pensando em ir para la com meu filho de 2 anos,quais passeios você me aconselha a fazer la?

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2015 em 16:57
      Permalink

      Olá, Wellington! Levamos a bebê (2 anos) sim! Apesar deles falarem que você pode levar, a ida é muito desgastante! Eles colocaram minha prima e a bebê, no local mais seguro da lancha. Mas mesmo assim, venta muito, e respinga muita água do mar, o que numa velocidade mais rápida, incomoda bastante. Além disso, dá muitos baques no mar.
      Na ilha, não tem nenhuma estrutura! Nada mesmo!
      Mas, fomos e não tivemos nenhum problema!
      Dá para fazer este, Cayo Bolivar; como volta a ilha de carrinho de golf; outro muito bom é Johnny Kay (falei em outro post)… Piscinita e West View, a bebê não tem como entrar na água. É muito fundo! Mas vc pode revesar com sua esposa e conhecerem o local.
      Vá também ao Day Use do Decameron na Cocoplum. É muito bom para que estiver com crianças!

      Resposta
  • 12 de janeiro de 2015 em 18:18
    Permalink

    Ola!!! Tudo bem? Estou indo pra lá agora em fevereiro.
    Você pode me indicar o nome da empresa onde vc fez o passeio para Cayo Bolivar.? obrigada

    Resposta
    • 13 de janeiro de 2015 em 15:00
      Permalink

      Olá, Carla! Tudo bem? O hotel que ficamos hospedados tem um receptivo que realiza passeios. Foi nele que fechei todos! O hotel é o Sunrise!
      Beijos,

      Resposta
  • 11 de janeiro de 2015 em 05:31
    Permalink

    Olá Fabiane, tudo bem?

    Vou com mueu namorado em março para San Andrés e estamos buscando informações.
    Vocês compraram ou alugaram snorkel?
    Vale a pena alugar esse carrinho para passeio? Dá pra ir até a praia do Decameron com ele? è verdade que conseguimos chegar andando até a ilha de Cayo Bolivar?

    Desde já mt obrigada

    Resposta
    • 11 de janeiro de 2015 em 21:25
      Permalink

      Olá, Dani!
      Tudo ótimo e vocês?
      Que bom que vão conhecer este paraíso! Vão amar!
      Compramos Snorkel porque acho super pessoal e nada higiênico usar de outras pessoas. Mas na ilha vende bem baratinho nas lojas, muito mais em conta que no Brasil, apesar de não ser de muita qualidade.
      Vale alugar sim! Apesar da ilha ser pequena, vale a pena alugar para conhecer todos os pontos…. dá para ir na praia onde está o Decameron com a modalidade day use sim!
      Impossível chegar a Ilha de Cayo Bolivar caminhando… eu escrevi um post sobre lá! Dê uma olhadinha depois!
      Abs,

      Resposta
    • 12 de janeiro de 2015 em 01:18
      Permalink

      Ótimo saber que comprar lá é baratinho. Dei uma olhada por alto e o snorkel (mascara + repsirador) não sai por menos de 150reais aqui. E como moro em MG, não terá mt utlidade futura. Também acho pessoal também e pensamos em comprar a tal sapatilha por causa de corais. Acha necessário?

      bjs

      Resposta
    • 13 de janeiro de 2015 em 14:59
      Permalink

      Vale a pena comprar um bom snorkel, se você tiver em mente que irá a outros lugares que possa utilizá-lo. Lá é baratinho mesmo, coisa de 10 dólares… ou 20… não lembro bem.
      As sapatilhas são extremamente importantes! Vc vai ver que a todo mundo deixa as sandálias, chinelos etc de lado por lá, e só usam isso. Tem muito coral…. Vc compra lá também, viu? Baratinho!
      Beijão e boa viagem!

      Resposta
  • 11 de novembro de 2014 em 19:54
    Permalink

    Olá Fabi, estou adorando o blog e já anotei várias dicas sobre San Andres, vou para lá em dezembro. Só uma dúvida, vocês chegaram a conhecer Providencia? Já encontrei algumas dicas sobre a ilha e como temos 10 dias em San Andres, pensei em reservar uns 02 dias para Providencia, mas ainda estou em dúvida se vale pois a ida para lá é um pouco cara. Obrigada.

    Resposta
    • 12 de novembro de 2014 em 11:17
      Permalink

      Olá, Dainana!
      Que ótimo que irá a San Andrés! Lá é ótimo!!!!
      Bate-volta para Providência não vale a pena! Dois dias é bacana!
      Eu queria muito ter ido, mas achei realmente muito caro! Mas se vai ficar mais tempo, pode valer a pena!

      Resposta
  • 13 de outubro de 2014 em 14:36
    Permalink

    Ola Fabiane!
    Primeiro, parabéns pelo posts sobre San Andres. Vou com minha namorada em novembro e tuas informações ajudaram muito. Só uma dúvida: as fotos ficaram muito boas! que equipamento você usou?
    Anchieta

    Resposta
    • 16 de outubro de 2014 em 11:23
      Permalink

      Olá, Anchieta! Vcs vão amar San Andrés! É tudo muito lindo.
      Tirei muita foto do meu celular, iphone4S, e de uma CanionT3.
      🙂

      Resposta
  • 5 de outubro de 2014 em 20:21
    Permalink

    Vcs estão de parabéns pelo blog, muitas informações úteis….agora eu estou preocupada, quero fazer mergulho, esse tubarão era de que tamanho? Foi em que lugar? no raso?
    Thais

    Resposta
    • 16 de outubro de 2014 em 11:22
      Permalink

      Olá, Thais!
      Obrigada!!!! 🙂
      Este tubarão não ataca humanos, pelo menos foi o que os nativos disseram. Foi em Cayo Bolivar, e o Fábio que viu. Na verdade, assusta bastante… mas eles juraram que não tinha perigo! Então, não se preocupe! Em San Andrés mesmo não vimos nada além de arraias!

      Resposta
  • 14 de abril de 2014 em 15:35
    Permalink

    A cor dessa água é UM ABSURDO! Guardando esses posts com carinho para o futuro…
    🙂

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Translate »
error: Content is protected !!