Pisa das uvas no Vale do Douro, em Portugal! Experiência incrível e única!

No primeiro dia da nossa viagem ao Vale do Douro, passamos na Quinta do Pessegueiro, onde conhecemos a adega, realizamos prova de vinhos e depois seguimos para um delicioso almoço no espaço privativo de uma das propriedades da Quinta. Vejam a matéria aqui.

Depois, antes de conhecermos a próxima vinícola, o Oscar, um dos proprietários da Quevedo Port Winenos levou para uma experiência única em nossa viagem (e em nossas vidas!): a Pisa das Uvas na Quinta das Aranhas.

IMG_5035

A Quinta das Aranhas é uma vinícola bem familiar, inclusive estavam presentes durante nossa visita toda a família, incluindo esposo, esposa, filhos super simpáticos e até cachorro com filhotinhos! Vimos de perto a chegada das uvas e de todo o processo para a fabricação dos vinhos, inclusive do enchimento do local onde faríamos a pisa das uvas, e degustações de Vinho do Porto.

IMG_5009

IMG_4427

Quem nunca viu ou sempre pensa em uma cena de pisa das uvas quando se fala em fazer vinhos? Portugal ainda mantém a pisa das uvas na produção de vinhos. E não tem nada de estranho nisso! As melhores uvas são amassadas com os pés! Isso por que não existe melhor forma para não agredir as uvas.

No processo de produção de vinhos, é necessário amassar as uvas para separar a casca do sumo e da semente. Nas prensas, que fazem este trabalho de amassar as uvas, em poucos minutos, uma grande quantidade de uvas é amassada. Mas ainda não existe maquinário que não agrida as sementes. Desta forma, amassar as uvas com os pés, é um processo que pode muitas durar horas, mas é realmente eficaz, porque amassa a uva e não quebra a semente.

Antes de entrar no local, você faz uma higienização, e não precisa nem dizer que se a pessoa estiver com algum problema nos pés vai ter o bom senso de não entrar! Mas mesmo que isto aconteça, não existe bactéria que resista ao processo de fermentação das uvas!

IMG_5024

No começo, o local é bem frio, e você ainda vê a maioria das uvas inteiras e somente um pouco de sumo, com um cor bem aguada. Mas como o passar do tempo e do trabalho realizado, você vai vendo e sentindo as uvas mais amassadas, e o lugar tomando a cor de suco de uva. Claro! Foi tudo uma festa e um momento de muita diversão entre o grupo da press trip. Mas já parou para pensar que este trabalho ainda é realizado em diversas vinícolas de Portugal, e a equipe fica por mais de três horas, sem parar, apoiando-se um ao outro, com o único objetivo de amassar as uvas? É um trabalho muito sério e difícil!

No dia seguinte, com uma equipe de verdade, pudemos ver de perto como este trabalho acontece. E enquanto a gente fazia prova de vinhos, participávamos do jantar na Ramos Pinto, tomamos mais vinho, batemos papo, eles estavam lá! Trabalhando sério para a produção de um futuro e especial vinho! Não é brincadeira não!

IMG_5017

Vejam o vídeo sobre nossa experiência:

Parabéns a todos que ainda realizam este trabalho, e agradecemos especiais ao IVDP, Catavino, Oscar da Quevedo e aos queridos da Quinta da Aranha, por nos proporcionar este momento que, com certeza, será inesquecível e único!

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

8 thoughts on “Pisa das uvas no Vale do Douro, em Portugal! Experiência incrível e única!

  • 23 de março de 2017 em 14:02
    Permalink

    olá eu gostaria de saber o endereço dessa quinta das aranhas achei bem interessante! Além do que uma experiencia unica!!!!

    Resposta
    • 30 de março de 2017 em 17:32
      Permalink

      É uma vinícola familiar e foi uma experiência bem exclusiva. Vou ver se eles passam o endereço e se é permitido para outras pessoas.
      Mas existem outras vinhas que oferecem esta experiência.
      Te retorno!

      Resposta
  • 13 de março de 2016 em 18:43
    Permalink

    Adorei a sua materia sobre a pisa das uvas. Irei a Portugal em setembro gostaria de participar desta pisa das uvas. Qual email para agendar a minha participaçao.?

    Resposta
    • 14 de março de 2016 em 17:09
      Permalink

      Olá, Meiri!
      Que bom que gostou da matéria!
      Foi um dia incrivel da nossa viagem!
      Esta vinícola era bem familiar, e nosso contato foi diretamente com o pessoal da Quevedo.
      Na verdade, muitas vinícolas fazem a pisa e deixam outras pessoas participarem.
      Encaminhe email para o Oscar, da Quevedo ([email protected]), diga que viu aqui no blog e que gostaria muito de fazer.
      Com certeza ele será muito atencioso!
      Qualquer coisa me avise!

      Abs,

      Resposta
  • 20 de outubro de 2015 em 10:17
    Permalink

    Quanto tempo dura este passeio? É aberto ao público também? Posso participar de algum destes eventos?

    Resposta
    • 22 de outubro de 2015 em 08:01
      Permalink

      Lilian,
      algumas vinícolas permitem que visitantes participem tanto da colheita das uvas, quanto das pisas.
      É bom mandar email previamente.
      Durou cerca de 2 horas, tanto a visita quanto a pisa!
      🙂

      Resposta
  • 19 de outubro de 2015 em 10:16
    Permalink

    Que barato isso!
    Não imaginava que esta técnica continuava a acontecer.
    Imagino, também, que deve ter sido incrível!
    Parabéns por nos presentear com matérias assim!

    Resposta
    • 22 de outubro de 2015 em 08:03
      Permalink

      Foi uma experiência incrível!
      Jamais imaginava que teríamos uma oportunidade dessas algum dia!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »