Como visitar e o que fazer em Hallstatt, na Austria

Uma das cidades que nos surpreendeu durante nossa road trip pela Europa, em maio de 2014, foi Hallstatt. Desde que vimos uma foto circulando pela internet e redes sociais, sabia que aquela cidade, que mais se parece um quadro, entraria no nosso roteiro. Assim, começamos a planejar o roteiro, analisando qual seria a melhor logística para chegar naquele pequeno conto de fadas.

Hallstatt trata-se de uma pequena aldeia da Áustria, cravada entre as montanhas e o Lago Hallstatter See. E como não é de se estranhar, em 1997, foi declarada Patrimônio Histórico da Unesco. Confesso que no começo me encantei pela beleza do local, mas depois que fomos pesquisando, descobrimos que, além de beleza, o local contém muita riqueza histórica, além de abrigar a mina de sal mais antiga do mundo.

Localização e como chegar:

 

Depois de pesquisar inúmeras formas de chegar em Hallstatt, chegamos a conclusão que a melhor opção para chegar em Hallstatt é de carro, e partindo de Salzburg. Em que pese existir outras opções, tanto de de ônibus quanto de trem, acaba que dá muito mais trabalho, e perda de tempo.Algumas distâncias para Hallstatt:

De Salzburg: 71km,
De Viena: 289km.
De Munique: 209 km
De Linz: 125 km
De Bratislava: 346 km

Desta forma, o mais fácil foi fazer o trajeto partindo de Salzburgo. Só que, mesmo sendo mais perto (71km), o caminho é bem demorado, já que é cheio de curvas, e alguns pontos o limite da velocidade é de 50 km/h. Mas uma coisa também é fato: o caminho é lindo! Cheio de casinhas fofas, campo verdes e os alpes austríacos nevados ao fundo. Então, acabamos gastando ainda mais tempo no trajeto, já que paramos inúmeras vezes para fotos!

 

Qual a melhor época para visitar Hallstatt:
Como Hallstatt é uma cidade bem fria, a melhor época para conhecer a cidade é de Abril a Outubro, já que nesta época todas as atrações estão abertas, você pode muitos passeios, a temperatura é agradável, e o sol se põe bem mais tarde! Durante o inverno que é bem rigoroso, a maioria dos hotéis e atrações fecham.

Onde se hospedar:Primeiro, antes de entrar no assunto de hospedagem, gostaria de dizer que Hallstatt é muito pequena. E a maioria das dicas que vi na internet fala que um dia é suficiente. Ou seja, dá para fazer um day trip (bate-volta). Mas a cidade é tão aconchegante, o povo tão receptivo que vale a pena pernoitar pelo menos uma noite por lá! Sem contar que acordar com a vista para aquele lago, não tem preço!

Quando estiver pesquisando, é importante observar o local do hotel, ou seja, se ele realmente está localizado na cidade. Pois quando pesquisava, algumas ofertas são de hotéis do outro lado de Hallstatt (em Obertraum), o que será necessário que você pegue o barco para chegar a Hallstatt. Então, o melhor lugar para se hospedar, é dentro do circulo vermelho abaixo, ou seja, na própria Hallstatt:

As hospedagens em Hallstatt não são baratas. Mas os hotéis parecem aconchegantes, e quase todos com vista para o lago. Entretanto, é bom checar se o quarto é com vista para o lago, pois você pode ficar no lado de trás do hotel. Quando reservei o hotel, coloquei em observação que gostaria muito de um quarto com vista para o lago, e fui surpreendida com um upgrade, para um dos melhores quartos do hotel!

Ficamos hospedados no Heritage Hotel, que tem a maioria dos quartos de frente para o Lago, está localizado na área central, a menos de dois minutos da praça principal, de frente para a igrejinha que aparece nas fotos. É uma excelente hospedagem!Nosso quarto foi o Heritage Júnior Suite, que custa em torno de 295 Euros a diária. É um quarto muito espaço, de 33-55 m², com uma varanda linda de frente para o lago! Sem falar que o hotel possui um excelente café-da-manhã, um restaurante muito bom, e o pessoal super atencioso!

 

Vista da varanda do quarto do Heritage.

 

 

Audioguia:

Existe a possibilidade de você alugar um audioguia para conhecer Hallstatt. Basta dirigir-se ao Centro de Informações ao turista, pagar uma taxa de empréstimo de 5 euros, e curtir todos os pontos indicados no guia.
O que fazer em Hallstatt?

 

A melhor forma de começar o passeio por Hallstatt é partindo do Centro da Cidade (que de tão pequeno, é quase a cidade toda). Perca-se!! O que provavelmente será difícil por lá! Ande pelas ruas, ruelas, becos, observe as casinhas, as vassouras nas portas das casas, e se possível vá aos pontos mais altos, que são acessíveis por algumas escadas de muitos degraus, mas nada tão difícil!

 

A Central Square Markplatz é a praça central de Hallstatt. Um destaque e um charme que só vendo! Nela tem vários cafés, pubs, restaurantes… mas a maioria fecha às 17hs, assim como quase tudo na cidade.

 

Não deixe de visitar com calma o Museum Hallstatt, que é o Museu da Herança Cultural (Seestrasse 56). É muito interessante ver o quanto eles cuidam bem do acervo, que é composto por objetos antigos dos primeiros moradores de Hallstatt, desde a época da colonização romana até os dias atuais.

 

 

Saindo do museu, aproveite para apreciar  o tabuleiro de xadrez gigante, à sua esquerda:

 

Ainda na área central, tem a igrejinha que sai em todas as fotos da cidade, a Evangelische Kirche Hallstatt (Igreja Luterana). Trata-se de uma igreja bem pequena, menos ornamentada que a Igreja Católica, que começou a ser construída em outubro de 1785, para ser uma casa de oração.

E é esta igreja também que dá para ver da janela do hotel que ficamos hospedados, o Heritage:

 

 

Ao lado da Igreja Luterana, está o Seehotel Grüner Baum, no qual a Imperatriz da Áustria, Sisi, já ficou hospedada. Ele fica na praça central.

 

Caminhando para o lado contrário à Igreja Luterana, tem uma loja de artigos esportivos chamada Janu (Dachsteinsport Janu), Seestraße 50. A loja, que também vende souvenir, ficou conhecida depois de encontrarem, durante uma escavação no subsolo (em 1990), um sítio arqueológico com peças muito antigas, que datam mais de 7.000 anos.

 

A exposição é gratuita e permanente, mas infelizmente não conseguimos visitá-la. Pois no dias antecedentes, teve uma chuva muito forte que acabou alagando o subsolo da loja, que estava interditado temporariamente.
A Parish of the Assumption (Kirchenweg 40) é a Igreja Católica de Hallstatt. O altar, em estilo gótico, é impressionante, assim como os vitrais e as pinturas nas paredes externas.

 

 

Ao lado da Igreja Parish of the Assumption, ficam dois pontos interessantes e curiosos da cidade: o cemitério e um Capela de Ossos (Hallstatt Ossuary).
Este cemitério vale a pena conhecer! Parece mais um jardim, com seus vasos de flores pelo chão, e os túmulos, construídos em madeiras, parecem uma casinha de bonecas. Em um contraditório absurdo, o lugar acaba sendo alegre! Mas é bem pequeno… como Hallstatt!

 

E por ser um cemitério muito pequeno, acabaram construindo a Capela dos Ossos, que foi a alternativa para abrigar todos ossos dos moradores de Hallstatt. Depois de limpos, os ossos eram decorados e cuidadosamente expostos no “altar”. Com a permissão da igreja católica para a cremação dos corpos, este costume foi deixado de lado, e o lugar virou apenas um ponto de visitação! Ah! Não tem nenhum cheiro estranho!

 

 

Salz Welten (Salzbergstraße 21) é nada mais, nada menos que a Mina de Sal mais antiga do mundo e uma das principais atrações de Hallstatt. A mina era considerada do ano de 1.500 a.C., até que, recentemente, encontraram artefato datado de 5.000 a.C., daí, passou a ser considerada a mina de sal mais antiga do mundo, com aproximadamente 7.000 anos.
Para chegar a Mina existem duas formas: a primeira, uma caminhada acentuada de uma hora, pela montanha, ou em um funicular que te eleva a 855 metros, em apenas 3 minutos.
Obs: tente ficar na parte de baixo do funicular, próximo ao vidro, é a melhor vista da subida!
O ingresso para o funicular é vendido na bilheteria da Mina, e o ticket de ida e volta no funicular e entrada na Mina custou 24 Euros. As visitas são guiadas e partem em horários pré-determinados. Prepare para ficar em torno de 3 horas no local ou mais, então, se estiver com pressa, você pode fazer só o passeio de funicular.

 

 

Mesmo assim, você terá oportunidade de ir em um mirante muito bacana, que possibilita que você veja as montanhas com seus picos nevados, o lago, e Hallstatt minúscula e encravada aos pés do monte.
Neste mesmo topo, onde há o observatório, há também um restaurante muito fofo:
Todo o lugar é muito informativo, e você não perde até encontrar o guia que te acompanhará na visita. Em vários pontos, há uma placa assim informando o caminho:
Quando chegar no local que inicia a visita guiada, eles te fornecerão uma roupa própria para ingressar na mina. É aconselhável ir com algum agasalho (mas nem tanto, pois com a caminhada, você sente um pouco de calor). Mas o interior da mina é mais frio, em torno de 10 a 13 graus.
O passeio consiste em uma caminhada para dentro da montanha, passagem por dois escorregadores de madeiras, sendo que no último deles, além de uma foto que eles tiram durante a sua decida, eles medem a velocidade que você atingiu. Optamos por descer juntos (de casal), e nossa velocidade não foi muito boa não… mas foi divertido! A foto é vendida no final do tour por 5 Euros. E o passeio finaliza com uma espécie de trenzinho que te leva bem rápido para fora da Mina. Neste momento, você vê o quanto o ambiente interno da mina é frio!
Bons pontos para foto em Hallstatt:
Fomos nos dois extremos de Hallstatt para ver a cidade em ângulos diferentes. A que vimos em todos as fotos das internet, é para o mesmo lado da Igreja Católica:
E para o mesmo lado da Mina de Sal, existe o outro ponto de vista da cidade:
Neste ponto, o pessoal costuma fazer picnic (dias mais quentes), e existe um parquinho bem legal para crianças:

 

Onde comer?
Em Hallstatt, existem poucos restaurantes! A maioria deles é dentro dos próprios hotéis. Existem algumas cafeterias e algumas espécies de pubs. Mas tudo fecha muito cedo! Os cafés e padarias fecham as 17h. Apenas os restaurantes dos hotéis ficam abertos até mais tarde.
Ao lado da Igrejinha Luterana (aquela avistada em todas as fotos da cidade) existe uma barraquinha de lanches que fica aberta até mais tarde.

 

Informações adicionais:
Como a cidade é muito pequena, existem estacionamentos fora da área de circulação de Hallstatt. Em alguns pontos, você verá placas proibindo a circulação de veículos no local, apenas para os motoristas de hotéis, ou moradores da cidade. As ruas não passam dois carros. Então, quando você chegar na cidade, você verá algumas placas informando do estacionamento. Se você for pernoitar na cidade, você ficará no estacionamento para os hóspedes de hotéis (P1). É só parar o carro, tocar o interfone (se não tiver um carro te esperando lá), e pedir o shuttle para determinado hotel.
Em alguns pontos da cidade, você verá fontes com a escrita abaixo, que significa que a água é própria para o consumo.

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

40 thoughts on “Como visitar e o que fazer em Hallstatt, na Austria

  • 16 de setembro de 2019 em 19:12
    Permalink

    Ola. Vou agora em outubro fazer bate e volta de salzburgo! Acha q da pra fazer hallstat e gousaseen no mesmo dia??? Tem outras cidades legais no caminho?? Obrigada

    Resposta
    • 17 de setembro de 2019 em 10:41
      Permalink

      Oi, Cássia!!
      Acho que não… Pois agora começa a época que os dias são curtos.
      Se fosse no verão, com sol até 21h, você poderia até arriscar.
      Mas outono e inverno, os dias ficam bem curtos. Dependendo do lugar, às 16h, já está de noite.
      Você não consegue ficar mais um dia?

      Resposta
  • 16 de maio de 2019 em 15:09
    Permalink

    Oi oi !

    Estou planejando ir para Austria no fim do ano, passar o ano novo em Viena, e depois partir para outras cidades. Hallstatt é uma boa nos primeiros dias do ano ? Em relação as atrações, sabe se terá alguma coisa fechada por conta do inicio do ano ou até mesmo por conta da temperatura ?

    Outra pergunta é, em relação a alugar carro (em Viena), é tranquilo, precisa de algum documento/permissão ?

    Obrigada! E parabéns pelo blog.

    Resposta
  • 5 de fevereiro de 2019 em 11:38
    Permalink

    Oi!!!

    Estou animada, ansiosa e ao mesmo tempo preocupada com a viagem !
    Eu marquei a viagem para Hallstatt entre os dias 2 e 3 de março. Estou preocupada em não ter muitas coisas pra fazer já que as melhores épocas são abril em diante.

    Os centros culturais e pub ficam abertos em março?

    Estava tentando mudar para agosto mas a Booking não está permitindo.
    Eu ainda não cadastrei meu cartão. Será q eu consigo mudar a data ?

    Obg pelo post!! Espero poder aproveitar ao máximo Hallstatt.

    Resposta
    • 18 de fevereiro de 2019 em 08:54
      Permalink

      Oi, Marcella!
      O ideal é conferir no site de cada atração, a informação atualizada do funcionamento das atrações.
      Mesmo se não tiver nada aberto, a cidade é um charme para andar e não fazer nada! rsss
      Quanto ao Booking, depende mais se você fez a reserva com cancelamento gratuito… eu sempre procuro este tipo de reserva, pois qualquer inconveniente eu consigo contornar a situação.
      Abs,

      Resposta
  • 7 de julho de 2018 em 17:43
    Permalink

    Nossaaaaaa.Muito obrigada pelas suas informações,vou viajar com meu marido é seu blog me ajudou muito.Parabens.

    Resposta
    • 10 de julho de 2018 em 23:15
      Permalink

      Oi, Bell!
      Que bom que o post te ajudou um pouco!
      Você vai amar Hallstatt!
      Super romântica!
      Beijos,

      Resposta
  • 25 de abril de 2018 em 15:04
    Permalink

    Olá Fabiane! Adorei as dicas!
    Pretendo passar o fds agora em Hallstatt, moro na Alemanha, então iremos de carro. Temos dois cachorros e eles irão com a gente, já que nem temos com quem deixá-los. Você acha que é viável ir com cachorros? Vamos conseguir curtir a cidade com eles? Aqui na Alemanha a maioria dos restaurantes, transporte público… é permitido. Mas como não conheço a Áustria ainda fico na dúvida. Alguns passeios acredito que terei que deixá-los no apto. Mas não queria deixar eles trancados o tempo todo. Você pode me ajudar com essa dúvida?
    Obrigada!

    Resposta
    • 27 de abril de 2018 em 18:41
      Permalink

      Oi, Aline!
      Desculpe a demora para responder…
      Estamos com viagem marcada para este final de semana, e estou numa correria….
      Mas aqui, agora que você falou estou tentando lembrar…
      não me lembro de ter visto cachorros pela Austria… mas também, já tem mais tempo que fui, e agora todo mundo costuma aceitar cachorros.
      Mas infelizmente, não sei mesmo se tipo é tranquilo restaurantes lá, ou até mesmo hotel.
      Curtir com vcs eles com certeza irão, pois é pequeno, fácil de andar, etc.
      Desculpe não ajudar tanto…
      Beijos e boa viagem!

      Resposta
      • 4 de agosto de 2019 em 15:26
        Permalink

        Boa tarde, Fabiane!
        Estou pretendendo ir para Hallstatt em outubro desse ano. Sabe me dizer se as montanhas que circundam a cidade estão cobertas de neve nessa época?
        Agradeço antecipadamente sua resposta.

        Resposta
        • 23 de agosto de 2019 em 13:42
          Permalink

          Oi, Rosa!
          Nossa… não posso dizer com certeza!
          Algumas mais altas, pode ser que mantenham congeladas (com neve).
          Mas como outubro é depois do verão, não posso garantir.
          🙁

          Resposta
          • 16 de setembro de 2019 em 06:59
            Permalink

            Olá, Fabiana! Eu, de volta. Tive um probleminha de saúde e desistimos de ir esse ano. Planejamos agora viajar em abril ou maio de 2020. Você viajou na primeira quinzena de maio, ou na segunda?
            Seu blog é excelente! Obrigada pelas dicas!
            Abraços,
            Rosa.

            Resposta
            • 17 de setembro de 2019 em 10:55
              Permalink

              Oi, Rosa!!
              Estimo melhoras!!!
              Fomos na segunda quinzena de maio, mais precisamente dia 17 e 18.
              Que bom que gostou das dicas!
              Beijos,

              Resposta
  • 24 de janeiro de 2018 em 12:40
    Permalink

    Olá! Estamos planejando nossa viagem para agosto/2018. Vamos ficar 2 dias em Saulzburg e queremos visitar Hallstatt. Vc aconselha irmos de ônibus ou alugar um carro? Queremos conhecer, se possivel, todos os pontos turisticos de Hallstatt e não sabemos se 1 dia será suficiente…

    Resposta
    • 28 de janeiro de 2018 em 17:46
      Permalink

      Olá, Tânia!
      Um dia é suficiente sim, ainda mais no verão que os dias são bem longos.
      Mas desde que você vá bem cedinho.
      Quanto a ir de carro ou ônibus, é bem relativo. Nós amamos dirigir na Austria, e vale muito a pena ver as paisagens com calma, e poder parar quando com liberdade.
      Mas lá, você vai deixar o carro no estacionamento e fazer tudo a pé…
      Então, o carro será apenas para o deslocamento entre Salzburgo e Hallstatt…
      Se o preço for muito desigual, eu iria de ônibus…
      Coloque na ponta do lápis para fazer sua escolha, levando em consideração o lance de que, de carro, você pode apreciar a paisagem!
      🙂

      Resposta
      • 22 de fevereiro de 2018 em 11:12
        Permalink

        Oi Fabiana, vocês tiraram a PID para dirigir na Áustria? Nós vamos de Munique para Hallstatt e não tiramos a PID.

        Resposta
        • 22 de fevereiro de 2018 em 19:01
          Permalink

          Oi, Mari! Nesta viagem, alugamos o carro em Viena, na Austria.
          E lá, eles pediram a PID.
          Eu acho o ideal sempre ter a PID em mãos, tem lugar que pode pedir, tem lugar que deve pedir, e as vezes não pede.
          Então, minha orientação é que viaje sempre com a PID.
          Imagine deixar de alugar o carro por causa de uma PID?
          Aqui em Minas Gerais, é muito tranquilo.
          Preenchemos um formulário, pagamos uma taxa, e na mesma semana chega no endereço cadastrado.
          Beijos,

          Resposta
  • 6 de novembro de 2017 em 08:28
    Permalink

    Essa cidade é incrível!
    Veja no nosso site nosso roteiro de um dia por lá!

    Bjs

    Resposta
  • 8 de maio de 2017 em 13:37
    Permalink

    Olá,

    estou planejando minha viagem de lua de mel e gostaria da sua opinião, quantos dias valem a pena ficar em Salzburgo e Hallsatt.
    Estarei em Munique, de lá vou para Salzburgo e depois Hallsatt.

    E quanto a rota romantica, você sabem em quantos dias dá para fazer? se vale a pena

    Resposta
    • 8 de maio de 2017 em 19:13
      Permalink

      Olá, Ana Paula!
      Depende muito de quanto tempo você ficará ao total na viagem.
      Se tiver mais tempo, sugiro que fique 2 dias em Salzburgo e um em Hallstatt.
      Mas se estiver com pouco tempo, um dia em cada cidade basta.
      Eu queria muito fazer a Rota Romântica. Mas ela precisa de mais tempo, quando pesquisei para ir, chegamos à conclusão que no mínimo 15 dias só para a Rota. Isso por quê a gente queria curtir mesmo, e não fazer nada correndo!
      Como vc estará em Munique, tenta ir em Fussen. Dá para fazer um bate-volta.
      Abs,
      Fabiane

      Resposta
      • 6 de junho de 2017 em 17:13
        Permalink

        Deparei-me com essa pergunta acima e resolvi ajudar. Permita-me falar um pouco da Rota Romantica pois acabei de chegar de lá. Fizemos a Rota em 7 dias e aproveitamos bastante. Muitos sites que vi fazem a rota mais rapidamente, em 4-5 dias. Para detalhes, leia meu blog: http://romanticaeuropa.blogspot.com.br/.

        Resposta
  • 4 de abril de 2017 em 18:35
    Permalink

    Fabiane, estou planejando conhecer Hallstatt em uma viagem para a Europa que farei em dezembro. Gostaria de saber o que tem pra fazer na cidade após as 17h. É que pela minha programação estou pensando em chegar lá em um horário próximo ao meio dia, ou umas 11h da manhã. Como você comentou, tudo fecha às 17h lá, então surgiu essa dúvida…

    Obrigado.

    Resposta
    • 4 de abril de 2017 em 21:07
      Permalink

      Olá, Rafael!
      Na verdade, como a cidade é muito pequena, e como a maioria das cidades turísticas diurnas, tudo fecha a noite.
      Geralmente, os restaurantes dos hotéis da cidade fazem alguma programação.
      Tente ver neste site também (http://www.hallstatt.net/home-en-US/) que eles podem colocar alguma programação especial. Os restaurantes também podem fazer algo, veja aqui: http://www.hallstatt.net/restaurants-en-us/
      Mas estas cidades pequenas assim não tem muita coisa para fazer a noite não!

      Resposta
  • 13 de março de 2017 em 13:54
    Permalink

    Oi Fabiana, tudo bem?
    Seu post foi a resposta para definir minha dúvida…rsrs
    Vou fazer 10 anos de casada em novembro e queremos muito conhecer Hallstatt, partindo de Munique.
    Já vi que temos como chegar lá de trem, pois consultei e achei um que sai de Munique.
    Só estou na dúvida de como fazer para sair de la, já que nosso planejamento é ir de HAllstatt para Davos (Suiça).
    Essa é minha dúvida. Como posso fazer para ir de Hallstatt para Davos? Pesquisei em um site de trens e não consta esse percurso.
    Você saberia me ajudar a achar uma solução para sairmos de Hallstatt para Davos?
    Desde já te agradeço e parabenizo pelo lindo postt!!! Ficou incrível!!!

    Resposta
    • 13 de março de 2017 em 15:00
      Permalink

      Oi, Simone!
      Tudo bem?
      Que bom que gostou do nosso post… e você vai amar Hallstatt! É um lugar super romântico! Ideal para lua-de-mel e comemoração de datas especiais!
      Tem um site que a gente usa muito para saber como chega de um lugar para outro. Não sei se você conhece.
      Chama-se Rome To Rio. Nele explica o caminho, meio de transporte, inclusive o valor.
      https://www.rome2rio.com/pt/s/Hallstatt-Alta-%C3%81ustria/Davos
      Veja neste link se te ajuda.
      Beijos,
      Fabi

      Resposta
  • 25 de janeiro de 2017 em 07:54
    Permalink

    Bom dia, Fabiane.

    Tudo bem?

    Eu e minha esposa estamos pensando em visitar Hallstatt agora em maio/junho.
    Vamos de carro.
    Estamos pensando em acordar cedo em Salzburgo, ir para Hallstatt e, depois, ir para Viena, onde iremos dormir para o dia seguinte. Vc acha que há tempo suficiente para fazer esse roteiro?

    Obrigado.

    Diogo

    Resposta
    • 25 de janeiro de 2017 em 17:37
      Permalink

      Oi, Diogo!
      Acho meio puxado apenas conhecer Hallstatt e ir para Viena no mesmo dia de carro.
      Apesar de que o dia será claro até bem tarde da noite!
      Mas mesmo assim, acho que será bem cansativo.
      Veja pernoitar em Melk, por exemplo…

      Resposta
  • 18 de novembro de 2016 em 18:28
    Permalink

    Parabéns pelo blog. Informações bem detalhadas.
    Depois deste seu post,planejo ir para Hallstat em maio de 2017, partindo de Salzburgo, também de carro.
    Sendo assim, gostaria de saber como você locou o carro, valor da diária e se necessita levar GPS.

    Agradeço desde já

    Resposta
    • 20 de novembro de 2016 em 12:27
      Permalink

      Olá, Humberto!
      Que bom saber que o post te incentivou a conhecer este destino incrível!
      Bem, nós alugamos o veículo em Viena, pela Europcar. Da época que alugamos para cá a diária deve ter alterado. Então não dá nem para servir de base.
      Era tudo bem sinalizado, mas é sempre bom ter um GPS. Se o seu celular tiver internet lá, dá para você navegar pelo Waze sem necessidade de alugar um GPS.
      Abs,

      Resposta
  • 30 de outubro de 2016 em 08:06
    Permalink

    Olá! Muito legal o blog de vocês, parabéns!
    Queria tirar uma dúvida. Vou à Austria na lua de mel, o principal motivo de ter escolhido ir a Austria foi Hallstatt rs. Vocês tiveram dificuldade com a viagem de carro na ida ou na volta pra Salzburg? porque colocando no google maps, ele diz que alguns trechos são de estradas “privadas”, fiquei na dúvida se seria tranquilo o percurso e se esses trechos seriam abertos.
    Desde já muito obrigada!

    Resposta
    • 9 de novembro de 2016 em 19:44
      Permalink

      Olá, Maria Carolina!
      Não tivemos qualquer dificuldade! Como falei, a viagem só é mais lenta devido as curvas e limite de velocidade.
      Mas não tem nada de privada não!
      O Google Maps às vezes mostra um caminho tão estranhos… rsss.
      Abs, e boa viagem!

      Resposta
  • 14 de outubro de 2016 em 00:25
    Permalink

    Olá, adorei sua experiência!
    Olha estou indo no periódo de Janeiro pra Europa e pretendo da uma passada na Austria e estou apaixonada por esta cidade, além dela pode me da algumas dicas de outra proximo desse rota ? Viena é uma boa opção?
    Olhá chegarei no dia 12 em Madri e passarei apenas dois dias, o que você indicaria pra fazer durante esses dois dias ? Lodo após seguirei pra Alemanha (ficarei na casa de parente) em Hilden proximo de Colônia, depois Itália (pretendo conhecer Veneza, Florença e Roma dentro desa rota você indicaria algua cidade que não poderia deixar de conhecer? Essa será minha primeira viagem a Europa e também minha lua de mel.

    Desde de já agradeço.

    Resposta
    • 20 de outubro de 2016 em 20:16
      Permalink

      Oi, Elisangela!
      Que delícia de viagem, heim?! Só cuidado como fará a distribuição dos dias para cada cidade.
      Geralmente, o dia de deslocamento entre uma cidade e outra é praticamente nulo.
      Próximo a Hallstatt, recomendaria Salzburgo, também na Austria.
      Salzburgo é cidade que você conhece em dois dias, ou até um, se fizer um roteiro bem bacana!
      Viena é uma cidade maior que consome mais tempo, e também está um pouco mais distante de Hallstatt. Salzburgo é bem mais pertinho!
      Quanto a Madri, dê uma olhada nestes posts da nossa viagem. São posts antigos, em que a gente não escrevia como hoje (com mais informações), mas dá para ter uma ideia.

      https://www.viagensevivencias.com.br/c/europa/espanha/madrid

      Depois nos conte como foi! 🙂

      Fabi

      Resposta
  • 21 de agosto de 2016 em 13:20
    Permalink

    Estou planejando uma viagem para a Áustria e lendo o seu blog e suas excelentes dicas sobre Hallstadt irei incluir essa pequena linda cidade em meu roteiro. Parabéns pela clara, objetiva e esclarecedora descrição desse maravilhoso local.

    Resposta
    • 22 de agosto de 2016 em 15:42
      Permalink

      Não sabe o quanto ficamos felizes com comentários como o seu! É o que nos incentiva a escrever, a melhorar e compartilhar ainda mais as nossas dicas!
      E você não se arrependerá!
      Hallstatt é linda!

      Resposta
  • 18 de julho de 2016 em 15:18
    Permalink

    Olá! Em que dias você visitou Hallstatt? Pelas fotos parece frio! Eu vou estar lá no final de Agosto.
    Tem algum restaurante que possa sugerir?

    Obrigada

    Resposta
  • 10 de outubro de 2014 em 12:16
    Permalink

    Olá,
    Parabens pelo post no Blog! 
    Hoje em,dia qualquer dica, ajuda para quem quer morar for a ou fazer intercâmbio é válida. Visite o site da nossa agência de intercâmbio com base em Brighton na Inglaterra JapStudies.com (Juniors, Adults & Professionals Studies). Como nosso serviço é em sua maioria online os custos são muito mais baratos do que se comparado com as empresas no Brasil e você pagará seu curso diretamente para a escola através de uma transferência bancária internacional com a cotação do Banco Central.
    Entre em contato com a gente e peça um orçamento sem compromisso 
    Um forte abraço JapStudies.com

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »