Algumas atrações imperdíveis de San Andrés (Johnny Cay, Acuário, West View e La Piscinita)

Continuando a série de posts sobre a Ilha de San Andrés, já comentamos sobre as dicas gerais aqui, e sobre a volta à Ilha e o passeio a ilhota de Cayo Bolivar aqui. Agora, vamos continuar com as demais atrações deste paraíso Caribenho.
Relatamos anteriormente que o ideal é fazer uma logística dos passeios que você pretende fazer, dentro dos dias disponíveis para passeios, incluindo aqueles mais longes, como passeios em outras ilhotas próximas. 
O passeio ao Acuário, a Johnny Cay, a Cayo Bolivar necessitam de um pouco mais tempo. E para não ficar cansativo, é até recomendado que se faça um em cada dia, especialmente a Cayo Bolivar, que necessita de um dia inteiro. O passeio a Ilha de Providência acabamos desistindo. Pois, Providência só vale a pena se for, pelo menos, mais de dois dias de permanência na ilha. E nosso objetivo era fazer um Day Trip (um dia de passeio). Logo, além do valor ser bem alto, pois teríamos de ir de avião, curtiríamos muito pouco o lugar. 
Caso pretenda conhecer Providência, reserve pelo menos três dias para este passeio, além de uns cinco ou mais para San Andrés. O ideal é que você tenha dez dias para conhecer San Andrés e arredores (quando fomos a St. Maarten, ficamos onze dias, foi perfeito! Conhecemos Anguilla e St. Barth, além de desfrutarmos de tudo da ilha).
Johnny Cay
É uma ilhota que é facilmente vista da Praia Peatonal, que está localizada no Centro. É muito pequena, como dá para ver da imagem abaixo, mas possui infra-estrutura. Tem barracas/restaurantes, banheiros, mesas, cadeiras e guarda-sol. Apesar de ser oferecido um passeio em conjunto com o Acuário, não vale a pena! Pois fica muito corrido ir ao Acuário e depois ao Johnny Cay. Você acaba curtindo muito pouco de cada atração.
Apesar de termos fechado o passeio separadamente, acabaram confundindo e nos colocando nos dois passeios para o mesmo dia. E só percebemos o equívoco depois que chegamos ao Acuário. Foi muito corrido, e na verdade, acabamos curtindo apenas Johnny Cay. (Compramos da mesma agência de turismo localizada dentro do nosso hotel, e o passeio sai de onde parte a maioria dos barcos, que é ao lado do nosso hotel).
Outro detalhe sobre Johnny Cay é que, apesar de ter muita criança por lá, o mar é muito agitado e forte. Mas existem algumas piscinas naturais, como das fotos acima, e é um verdadeiro paraíso para os pequenos! Aliás, para os grandes também, já que ficam curtindo a massagem natural dos peixinhos.
O valor do passeio é em torno de 15.000 COP por pessoa, além da taxa de Turismo no valor de 4.000 COP. É obrigatório apresentar o boleto de pagamento na entrada da ilha. Existe o passeio que inclui o almoço, que é um pouco mais caro. E acabou valendo a pena no nosso caso, já que há um grande assédio quando se chega lá, e quando falamos que já estava incluso, eles acabaram saindo rapidinho da “perseguição”! 
Para chegar a Johnny Cay utiliza-se uma lancha rápida, cujo trajeto dura cerca de 15 minutos de San Andrés. Por ser bastante rápido, é um passeio que se molha bastante. Então, é ideal que você coloque objetos que não poderão molhar em uma sacola de plástico, ou protegido em alguma embalagem aprova de água.
Acuário
Acuário de San Andrés é um pequeno banco de areia, cercado de corais com muitos peixes lindos! Como fomos pela manhã, infelizmente fica bastante cheio, o que foi alvo de reclamações de várias pessoas que conheceram a Ilha. Mas há a possibilidade de ir na parte da tarde, quando acontece o show das arraias. É mais seletivo e menos cheio. O  show das arraiais custa em torno de 26.000 COP por pessoa. 
Para o Acuário é imprescindível o uso das sapatilhas e de Snorkel, é claro! O lugar é lindo e percebe-se os diversos tons de azul do mar.
Praticamente colado ao Acuário existe a Haynes Cay, uma ilhota que tem restaurantes, e um outro excelente local para a prática de Snorkel (na primeira foto do quadro acima, dá para vê-la). Apesar de oferecerem a travessia do Acuário para a ilhota numa espécie de pedalinho, por 5.000 COP, não foi necessário. A água chega por volta do abdômen. Apenas foi preciso que tomássemos cuidado com câmera, celulares, carteiras, etc.
West View 
É um lugar maravilhoso para fazer Snorkel, mergulho com cilindro ou o escafandro. A profundidade é de 4 a 10 ou 12 metros, com uma clareza absurda! Gostamos tanto deste lugar que voltamos outra vez, mas depois das 13h, quando já estava bem vazio. 
O valor da entrada é de 3.000COP por pessoa, sendo que eles repassam algumas fatias de pão de forma para alimentar os peixes, o que acaba por chamá-los para perto, além de evitar que ofereçam outros alimentos.
West View, que está situada mais ao sul da ilha, além do visual que fala por si só, tem um trampolim e um toboágua que você pode utilizar. O toboágua vai direto para o mar! Não tive coragem, mas o Fábio, meu primo e prima, pularam tranquilamente e adoraram a aventura! 
Para quem não sabe nadar, eles oferecem coletes salva vidas por um preço bem pequeno, além de aluguel de snorkel. Já disse no Instagram que acho isso muito pessoal, e que cada um deve ter o seu.
West View pela manhã é mais cheio, e a tarde fica mais tranquilo para visitar e curtir a piscina natural. O único ponto negativo é o sol excessivo nas costas e nádegas, que podem causar insolação. Então, é bom se preparar e ficar bem protegido.

Em West View, não tem restaurantes. Apenas uma barraquinha que vende bebidas. Mas em frente ao local, existe um restaurante com comida muito gostosa, com estacionamentos (inclusive, foi lá que estacionamos nosso carro de golf).
La Piscinita
Um pouco inferior que West View possibilita uma visão mais próxima dos peixes, já que a profundidade é a partir de 2 ou 3 metros. É um azul inacreditável! E nem seria necessário o mergulho, já que de cima mesmo é possível ver os peixes. 
O valor da entrada é de 2.000 COP e também dá direito a alguns pães para alimentar os peixes. No local, tem um pequeno restaurante, banheiros, além de realizar o aluguel de snorkel e coletes salva-vidas. 
Como fomos na parte da tarde, também, estava bem mais vazio.
Aguardem pelo próximo post com as dicas das praias de San Andrés! 

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

2 comentários em “Algumas atrações imperdíveis de San Andrés (Johnny Cay, Acuário, West View e La Piscinita)

  • 1 de janeiro de 2017 em 21:27
    Permalink

    Uma dos blogs mais bacana que pesquisei.
    Parabéns!!! A dicas são ótimas….

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Translate »
error: Content is protected !!