Conhecendo Camden Town, em Londres

Caso eu venha a participar de qualquer pesquisa envolvendo as melhores cidades do mundo para visitar, tenha certeza: Londres sempre estará entre as 5 primeiras!

Durante nossa primeira visita a Londres, em novembro de 2015 (inclusive, aproveite para ver todos os posts sobre a cidade AQUI), tivemos a oportunidade de conhecer apenas o básico, ou seja, os principais pontos turísticos como o “Big Ben“, “London Eye“, “Palácio de Buchingham“, “Tower Bridge” e por aí vai… Já no início de 2016, quando decidimos por uma viagem de um mês no interior do Reino Unido, o martelo já estava batido: voltar a Londres seria uma obrigação, e desta vez o foco seria os bairros e pontos turísticos menos convencionais, e no topo do roteiro, nada mais que “Camden Town“.

Separamos um dia inteiro para explorar Camden Town, famoso bairro da cidade conhecido pela diversidade cultural, seus inúmeros mercados, pubs e pela vida noturna agitada, e que ganhou ainda mais fama devido a sua moradora mais ilustre: Amy Winehouse.

Chegar a “Camden Town” é muito fácil, e este roteiro que vamos compartilhar tem início exatamente na estação de metrô de nome homônimo: “Camden Town Station“.

Camden High Street, na saída da estação de metrô em Camden Town

Verdade seja dita: caso queira, você pode gastar um dia inteiro apenas para conhecer a rua principal do bairro: “Camden High Street“, onde estão localizados diversos estúdios de tatuagens e piercings, lojas de bugigangas e souvenirs, pubs e muitos, muitos mercados.

Para facilitar a programação, delimite seu roteiro entre o “Chalk Farm Road” ao norte, a estação de metrô “Mornington Crescent” ao sul, o “The Regent’s Park” a oeste e a “Camden Street” a leste, e prepare para outro roteiro especial no início da noite pelos excelentes pubs do bairro, que será objeto de um post específico:

Pelas ruas paralelas à Camden High Street

Começamos a explorar o bairro caminhando sem pressa sentido o “Regent’s Canal“, ou “Camden Lock“, momento em que você fica face a face com o mundo artístico e vintage de Camden Town. Aproveite para entrar nas lojas que achar mais interessantes, pois literalmente aqui você vai achar de tudo um pouco. Sem demagogia!

Eu, por exemplo, gastei um bom tempo admirando uma loja de fantasias de filmes de terror, uma mais sem noção que a outra.

Preste atenção ao seu redor: você vai se deparar ao mesmo tempo com turistas de todos os lugares do mundo, adolescentes aos montes, os chamativos Punks, que elegeram Camden como seu reduto a mais de 20 anos e até legítimos londrinos que vão a “Camden’ para passear, fazer compras, tomar uma cerveja ou simplesmente bater um papo animado com os amigos, afinal de contas, ali o alternativo é básico.

É possível visitar Camden Town em qualquer dia da semana, no entanto é no domingo que literalmente o “bicho pega”, com as diversas feiras funcionando a todo vapor.

Aproveite também para tirar fotos sob ângulos diferentes de qualquer lugar de Londres, com seus pequenos prédios coloridos e decorados com tênis, fantasias, desenhos e outras quinquilharias.

Camden Town: enjoy the view!

Vocês vão observar que o que não falta na região, são pequenos restaurantes ou até barracas e pubs, que oferecem os tradicionais “Fish & Chips”. Mas também existem inúmeras outras opções de refeições ao longo do bairro mais descolado e exótico da cidade.

Separe pelo menos alguns minutos para uma rápida visita ao “The Camden Market“, onde é possível comprar ou pelo menos admirar roupas de todas as tribos possíveis.
The Camden Market, Londres

Outro detalhe: neste pedaço da “Camden High St”, você encontra uma infinidade de opções de lojas de souveniers, muito mais baratos que em qualquer outro lugar de Londres. E mesmo que não compre nada, vale a visita a este pedaço diferente de tudo o que você já viu na cidade.

De certa forma, “Camden Town” lembra bastante o “Queens” em Nova York.

Preste ainda mais atenção ao seu redor: entre sem medo nas lojas de discos de vinil, onde é possível encontrar raridades inacreditáveis, “estude” um pouco de história, apreciando uniformes autênticos da segunda guerra mundial, visite sem moderação lojas de cerâmica, arte alternativa, roupas usadas e novas, decoração e artigos esportivos, além de roupas especialmente fabricadas para tribos “Darks”, “Góticos”, “Emos” e tudo mais que você possa imaginar.

Além dos famosos pubs do bairro, que serão objeto de um post específico, são várias as opções para a famosa dupla “cerveja gelada + música ao vivo”, onde destacamos o Koko, com capacidade para mais de 1500 pessoas, com diversos shows e programação eclética e o The Jazz Café, ótima opção para os amantes do soul, hip hop e claro, jazz.

Parada obrigatória para fotos: a famosa ponte de Camden é o marco onde começam as feiras vintage famosas no mundo todo. O local já foi um cais muito tempo atrás e hoje é dos principais pontos turísticos do bairro, onde é possível tirar as melhores fotos do Regent’s Canal.

Camden Lock, em Camden Town

Caso tenha tempo disponível, vale a pena caminhar pelas margens do Regent’s Canal, que oferece belas paisagens do bairro.

Camden Town e uma foto bem clichê!

Ao lado da “Ponte de Camden” está o mercado de artesanato original dos anos 1970 “Camden Lock Market“, com uma  parte coberta (Market Hall) e um pátio, chamado West Yard. O diferencial do Mercado são as inúmeras barracas de jóias e bijouterias, além de pinturas e lojinhas de livros e CD/discos.

Camden Town: Come in We’re Open!!

Outro Mercado que vale a visita: Camden Stables Market, como o próprio nome sugere, está localizado nos antigos estábulos de uma companhia ferroviária. Considerado o maior Mercado da região, com mais de 500 barracas/estandes, o diferencial está na gastronomia, onde é possível degustar um pouco da culinária de praticamente todos os cantos do mundo.

Um pouco da gastronomia do mundo no Mercado de Camden Town

É no “Camden Stables Market” que está localizada a estátua da cantora britânica Amy Winehouse, morta em 2011,  cortesia do escultor Scott Eaton.

Estátua de Amy Winehouse, em Camden Town

Nas próximas fotos, um pouco de lojas de roupas, bijouterias, quadrinhos e bugigangas em geral, para deleite da galera “cool”:

Proud Camden Town
Camden Town: para quem estiver decorando a casa, um paraíso de placas vintage!

Agora a Cyberdog, uma das lojas mais interessantes da cidade, com seus dois robôs gigantes dando as boas vindas logo na entrada. Com sua iluminação de neon, são vários andares onde é possível achar inúmeros tipos de roupas e acessórios fora dos modelos tradicionais, além de um “sex shop” no último andar, tudo com direito a boate e DJ.

Cyberdog, em Camden Town

Depois de um dia inteiro de andanças pelo bairro, hora de degustarmos as belas brejas inglesas num tour especial pelos pubs de “Camden Town”.

Mas isso fica para o próximo post, que compartilharemos AQUI.

Até a próxima!

A noite cai em Camden Town

Veja o que fazer em Londres AQUI.

 

Fábio Almeida

Major, 43 anos, conhece 38 países, viajante inveterado, cinéfilo, apreciador de vinhos e cervejas especiais, fotógrafo amador, viciado em natação, corrida e quadrinhos! Força na Luta! Sempre!

3 thoughts on “Conhecendo Camden Town, em Londres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »