A escolha certa: Mandarin Oriental, Tokyo

Escolher um hotel em Tóquio não é uma tarefa fácil! Mas com este post, vamos te dar uma forcinha para escolher uma das melhores hospedagens na cidade.

Quando se pensa em uma viagem para o Japão, sabe-se que o orçamento será mais alto, especialmente quando você fala de hospedagens e transporte público. Vão ver que hotéis básicos, sem muito conforto, extremamente pequenos ou com o mínimo de serviço ao hóspede, possuem valores bem acima da média que estamos acostumados para este tipo de hospedagem. Então, já que vamos pagar um preço mais alto por um hotel em Tóquio, que seja em um hotel confortável, bem localizado e com excelência no serviço prestado. E é por este motivo, que recomendamos o Mandarin Oriental, Tokyo.

Veja nossas fotos do Japão publicadas no Instagram e Stories destacados no Feed.

Já ficamos hospedados em hotéis do grupo em Shanghai, Hong Kong e Macau, além de conhecermos o serviço do hotel de Londres e de Miami, motivo pelo qual nos tornamos grandes fãs. E, em Tokyo, tudo o que já sabemos sobre os hotéis do grupo acabou se confirmando e se mantendo intacto.

Localização do Mandarin Oriental, Tokyo:

O Mandarin Oriental, Tokyo possui localização privilegiada para um hotel em Tokyo: na região comercial de Nihonbashi.

Como se vê do mapa acima, o Mandarin Oriental, Tokyo está localizado no coração de Tokyo, com acesso direto da estação de metrô Mitsukoshimae, servida pelas linhas Ginza e Hanzomon, o que traz uma grande facilidade para os hóspedes. E antes de você pensar qualquer coisa, tenha certeza de que você utilizará bastante este meio de transporte, já que com facilidade e rapidez abrange todos os pontos da cidade.

Inclusive, como chegamos pelo Aeroporto Internacional de Narita, que é mais afastado que o Aeroporto de Haneda, pegamos o Skyliner até a estação Ueno, e de lá, a linha Ginza do metrô até a estação Mitsukoshimae, e já saímos na entrada do edifício onde o hotel está instalado (em torno de 50min a 1h todo o trajeto, valor aproximado de 3.000 JPY, Skyliner + metrô). Mas isso foi fácil, claro, porque escolhemos viajar apenas com uma mala de mão para cada, por ser prático para nos locomovermos nos aeroportos, estações de trens e metrôs.

Mas se você prefere comodidade, o Mandarin Oriental, Tokyo fornece transporte diário entre o aeroporto Narita e o hotel, em um trajeto que dura em torno de 1h30. Necessário agendar previamente com o concierge, bem como verificar previamente os valores e veículos.

O Hotel

Uma entrada discreta, mas no nível dos hotéis do grupo, te levará ao mensageiro que já saberá o seu nome (isso porque ele possui a lista dos hóspedes que chegarão naquele dia, além do horário aproximado da chegada de cada um): “Mr. Almeida and Mrs. Teixeira, you are welcome!” e nos conduziu ao belíssimo lobby do hotel, localizado no 38º andar do edifício. Parece detalhes tão pequenos, mas na verdade, isso é somente uma amostra da forma personalizada que você será tratado no hotel.

Lobby do Mandarin Oriental, Tokyo, no 38º andar do edifício
Lobby do Mandarin Oriental, Tokyo, no 38º andar do edifício

Chegando lá, um espaço com janelas amplas que vão do chão ao teto e que possibilitam vistas incríveis da cidade: de um lado, a Tokyo Skytree, e do outro, em um dia com melhor visibilidade, o Monte Fuji. No mesmo espaço, poltronas confortáveis em um ambiente inspirado em detalhes japoneses, cercado por restaurantes intimistas e três deles estrelados pelo Guia Michelin. E algo sensacional que o Mandarin Oriental, Tokyo consegue fazer é trazer um misto de tranquilidade e calma, em um ambiente moderno e luxuoso.

Lobby do Mandarin Oriental, Tokyo
Lobby do Mandarin Oriental, Tokyo

Mas infelizmente preciso compartilhar um ponto negativo de se hospedar lá: você não vai precisar colocar no roteiro para visitar a Tokyo Skytree, que possui um deck de observação da cidade. Isso pelo fato de que ficará bem satisfeito com a vista que o Mandarin Oriental, Tokyo oferece, mesmo sendo um pouco mais baixo que o observatório. Na verdade, só quero dizer que isso também foi uma grande sorte, pois como tivemos pouco tempo em Tokyo, ficar no Mandarin Oriental, Tokyo e ter uma excelente vista da cidade, ajudou muito. Assim, aproveitamos que não subimos na Tokyo Skytree e conhecemos outros pontos.

Acomdoações no Mandarin Oriental, Tokyo

O Mandarin Oriental, Tokyo possui 157 quartos e 22 suítes espaçosas, contrastando o que se vê em outras hospedagens em Tokyo que economizam espaço. Interessante, também, é que cada hotel do grupo Mandarin Oriental traz detalhes marcantes do local onde se encontra. E é assim com o Mandarin Oriental, Tokyo que traz a essência do Japão em pequenos detalhes, como por exemplo, o piso de madeira em bambu branco e as delicadas Yucatas disponibilizadas para os hóspedes aos pés da cama, que tive o prazer de utilizar durante a nossa hospedagem (Veja a foto abaixo):

Yukata é uma modalidade de Kimono confeccionado com tecidos mais finos, para ser utilizado em ambientes interiores (como se fosse o pijama dos japoneses)

Logo que chegamos em nosso quarto, já fiquei encantada com as caixas em laca aos pé da cama com duas Yukatas, uma para mim e outra para o Fábio. Mas isso não era um privilégio para o blog! É uma comodidade disponibilizada para todos os hóspedes, o que faz com que você se sinta como os próprios japoneses 🙂

Os quartos no Mandarin Oriental, Tokyo possuem diárias que iniciam em 58.000 JPY (veja a cotação de iene para reais clicando aqui), e nós ficamos hospedados no Mandarin Grand Room, que dentre inúmeras comodidades, que compartilharei abaixo, possui vista para o Monte Fuji!

Os quartos do tipo Mandarin Grand Room estão localizados entre os andares 30 ao 36, possuem 60m², com cama King size (ou duas de solteiro, se preferir), mesa de escritório, sofá e banheiro tipo Spa (além da banheira com televisão, a ducha de efeito chuva simplesmente incrível!), com ambientes separados para o vaso sanitário (aqueles ultra modernos japoneses, todo automatizado, com assento aquecido, vários tipos de duchas, inclusive som de água corrente). E o espelho que não embaça? Detalhes surpreendentes que fazem dos hotéis do grupo tão especiais!

A cama é extremamente confortável, com roupa de cama de algodão egípcio de 450 fios! E na cabeceira da cama, tudo automatizado, inclusive o fechamento das cortinas.

Os amenities são da marca italiana Bottega Veneta. E além de shampoo, condicionador e loção para o corpo, também disponibilizam tudo que se possa imaginar de útil ao hóspede, como: cotonetes, algodão, lixa de unha, aparelho e creme de barbear, escova e pasta de dente, enxaguante bucal, escova para pentear.

O serviço de quarto é realizado duas vezes por dia. E todos os dias, eles deixam um mimo para os hóspedes no quarto, que eram frutas típicas da região, além de uma garrafa de água para cada, que também é cortesia do hotel.

O mini bar também é super completo e abastecido diariamente com produtos mais luxuosos, inclusive champagne.

A internet é incrivelmente rápida e gratuita em todos os quartos, lobby e restaurantes do hotel!

E outro detalhe que achamos tão especial: um bonsai de 30 anos de uma árvore Yezo Spruce foi deixado em nosso quarto para admirarmos durante nossa estadia no hotel. Trata-se de uma árvore de uma montanha situada a 1.500 metros sobre o nível do mar localizada na Província de Hokkaido, uma das quatro ilhas mais importantes ao norte do Japão. De três em três anos, o mestre de bonsai repassa a árvore para um vaso, para mantê-la deste tamanho, que é aproximadamente do tamanho da palma da minha mão.

Gratidão define o que sentimos ao ter este bonsai de Yezo Spruce em nosso quarto durante nossa estadia no Mandarin Oriental Tokyo

Como falamos anteriormente, nosso quarto era com vista para o Monte Fuji. E quando recebemos a confirmação dos nossos queridos parceiros da Xmart Viaja, e vimos esta informação, ficamos tão empolgados! Imagine ver o Monte Fuji do quarto do seu hotel em Tóquio? Mas depois acabei desanimando quando li alguns comentários que isso era meio relativo, já que nem sempre a visibilidade da cidade permite esta visão.

Em nosso penúltimo dia no hotel, tivemos um pôr-do-sol de cair o queixo, e começamos a ver um pontinha de algo que parecia ser o Monte Fuji (e era!). Mas logo ficou de noite e não conseguimos mais ver. Só que no outro dia cedo, logo que acordamos, tivemos esta vista estupenda do nosso quarto: ele, tímido ao fundo e entre os prédios, tentava se fazer presente.

Vista do Monte Fuji do nosso quarto no Mandarin Oriental, Tokyo

E não é que ele apareceu? Que sorte a nossa! Anexei duas fotos para vocês terem noção da distância do hotel ao Monte Fuji: a de cima, em tamanho original, sem zoom. E a abaixo, com zoom, para vermos este belíssimo vulcão ainda ativo e cartão postal do Japão.

Monte Fuji visto do nosso quarto no Mandarin Oriental, Tokyo

O hotel também disponibiliza binóculos para apreciarmos ainda mais a vista de Tóquio!

Pôr-do-sol em Tóquio, visto do nosso quarto no Mandarin Oriental, Tokyo

Mais uma vez, gratidão define o começo da nossa viagem pelo Japão! 🙂

O quarto também possui balança, secador de cabelo, maquina de café Nespresso, chaleira, guarda-chuva, jornal diário gratuito, chinelo, tapete de yoga, TV com canais internacionais e locais.

Aproveitem para ver este vídeo de apresentação dos hotéis do Grupo, e que fica passando na TV depois que o serviço de quarto é realizado. É simplesmente prazeroso chegar depois de um dia cansativo, curtir seu quarto aconchegante e assistir a este vídeo do Mandarin Oriental. Somos muito fãs!

 

Spa e Espaço Fitness do Mandarin Oriental, Tokyo

O espaço e espaço fitness é ideal para quem não abre mão de exercitar-se durante suas viagens, ainda há a possibilidade de aulas sessão particular de Pilates. Ele também está localizado no mesmo andar do Lobby do hotel, no 38º andar, e há vários aparelhos modernos, com vista para a cidade. São disponibilizados para os hóspedes água mineral e aromatizada, além de toalhas.

Já o Spa, possui variados tratamentos e massagens disponíveis 24 horas para os hóspedes, com preços a partir de 24.000 JPY. Para ver a lista completa de tratamentos, clique aqui.

A nossa diária incluía acesso às instalações de calor e água do Spa (saúna e casas de banho), que não deixa de ser um tratamento maravilhoso. As casas de banho dos homens são separadas das mulheres, então, você deixa suas roupas no armário, passa pela ducha, entra na jacuzzi aquecida e fica por um tempo admirando a vista da cidade, depois entra na saúna, passa pelo banho novamente, depois jacuzzi… e assim vai!

Vista para Tokyo Skytree do Spa do Mandarin Oriental, Tokyo
Vista para Tokyo Skytree do Spa do Mandarin Oriental, Tokyo
Vista para o Monte Fuji do Spa do Mandarin Oriental, Tokyo

Café-da-manhã no Mandarin Oriental, Tokyo

O nosso café-da-manhã foi servido no Pizza Bar, que é um restaurante italiano localizado no 38º andar do Mandarin Oriental, Tokyo, apesar de também ser servido no Kshiki. Um buffet com comida ocidental e oriental dispõe de vários tipos alimentos, que vão agradar todo tipo de hóspede: pães, croissants, muffins, bagel, donuts, tortas, bolos, frios, frutas super frescas, iogurtes deliciosos, sucos de diversas frutas (vai ver tipo suco de maçã Fuji, de uma fazenda da Província de Nagano, suco de Mikan – uma espécie de mexerica típica do Japão, sucos detox…)!

Café-da-manhã no Mandarin Oriental, Tokyo (sem o Monte Fuji na foto, pois no dia estava encoberta, mas com a água Fuji)
Observem a textura deste croissant recheado de presunto! Tudo feito no próprio hotel e no dia em que é servido
Diversos tipos de frios e embutidos, inclusive salmão frescos
O melhor iogurte da vida! Provem o de manga com calda!

E você ainda pode pedir alguns pratos à la carte, como omelete (Fábio disse que foi um dos omeletes mais incríveis que ele já comeu! E olha que ele come omelete todos os dias), ovos benedict, panquecas, French Toasted…

Café-da-manhã no Mandarin Oriental, Tokyo

Restaurantes e bares do Mandarin Oriental, Tokyo

O Mandarin Oriental, Tokyo possui restaurantes e bares, sendo que três deles são estrelados pelo Guia Michelin: Signature (culinária francesa), Sense (culinária cantonesa), Tapas Molecular Bar (culinária molecular).

Ainda possui o intimista Sushi Sora, que tivemos o prazer de conhecer e degustar a comida japonesa mais original  e tradicional que poderíamos pensar. Em um balcão apenas para oito lugares, feito de um cipreste japonês de 350 anos, admiramos e experimentamos uma verdadeira obra de arte realizada pelos Chefs do restaurante. Uma experiência totalmente diferente da comida japonesa que estamos acostumados no Brasil.

Vista do Sushi Sora para Tóquio

Mas o jantar merece tamanho destaque, que iremos falar detalhadamente sobre ele no próximo post, e compartilharemos aqui.

Sashimi feito no Sushi Sora, restaurante do Mandarin Oriental, Tokyo

O hotel possui ainda o Sense Tea Corner que é especializado em chás finos; o K’ishiki, de comida italiana; o Ventaglio, de comida mediterrânea; o Oriental Lounge, que serve além de café-da-manhã, bebidas ao longo do dia onde o hóspede pode receber uma visita, fazer uma pequena reunião; o elegante e luxuoso Mandarin Bar;  The Pizza Bar, também bastante intimista, a pista sai do forno de barro e é diretamente servida no balcão exclusivo para apenas 8 pessoas.

The Pizza Bar (ainda com o buffet do café-da-manhã)

Por fim, adorei o Gourmet Shop do Mandarin Oriental, Tokyo, localizado no térreo do prédio. Geralmente, os hotéis do Grupo contam com um Cake Shop, uma loja de doces, bolos e tortas finais. Mas neste, há uma pequena loja gourmet, onde você pode comprar lanches rápidos, frescos e especiais.

Staff do Mandarin Oriental, Tokyo

Sempre ficamos impressionados com a forma que os funcionários do Mandarin Oriental tratam seus hóspedes. E no Japão, isso foi ainda mais impressionante, já que o país é conhecido por um pessoal extremamente educado, atencioso e respeitoso. Durante a nossa hospedagem, tivemos oportunidade de conhecer um brasileiro que trabalha no hotel, o Gustavo, que reafirma, ainda mais, a impressão que temos dos funcionários dos hotéis do grupo: Funcionários discretos, atenciosos, bem treinados.

Lembro-me do último dia no hotel, quando fomos fazer o check out, desci com um pequeno embrulho que foi colocado ao lado de nossa cama, para perguntar o nome daquele doce que não conhecia e é tipicamente japonês. Logo que me explicaram e comi o doce, imediatamente uma das atendentes da recepção trouxe uma garrafa de água mineral e me disse: “agora, você vai precisar desta água!”

Que atitude mais gentil! Ela sabia que depois que eu comesse o doce, ficaria com um pouco de sede. Nem precisei pedir, ela praticamente leu os meus pensamentos! E antes que você fale qualquer coisa, não é porque somos blogueiros! Na verdade, como somos blogueiros, a gente observa se o hotel trata aos hóspedes exatamente como somos tratados. E o tratamento é o mesmo para todos os hóspedes do Mandarin Oriental!

Bem, acredito que este post vai ajudar aquele viajante que valoriza um serviço especial, um hotel confortável e bem localizado em Tóquio.

Para reservar o Mandarin Oriental, Tokyo, via Booking.com, clique AQUI.

O Blog Viagens e Vivências agradece ao Mandarin Oriental, Tokyo por ter nos recebido, especialmente ao Sr. Shunichi Kikuchi por todo o suporte durante nossa estadia em Tóquio. Agradecemos, ainda, à Xmart Viaja pela parceria em mais uma viagem 🙂

Depois que conhecemos a excelência dos hotéis do grupo Mandarin Oriental, nunca mais fomos os mesmos para hospedagens!

 

Fabiane Teixeira

Brasileira, Mineira de Belo Horizonte, 35 anos, conhece 38 países, é Advogada e Professora de Direito Civil, e nas horas vagas Viajante e Blogueira. Junto com meu Fábio vamos conhecer e te apresentar o mundo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Translate »
error: Content is protected !!